Jogos de luta

Por Cleiton Madruga, para o TechTudo


Super Smash Bros. Ultimate é o mais recente título da franquia de jogos de luta da Nintendo. Disponível para download no Nintendo Switch, o game foi lançado em dezembro de 2018 e logo se tornou um grande sucesso nos esports. Em 2019, torneios do jogo movimentaram mais de US$ 1 milhão (cerca de R$ 4,1 milhões) em prêmios. Além disso, os campeonatos foram sucesso de audiência em plataformas de streaming, como a Twitch TV, e ja contam com a participação de organizações famosas como TSM e Team Liquid. Confira, a seguir, tudo sobre o cenário competitivo de Super Smash Bros. Ultimate.

Confira tudo sobre o cenário competitivo de Super Smash Bros. Ultimate — Foto: Divulgação/Nintendo

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O início do cenário

Lançado no final de 2018, o game gerou grande expectativa por seu potencial competitivo e chamou atenção de grandes jogadores profissionais de Super Smash Bros. Melee e de outros jogos do gênero. Os primeiros torneios começaram a acontecer em janeiro de 2019, registrando excelente audiência em sites de streaming, como a Twitch TV. Realizado nos Estados Unidos, o Smash Conference United chegou a mais de 70 mil espectadores na grande final, vencida pelo atleta da Echo Fox, o mexicano Leonardo "MKLeo" Perez. Os números de audiência continuaram evoluindo aos poucos, embora os valores de premiação de competições continuassem modestos em relação a outros jogos.

Leonardo "MKLeo" Perez contra Ezra "Samsora" Morris, na final do Smash Conference United, em janeiro de 2019 — Foto: Divulgação/Twitter (Smash Conference United)

Torneios de Smash Ultimate

Os campeonatos de Super Smash Bros. Ultimate não costumam ser realizados pelas organizações que financiam torneios de esports de outros títulos. Além disso, não há nenhuma competição oficial da Nintendo, desenvolvedora dos jogos da franquia. Os torneios são feitos no sistema de mata-mata, ni qual centenas de inscritos disputam entre si o troféu, e não há nenhum sistema de liga ou de classificação para outros torneios.

Este sistema gera debates entre os profissionais do game. A falta de investimento da desenvolvedora no cenário competitivo resulta em premiação baixa se comparada a outros títulos com cenário estabelecido. Esses valores muitas vezes são pagos com o dinheiro da inscrição dos participantes, ou, em alguns casos, pela doação de fãs e de pequenos patrocinadores. Algumas exceções são os campeonatos da DreamHack, que organiza diversos torneios de variados esportes eletrônicos, e a EVO.

EVO e o Smash Ultimate em 2019

A expectativa para a estreia de Super Smash Bros. Ultimate na EVO 2019 era altíssima, e a comunidade do game não decepcionou. Os números do jogo no evento impressionaram, sendo o título mais popular da edição de 2019, que aconteceu em agosto. Quase 3,5 mil jogadores se inscreveram no torneio principal do jogo, também conquistado por MKLeo, e mais de 279 mil espectadores assistiram ao jogo final durante o evento na Twitch TV.

EVO 2019 foi a primeira edição do evento a ter um torneio de Super Smash Bros. Ultimate — Foto: Divulgação/Evolution

Em 2019, mais de US$ 1 milhão (aproximadamente R$ 4,1 milhões em conversão direta) foram premiados aos jogadores em torneios de Super Smash Bros. Ultimate. Apesar de parecer muito dinheiro, o título figura apenas em 55º lugar na lista das maiores quantias pagas na história dos campeonatos de esports. Os dois torneios com maior premiação, Smash Ultimate Summit e Ultimate Summit 2, foram realizados em março e outubro de 2019, respectivamente, ambos com prize pool de um pouco mais US$ 50 mil (cerca de R$ 207 mil). Infelizmente, os números não parecem aumentar, e apenas aqueles que estão no topo do cenário competitivo conseguem viver como atletas profissionais.

2020 e além

Super Smash Bros. Ultimate ainda dá seus primeiros passos no competitivo, e a possibilidade de inclusão de novos modos e lutadores no jogo promete movimentar ainda mais o metagame e o cenário. A Nintendo lança patches de atualizações relacionadas ao gameplay do jogo constantemente, o que pode alterar de forma substancial a dinâmica do competitivo. Há ainda expectativa para o lançamento da Fighter Pass, uma DLC com cinco novos personagens que serão introduzidos no jogo em breve. Outra expectativa da comunidade é uma participação mais assertiva da Nintendo no cenário competitivo.

Super Smash Bros. Ultimate promete entrar de vez no cenário competitivo em 2020 — Foto: Divulgação/Nintendo

Alguns campeonatos já foram confirmados no início deste ano, como a EVO Japan 2020, que contará com 3072 participantes disputando o troféu em Tóquio, no final de janeiro. A EVO 2020, versão ocidental do evento, também está confirmada em Las Vegas, nos Estados Unidos, e tudo indica que o game terá forte presença. Outros torneio menores já estão acontecendo. Entre eles, destaca-se o Valhalla III, na Dinamarca, com premiação de mais de R$ 12 mil.

Países e jogadores de destaque

Os Estados Unidos dominam o cenário competitivo de Super Smash Bros. Ultimate. Na lista dos dez profissionais que mais faturaram em campeonatos do jogo, oito são americanos. Quem encabeça a lista, no entanto, é um pro player de outra nacionalidade. O mexicano Leonardo "MKLeo" Perez é o grande nome a ser batido nos principais torneios do game. O jovem de 18 anos já faturou mais de US$ 109 mil (cerca de R$ 445 mil) nos campeonatos de Smash Ultimate, conquistando o primeiro lugar em nove dos últimos dez torneios em que participou. Outros nomes de destaque são o francês William "Glutonny" Belaid e o americano Gavin "Tweek" Dempsey, atleta da TSM.

MKLeo é o grande nome a ser batido nos principais campeonatos de Super Smash Bros. Ultimate — Foto: Divulgação/Echo Fox

As organizações de esports também estão investindo cada vez mais no game. Além da TSM de Tweek, a Team Liquid patrocina o americano Samuel "Dabuz" Buzby, o segundo jogador que mais faturou com Smash Ultimate. A NRG Esports com Nairoby "Nairo" Quezada, e a Counter Logic Gaming com James "VoiD" Makekau-Tyson também fazem parte do cenário profissional.

Qual o seu game de luta preferido? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo