Celulares

Por Thássius Veloso, da redação

Thássius Veloso/TechTudo

Interessados no Galaxy Fold poderão adquirir o primeiro celular dobrável do Brasil na noite desta quarta-feira (22). A partir das 21h, consumidores poderão encomendar o smartphone na loja online e nas lojas físicas da Samsung. Para tanto, basta pagar o preço sugerido de R$ 12.999. Com este lançamento, os sul-coreanos passam a ter o celular mais caro do país, título antes pertencente à Apple.

A gigante tecnológica adota uma estratégia diferente no lançamento do Fold: a janela de vendas tem duração de apenas 24 horas. Quem não comprar até 21h de quinta-feira (23) ficará sem o telefone. O equipamento de ficha técnica poderosa é oferecido somente na cor preta e com armazenamento de 512 GB.

Galaxy Fold: veja curiosidades do celular com tela dobrável da Samsung

Galaxy Fold: veja curiosidades do celular com tela dobrável da Samsung

Hardware de ponta

O grande diferencial do Galaxy Fold está na disposição dos displays. São dois: um externo que lembra muito um celular pequeno, de 4,6 polegadas. Dentro está o segundo display de 7,3 polegadas, criado a partir de um material flexível que permite dobrá-lo como se fosse um livro. Ambos são sensíveis ao toquem e executam aplicativos normalmente. O interno possibilita até três apps simultâneos.

Marca presença uma tecnologia que permite ao usuário começar um aplicativo na tela menor. Ao abrir a tela maior, o mesmo app é apresentado do ponto em que já estava, possibilitando a continuidade da tarefa.

Galaxy Fold: display externo tem 4,6 polegadas e painel Super AMOLED — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O Galaxy Fold já vendeu mais de 400 mil unidades no exterior, entre Estados Unidos, Coreia do Sul e outros países. Cada cliente costuma abrir o smartphone 44 vezes por dia e 80% das atividades ocorrem na tela maior, segundo dados internos divulgados pela fabricante.

As especificações fotográficas também chamam a atenção por repetir algumas das câmeras do Galaxy S10. Há um sensor na superfície frontal, dois no miolo e três na traseira.

O smartphone utiliza processador Snapdragon 855, da Qualcomm, e roda Android 9.

Mais caro do Brasil

O Galaxy Fold custa US$ 1.980 no mercado americano, o que dá R$ 8.345 pelo câmbio do dia. Consumidores brasileiros têm de pagar mais: os R$ 12.999 o colocam bem acima do smartphone mais caro do país até o momento. Aposta da Apple nos últimos meses, o iPhone 11 Pro Max de 512 GB sai a R$ 9.599 na loja oficial.

Com a novidade, os sul-coreanos saem na frente da Motorola e da Huawei. Ambas trabalham em celulares dobráveis, mas nenhum equipamento rival desembarcou no mercado doméstico até o presente momento.

Galaxy Fold: três câmeras na traseira e uma câmera frontal — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Mais do TechTudo