Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A Apple pretende impedir a circulação do livro “App Store Confidential”, escrito por Tom Sadowski, ex-funcionário da empresa, por entender que a obra revelaria segredos internos da companhia. Sadowski foi gerente da App Store para Alemanha, Austria e Suíça, entre 2014 e 2019, e teria supostamente detalhado o funcionamento interno da Apple em questões relacionadas à loja de aplicativos, revelando até mesmo o conteúdo de reuniões com Tim Cook. Além do autor, a Apple também move ações contra Murmann Verlag, editor do livro. As informações sobre o episódio foram reveladas pelo jornal alemão Focus, na última quarta-feira (19).

iPhone 11 em mãos: saiba preço e tudo sobre o lançamento da Apple de 2019

iPhone 11 em mãos: saiba preço e tudo sobre o lançamento da Apple de 2019

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Na avaliação da Apple, o livro rompe obrigações contratuais de Sadowski no sentido de manter segredos e políticas internas da empresa em sigilo, mesmo depois de deixar a companhia. Esse tipo de contrato, geralmente classificado sob o termo de NDA (sigla, em inglês, para “acordo de não-divulgação”), é comum na área de tecnologia, sendo muito utilizado por corporações do setor para impedirem que seus segredos sejam divulgados.

A Apple exige que Sadowski e Verlag removam todas as cópias da obra em circulação, encerrando a distribuição do livro e destruindo qualquer cópia e manuscrito existente relacionado à obra. Até o momento, as exigências da Apple não foram cumpridas, já que o título ainda se encontra disponível em lojas virtuais.

A Apple emitiu um comunicado oficial ao site The Verge sobre o episódio, explicando que “apesar de lamentar o meio pelo qual um empregado de muito tempo violou a relação de trabalho, as ações [de Sadowski] não deixaram nenhuma opção que não fosse a sua demissão”. Além de indicar que o autor possa ter sido demitido em função do livro, a maçã reforça ainda que acredita que “todas as empresas devem ter a expectativa razoável de que suas práticas e modos de operação devam ser mantidas sob sigilo”.

Apple quer impedir publicação de livro que conta "segredos" da empresa — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Apple quer impedir publicação de livro que conta "segredos" da empresa — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Apple quer impedir publicação de livro que conta "segredos" da empresa — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Em entrevista ao jornal alemão Der Spiegel, Tom Sadowski afirma ter compartilhado o livro com a Apple antes de sua publicação e que não entende a reação da corporação já que, no seu entender, “App Store Condidential” mais beneficiaria a imagem da Apple do que prejudicaria.

O livro já está em circulação, mas algumas pessoas relatam que seu conteúdo é banal: ele retrataria a carreira do autor na Apple, suas experiências positivas e negativas no trato com a empresa, além de opiniões pessoais. O site EN24, por exemplo, afirma que não encontrou nenhum segredo relacionado às operações da companhia e que acredita que a maçã possa estar incomodada com opiniões negativas que o autor tece a respeito de feedback recebido de diretores.

Qual comprar: MacBook Air ou Pro? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo