Bancos digitais

Por Ana Letícia Loubak, para o TechTudo


O Nubank atingiu a marca de 15 milhões de clientes em 2019, e a fintech continua a crescer com diferentes ações de marketing para angariar cada vez mais consumidores. Para isso, a instituição financeira tem enviado cartas escritas a mão para não-usuários, convidando-os a aderir ao banco digital. Embora criativa, a ação de marketing levanta uma questão importante: como o Nubank tem acesso ao endereço das pessoas?

Essa foi a pergunta feita pelo jornalista Bruno Gâmbaro após receber uma carta personalizada da instituição financeira. Em seu perfil no Twitter, ele publicou uma foto da mensagem e pediu explicações públicas ao banco digital. O tuíte viralizou na rede social na última semana, e a estratégia de marketing do Nubank virou assunto entre os usuários. Em nota do TechTudo, o Nubank informou que não-clientes podem optar por não receber correspondências da empresa, e que a fintech não tem de fato acesso ao endereço residencial das pessoas: "Mantemos parcerias com empresas que agregam bases de dados cadastrais, as quais são responsáveis pelo envio das comunicações aos potenciais clientes que possam ter interesse nos produtos ou na marca".

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Na carta, que contém uma foto da equipe do Nubank, o banco explica o porquê da escolha pelo texto manuscrito e diz que não trata "ninguém como número, e sim como pessoa". A fintech também critica o serviço dos bancos tradicionais e, ao final, convida o leitor a aderir à conta digital e ao cartão de crédito roxinho.

Basta uma rápida pesquisa no Twitter para ver que a prática do banco é bastante comum. Além de Bruno, outros usuários também disseram ter recebido a carta. Muitos se mostraram preocupados com a proteção dos seus dados pessoais.

Em resposta à queixa de uma mulher que recebeu a carta, o Nubank explicou que o endereço é obtido a partir de uma parceria com o BoaVista SCPC, empresa de consulta de crédito e cadastro positivo. Segundo afirmou a fintech no Twitter, as bases de dados não possuem informações bancárias e nem comprometem o score de crédito da pessoa consultada.

Em nota ao TechTudo, o Nubank disse que não tem acesso ao endereço ou nome das pessoas que não são clientes da instituição, mas confirmou a parceria com as empresas de crédito. Confira o posicionamento completo a seguir.

No Nubank, o envio de cartas é mais um dos canais que usamos para nos comunicar com potenciais clientes. Para o envio das cartas, não temos acesso ao endereço ou nome das pessoas que não são nossas clientes. Mantemos parcerias com empresas que agregam bases de dados cadastrais, as quais são responsáveis pelo envio das comunicações aos potenciais clientes que possam ter interesse nos produtos ou na marca. Pelo canal sou.nu/transparente, o cliente pode optar por não receber mais nossas cartas.

Via Nubank

Como obter um convite da Nubank? Descubra no Fórum do TechTudo.

Como colocar crédito no celular com app grátis

Como colocar crédito no celular com app grátis

Mais do TechTudo