Jogos de RPG

Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


O Final Fantasy 7 Remake é uma aguardada reimaginação, pelas mãos da Square Enix, de um dos maiores clássicos dos videogames, lançado originalmente em 1997, para o PlayStation One. Além de atualizar os visuais do Final Fantasy 7 original, o game para PlayStation 4 (PS4) promete várias mudanças e novidades – algumas, inclusive, já foram mostradas em trailers. Confira, nas linhas a seguir, todas as informações sobre os principais pontos do jogo, como o gameplay atualizado, o retorno de personagens, como Barret, Aerith e Tifa, data de lançamento, além da possibilidade de versões para o Xbox One e PC.

Final Fantasy 7 Remake irá reimaginar o clássico game de PlayStation One dos anos 90 em diferentes capítulos — Foto: Reprodução/Square Enix Final Fantasy 7 Remake irá reimaginar o clássico game de PlayStation One dos anos 90 em diferentes capítulos — Foto: Reprodução/Square Enix

Final Fantasy 7 Remake irá reimaginar o clássico game de PlayStation One dos anos 90 em diferentes capítulos — Foto: Reprodução/Square Enix

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O que é Final Fantasy 7 Remake?

Anunciado durante a E3 2015, Final Fantasy 7 Remake é uma reimaginação do aclamado RPG do PlayStation One. Diferente de remakes mais fiéis ao material de origem, o remake de Final Fantasy 7 não pretende apenas recriar o jogo original exatamente da forma que ele era com gráficos melhorados. O game conta a mesma história, porém com uma jogabilidade totalmente nova e elementos que não estavam presentes na versão do PSOne. O diretor do game, Tetsuya Nomura, já confirmou que há chefes inéditos, por exemplo.

História

O jogo se passa em um planeta semelhante à Terra chamado Gaia, que conta com uma força vital própria que é extraída pela empresa Shinra. A companhia transforma essa energia na substância "mako", que abastece tanto o progresso da civilização, como a cidade de Midgar, quanto planos ocultos da Shinra. Para impedir os danos causados pela extração, um grupo radical chamado Avalanche inicia uma luta armada contra a empresa. O protagonista da história é Cloud Strife, um antigo soldado do braço armado da Shinra, conhecido como Soldier, e atual mercenário contratado pela Avalanche.

Final Fantasy 7 Remake recontará a história do grupo Avalanche contra a empresa Shinra — Foto: Reprodução/Square Enix Final Fantasy 7 Remake recontará a história do grupo Avalanche contra a empresa Shinra — Foto: Reprodução/Square Enix

Final Fantasy 7 Remake recontará a história do grupo Avalanche contra a empresa Shinra — Foto: Reprodução/Square Enix

É a história completa?

Na verdade, não. A história completa do game original de Final Fantasy 7 será dividida em várias partes e não sabemos ainda quantas serão no total. A primeira parte – a que será lançada ainda este ano – englobará todos os eventos que se passam na cidade de Midgar, uma seção pequena do jogo que equivale às primeiras horas do original.

O diretor do jogo, Tetsuya Nomura, tranquilizou fãs que acreditam que possa não haver muito conteúdo neste primeiro game. Tetsuya afirma que há uma grande densidade no jogo, talvez uma referência ao fato de que há muito para fazer e muitas novidades em relação ao original. A segunda parte de Final Fantasy 7 já está confirmada e teve seu desenvolvimento iniciado, segundo Nomura.

Personagens

O Cloud é um mercenário indiferente em relação às causas da Shinra e da Avalanche. Porém, ele fica envolvido na história ao encontrar personagens como a vendedora de flores Aerith e sua amiga de infância, Tifa. O personagem costuma lutar de perto com sua imensa Buster Sword, que virou sua marca registrada, mas também é capaz de usar magias graças às gemas mágicas, chamadas de "Materia".

O Barret Wallace é o líder da Avalanche e conta com uma metralhadora giratória no lugar de sua mão direita. Enquanto no game original esse detalhe fazia pouca diferença, no remake jogadores podem assumir o controle do personagem e utilizá-lo para lutar à distância. Tifa Lockhart é dona de um bar, chamado Seventh Heaven em Midgar, que é secretamente a base do grupo Avalanche. Ela luta com ataques físicos diretos e teve seu design atualizado para o novo game.

Barret tem uma jogabilidade completamente diferente em Final Fantasy 7 Remake por ser capaz de atacar à distância — Foto: Reprodução/Square Enix Barret tem uma jogabilidade completamente diferente em Final Fantasy 7 Remake por ser capaz de atacar à distância — Foto: Reprodução/Square Enix

Barret tem uma jogabilidade completamente diferente em Final Fantasy 7 Remake por ser capaz de atacar à distância — Foto: Reprodução/Square Enix

Aerith (ou Aeris) Gainsborough é uma vendedora de flores que encontra Cloud por acaso, mas que acaba por ter um grande peso na história. Ela é descendente de uma antiga raça capaz de se comunicar com o planeta e vive sob constante vigilância da Shinra. Seu estilo de luta envolve um bastão e magias de cura. Segundo o diretor Tetsuya Nomura, não há novos personagens no grupo além dos que estão no game original.

Um novo sistema de batalha

Enquanto o Final Fantasy 7 original era um RPG bem tradicional, com combates em turnos, o remake promete trazer uma jogabilidade reimaginada voltada para a ação, como em Final Fantasy 15. Neste novo sistema de batalha, é possível controlar diretamente os personagens e até alternar entre eles para ter acesso a habilidades específicas. Ainda há menus para selecionar itens ou magias, que fazem com que a ação fique em câmera lenta por alguns instantes.

Jogadores que não se adaptarem ao novo sistema, podem usar o "Classic Mode" para ter uma experiência mais próxima da original. Neste modo, basta dar ordens para seus personagens e eles atacam automaticamente. Ao jogar ativamente, os outros personagens serão controlados pelo videogame, mas ainda será possível dar ordens a eles.

O novo sistema de batalha de Final Fantasy 7 Remake será mais voltado para a ação mas ainda terá um modo clássico para os jogadores — Foto: Reprodução/Square Enix O novo sistema de batalha de Final Fantasy 7 Remake será mais voltado para a ação mas ainda terá um modo clássico para os jogadores — Foto: Reprodução/Square Enix

O novo sistema de batalha de Final Fantasy 7 Remake será mais voltado para a ação mas ainda terá um modo clássico para os jogadores — Foto: Reprodução/Square Enix

Um novo sistema de habilidades de armas faz com que cada armamento do game tenha uma habilidade especial, que sobe de nível quanto mais a arma é usada. Ao chegar no nível máximo, a habilidade é incorporada pelo usuário da arma permanentemente. O sistema é semelhante ao original de "Materias", as gemas que permitem usar diversas habilidades diferentes e também estão de volta no remake.

A maior diferença no sistema de combate está em um tipo de matéria especial, as "Summons", capazes de realizar invocações. Enquanto no game original as criaturas invocadas apenas desferiam golpes poderosos, no remake elas lutam ao lado do jogador por um tempo predeterminado e só ao final desse período desferem seu golpe final. É possível dar ordens às criaturas, algumas clássicas como Ifrit e Shiva.

As invocações da Materia Summon irão lutar ao lado do jogador em Final Fantasy 7 Remake, como Ifrit na imagem — Foto: Reprodução/Square Enix As invocações da Materia Summon irão lutar ao lado do jogador em Final Fantasy 7 Remake, como Ifrit na imagem — Foto: Reprodução/Square Enix

As invocações da Materia Summon irão lutar ao lado do jogador em Final Fantasy 7 Remake, como Ifrit na imagem — Foto: Reprodução/Square Enix

Trilha sonora

As músicas de Final Fantasy 7 foram parte importante do game, mas ainda não foi revelado exatamente como elas serão refeitas para o remake. É possível ouvir alguns remixes e versões orquestradas de sons clássicos do jogo em alguns dos trailers – porém, a maior parte das trilhas sonoras ainda é um mistério. Uma notícia interessante é que o produtor Yoshinori Kitase confirmou que o compositor original de Final Fantasy 7, Nobuo Uematsu, retornou para trabalhar no jogo. Uma versão em vinil da trilha sonora será lançada no dia 31 de janeiro.

Trilha sonora de Final Fantasy 7 Remake será vendida em vinil no final de janeiro — Foto: Reprodução/Square Enix Trilha sonora de Final Fantasy 7 Remake será vendida em vinil no final de janeiro — Foto: Reprodução/Square Enix

Trilha sonora de Final Fantasy 7 Remake será vendida em vinil no final de janeiro — Foto: Reprodução/Square Enix

Terá uma Demo?

Recentemente, uma demo de Final Fantasy 7 Remake vazou na Internet quando ficou disponível nos servidores da Sony por alguns instantes e hackers conseguiram ter acesso a ela. Ao destrincharem o conteúdo do código, os invasores encontraram muitas novidades e surpresas, inclusive elementos que poderiam ser parte do próximo capítulo do jogo. Usuários que não desejam receber "spoilers" do game devem tomar cuidado com essas descobertas.

Parece provável que Final Fantasy 7 Remake receberá uma demo em breve, algo que poderia aplacar a vontade dos fãs de jogá-lo após o atraso recentemente anunciado. No entanto, é possível que a produtora Square Enix tenha tirado um tempo extra para garantir que a demo não conte com nenhuma novidade que possa ser descoberta em seu código.

Demo de Final Fantasy 7 Remake trazia vários spoilers encontrados por jogadores — Foto: Reprodução/Square Enix Demo de Final Fantasy 7 Remake trazia vários spoilers encontrados por jogadores — Foto: Reprodução/Square Enix

Demo de Final Fantasy 7 Remake trazia vários spoilers encontrados por jogadores — Foto: Reprodução/Square Enix

Versão em português?

Segundo as informações oficiais da Square Enix, o título não chega dublado em português. As opções de voz são apenas para inglês, japonês, francês e alemão. Ainda assim, o jogo acompanha legendas em português brasileiro, além de oferecer também legendas em inglês, japonês, francês, alemão, espanhol e italiano.

Quando é o lançamento?

O lançamento de Final Fantasy 7 Remake está previsto para 10 de abril de 2020 para o PlayStation 4, após sofrer um atraso que afetou a data inicialmente planejada de 3 de março de 2020. Segundo a produtora Square Enix, o tempo extra será usado para entregar um produto alinhado com a visão dos desenvolvedores e com a qualidade que os fãs merecem.

Se não houver mais atrasos, Final Fantasy 7 Remake chegará em 10 de abril de 2020 para o PS4 — Foto: Reprodução/Square Enix Se não houver mais atrasos, Final Fantasy 7 Remake chegará em 10 de abril de 2020 para o PS4 — Foto: Reprodução/Square Enix

Se não houver mais atrasos, Final Fantasy 7 Remake chegará em 10 de abril de 2020 para o PS4 — Foto: Reprodução/Square Enix

Por enquanto, o jogo ainda está com o desenvolvimento em aberto e não atingiu o status de "Gold" – nome dado a um game completamente finalizado e pronto para ser produzido em larga escala. Final Fantasy 15, por exemplo, levou 10 anos em desenvolvimento e só atingiu o status de "Gold" aproximadamente um mês antes de ser lançado.

Quais as plataformas?

Até o momento, a única plataforma realmente confirmada para Final Fantasy 7 Remake é o PlayStation 4. No entanto, há informações de que o game será um exclusivo temporário por um ano. A exclusividade, de acordo com rumores, acabaria em 3 de março de 2021, data que talvez agora seja 10 de abril de 2021 após o atraso.

Na caixa de Final Fantasy 7 Remake para o PlayStation 4 há um aviso que o game é um exclusivo temporário — Foto: Divulgação/Square Enix Na caixa de Final Fantasy 7 Remake para o PlayStation 4 há um aviso que o game é um exclusivo temporário — Foto: Divulgação/Square Enix

Na caixa de Final Fantasy 7 Remake para o PlayStation 4 há um aviso que o game é um exclusivo temporário — Foto: Divulgação/Square Enix

Vale citar que games com exclusividade temporária, às vezes, também chegam ao PC – isso porque o computador não é considerado uma plataforma rival direta dos consoles. O Xbox One, no entanto, não deve receber o game até pelo menos 2021. Como o seu sucessor Xbox Series X já terá sido lançado nessa época, é possível que o game esteja disponível em ambas as gerações dos consoles da Microsoft.

Requisitos mínimos para PC?

Como por enquanto o jogo não foi confirmado para PC, não é possível ter informações oficiais sobre seus requisitos mínimos ou configuração recomendada para executá-lo. No entanto, o site Game Debate, que é especializado em jogos de PC, criou uma previsão de computador que poderia rodar o jogo. Vale ressaltar que, como trata-se de um rumor, esta não é uma projeção exata.

Requisitos mínimos

  • Sistema Operacional: Windows 7 (64 Bits)
  • Processador: i5-2500K 3,3 GHz ou AMD FX-8320
  • Placa de vídeo: Nvidia GeForce GTX 960 2 GB ou AMD Radeon R9 380
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 50 GB disponíveis
  • DirectX: 11

Configuração recomendada

  • Sistema Operacional: Windows 7 (64 Bits)
  • Processador: i7-6700K 4 núcleos 4,0 GHz ou AMD Ryzen R5 1600
  • Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1070 ou AMD Radeon RX Vega 56 8 GB
  • Memória RAM: 16 GB
  • Armazenamento: 50 GB disponíveis
  • DirectX: 11

Final Fantasy 15 Episode Duscae: primeiros minutos do novo RPG

Final Fantasy 15 Episode Duscae: primeiros minutos do novo RPG

Final Fantasy 7: vale a pena jogar? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo