Backup

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O Google admitiu, na última segunda-feira (3), ter enviado vídeos guardados no Google Fotos para outros usuários por engano. O incidente ocorreu entre os dias 21 e 25 de novembro de 2019 por conta de uma falha na ferramenta de backup Takeout, que permite baixar um arquivo ZIP com conteúdos armazenados na nuvem da empresa. Quem não exportou dados na janela de cinco dias em que o bug esteve ativo não teria tido sua biblioteca de mídia trocada com ninguém.

A companhia confirmou ao portal 9to5Google que alguns backups gerados nessa janela estavam incompletos, enquanto outros traziam vídeos de outras pessoas. Estima-se que cerca de 100 mil pessoas tenham sido afetadas, o equivalente a 0,01% dos mais de 1 bilhão de usuários do serviço. Eles foram avisados sobre o problema por e-mail.

Como editar fotos no computador sem baixar nada

Como editar fotos no computador sem baixar nada

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A causa da falha é incerta. Em comunicado enviado a usuários afetados, o Google se limitou a dizer que o bug foi causado por um “problema técnico”. Segundo a empresa, o problema não atingiu imagens e foi “identificado e resolvido” no dia 25 de novembro.

Vídeos armazenados no Google Fotos podem ter ido parar nas mãos de estranhos — Foto: Reprodução/TechTudo

As mídias enviadas por engano, entretanto, seguem nos arquivos pessoais de estranhos. O comunicado não informa quantos nem quais vídeos teriam sido exportados em arquivos de backup de terceiros. Aos usuários que receberam vídeos que não eram seus, o Google apenas recomenda a geração de um novo arquivo ZIP.

Como recuperar fotos do Google Fotos? Veja dicas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo