Celulares

Por Rodrigo Roddick, para o TechTudo


O iPhone 7 possui a classificação IP67, o que significa que o celular é resistente tanto a respingos quanto à poeira. Entretanto, a proteção contra estes elementos não faz com que o smartphone seja à prova d'água. Nas linhas a seguir, saiba o que pode ou não ser feito com o telefone da Apple. Apesar de não estar mais no catálogo oficial da marca, o iPhone 7 foi o produto mais procurado por brasileiros no Google ao longo de 2019. Parte deste público demonstra ter dúvida sobre o nível de proteção.

Review do iPhone 7: analisamos o lançamento da Apple para 2016

Review do iPhone 7: analisamos o lançamento da Apple para 2016

O que é IP67?

Esta sigla indica o nível de resistência que um aparelho possui em relação à água e outros resíduos como poeira. Muita gente imagina que o telefone é totalmente à prova d’água por vir com essa classificação, mas não é isso que acontece. O IP67 corresponde a um padrão de submersão de 1 metro por até 30 minutos, mas isso varia de acordo com o tipo de substância.

Entretanto, os smartphones que contêm esta sigla, incluindo o iPhone 7, possuem certa resistência à incidência de líquidos. Mas é importante destacar que isso não é uma condição permanente e que a proteção diminui com o tempo.

Resistência ou à prova d’água?

O iPhone 7 não é à prova d’água. Se ele for submetido a condições que extrapolam o que é coberto pela certificação IP67, o aparelho pode ser danificado. Portanto, é preciso estar atento para não deixar o telefone em contato com a água, até porque a garantia não cobre danos causados por líquidos.

A Apple afirma que os smartphones mais recentes, como o iPhone 11 Pro, conseguem resistir a uma variedade de resíduos além do que o IP68 descreve. Alguns testes realizados com o aparelho confirmaram que o telefone se manteve intacto mesmo quando submetido a sucos, cerveja, óleos, vegetais, brinquedos e até um bolo de casamento. Porém, o iPhone 7 não conta com essa proteção.

iPhone 11 Pro resiste a diversos impactos em alta velocidade — Foto: Divulgação/Apple

iPhone 11 Pro resiste a diversos impactos em alta velocidade — Foto: Divulgação/Apple

Mesmo com a resistência a respingos, a Apple recomenda que nenhum iPhone seja submetido a condições envolvendo líquidos. Os celulares possuem a certificação apenas para proteger o aparelho contra acidentes.

Recomendações da Apple

A Apple lista algumas medidas para garantir a durabilidade do iPhone 7, o que se baseia em evitar as seguintes condutas:

  • Nadar ou tomar banho com o iPhone
  • Expor o iPhone a água pressurizada ou em alta velocidade, como no chuveiro ou ao praticar esportes aquáticos
  • Usar o iPhone em sauna (seca ou a vapor)
  • Submergir o iPhone em água intencionalmente
  • Operar o iPhone fora das faixas de temperatura sugeridas ou em condições de extrema umidade
  • Deixar cair ou sujeitar o iPhone a outros impactos
  • Desmontar o iPhone, incluindo a remoção de parafusos

A Apple ainda recomenda que os usuários limpem o celular caso o smartphone tenha entrado em contato com substâncias agressivas como alimentos ácidos, sabão, detergente, perfumes e outros líquidos de qualquer natureza.

O queridinho de 2019

iPhone 7 foi o mais buscado no Google em 2019 — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo iPhone 7 foi o mais buscado no Google em 2019 — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

iPhone 7 foi o mais buscado no Google em 2019 — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

O iPhone 7 foi o telefone mais pesquisado no Google no ano passado. Esse movimento aconteceu devido à queda de preço causada pela chegada dos novos iPhones. Apesar de não compor o catálogo da Apple, o iPhone 7 pode ser encontrado em sites de varejo por preços que partem de R$ 1.899. O celular também chama a atenção pelo hardware, já que contém certificação IP67, leitor biométrico e câmera de 12 megapixels, além da compatibilidade com o iOS 13, sistema operacional móvel mais recente da Apple.

Com informações da Apple

iPhone 7: primeiras impressões do novo celular da Apple

iPhone 7: primeiras impressões do novo celular da Apple

Mais do TechTudo