Celulares

Por Paulo Alves, para o TechTudo


A Xiaomi pode largar na frente com o lançamento do primeiro celular com memória RAM de 16 GB. Portais especializados na Ásia repercutem a suposta certificação do Black Shark 3 por parte da agência reguladora chinesa equivalente à Anatel. Segundo o Twitter de Sudhanshu, conhecido por vazar informações sobre smartphones chineses, o sucessor do Black Shark 2 irá superar a barreira de 12 GB de RAM dos telefones premium atuais.

Sucessor do Black Shark 2, da Xiaomi, pode ser o primeiro smartphone do mundo com memória RAM de 16 GB — Foto: Divulgação/Xiaomi

O Black Shark 2 é um celular da Xiaomi lançado em 2019 voltado para o público gamer. Apesar de trazer hardware potente, ele acabou sendo ofuscado pelo ROG Phone 2, da Asus, considerado o Android mais poderoso do ano passado. A terceira geração chegaria com força total: além da maior quantidade de memória já vista em um smartphone, o Black Shark 3 traria conectividade 5G e o chip Snapdragon 865, componente da Qualcomm que deverá aparecer nos principais lançamentos de 2020.

Outros detalhes especulados para o celular envolvem a adoção do armazenamento mais veloz do tipo UFS 3.0, tela de 6,39 polegadas com resolução Quad HD e taxa de atualização de 120 Hz para entregar animações mais fluidas. É esperado também um incremento de capacidade na bateria, que passaria de 4.000 mAh para 4.700 mAh e traria suporte a recarga rápida de 27W.

A expectativa é que a Xiaomi apresente o aparelho já no próximo mês, o que pode coincidir com a feira de mobilidade MWC 2020, em Barcelona.

Com informações de Sudhanshu e Gizchina

Xiaomi: saiba o verdadeiro significado da logo e mais 4 curiosidades

Xiaomi: saiba o verdadeiro significado da logo e mais 4 curiosidades

Mais do TechTudo