Por Leandro Eduardo, para o TechTudo


PUBG Lite, versão mais leve do Battle Royale PlayerUnknown’s Battleground disponível para download em celulares Android e PC, baniu mais de 13 mil contas de jogadores permanentemente. O anúncio foi realizado na última sexta-feira (10) pela desenvolvedora por meio do Facebook, e as punições aconteceram entre os dias 2 e 8 do mesmo mês. O motivo do banimento seria o uso de hacks e cheats, como aplicativos de terceiros para obter informações sobre posições de oponentes e também de aimbot.

PUBG Lite baniu mais de 13 mil contas permanentes entre os dias 2 à 8 de janeiro — Foto: Reprodução/Tencent PUBG Lite baniu mais de 13 mil contas permanentes entre os dias 2 à 8 de janeiro — Foto: Reprodução/Tencent

PUBG Lite baniu mais de 13 mil contas permanentes entre os dias 2 à 8 de janeiro — Foto: Reprodução/Tencent

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O banimento permanente de usuários demonstra que o PUBG Lite quer verificar a veracidade das denúncias e uso existência de programas nas partidas. Ainda no aviso na rede social, o PUBG Lite reafirma que não apoia o uso de nenhum programa não autorizado para o jogo e garante que punirá ativamente aqueles que participam de forma injusta no jogo.

No ano passado, a PUBG Corporation baniu mais 2,7 mil jogadores do PUBG Mobile por 10 anos. A suspensão chamou atenção pela duração da punição, considerada rigorosa pela comunidade. A maioria das suspensões foram causadas por modificações ilegais no jogo e também pela utilização de hacks e cheats, como programas que possibilitam o uso da mira automática no Battle Royale.

Mais do TechTudo