Placas

Por Fernando Sousa, para o TechTudo


Core i5 3470 é um processador Intel de terceira geração lançado em 2012. Apesar da idade, o modelo oferece recursos interessantes e promete desempenho suficiente para boa parte das tarefas do dia a dia. Com preço médio de R$ 300, o chip é bastante procurado no mercado de usados e até hoje pode ser considerado uma boa opção de custo-benefício. Confira a seguir os principais pontos positivos e negativos da CPU Intel e saiba se o Core i5 ainda vale a pena.

Intel Core i5 3470 é um processador de quatro núcleos e threads sem Hyper Threading. — Foto: Divulgação/ Intel Intel Core i5 3470 é um processador de quatro núcleos e threads sem Hyper Threading. — Foto: Divulgação/ Intel

Intel Core i5 3470 é um processador de quatro núcleos e threads sem Hyper Threading. — Foto: Divulgação/ Intel

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Prós:

Barato

Uma das maiores vantagens do Intel Core i5 3470 é o preço baixo: o componente é encontrado por cerca de R$ 300 no Brasil. Vale ressaltar que o modelo já foi descontinuado pela Intel, ou seja, é necessário buscar pela peça no mercado de usados. Apesar disso, não é difícil encontrar uma placa-mãe com suporte ao chip, que pode custar a partir de R$ 260 na versão mais simples.

Velocidades de até 3,6 GHz

O clock do Intel Core i5 3470 é outro ponto interessante, já que com 3,6 GHz é possível ter um desempenho aceitável em grande parte das atividades no dia a dia. O processador não é desbloqueado para overclock, mas existem alguns modelos de placa-mãe que permitem configurá-lo para trabalhar sempre em frequência boost, com o máximo de desempenho.

Quatro núcleos e threads

Apesar de não oferecer suporte ao Hyper Threading, tecnologia da Intel que permite a cada núcleo físico funcionar como dois núcleos lógicos, o Intel Core i5 3470 traz quatro núcleos e quatro threads, o que pode ser considerado suficiente para um desempenho básico. Vale lembrar que, segundo dados da plataforma de jogos Steam, grande parte dos jogadores de todo mundo ainda utilizam processadores quad-core. Se a ideia é utilizar o chip para produtividade, deve ser possível executar as tarefas mais comuns sem problemas.

Intel Core i5 3470 é um processador quad-core sem Hyper Threading, mas deve funcionar para tarefas diárias — Foto: Divulgação/Intel Intel Core i5 3470 é um processador quad-core sem Hyper Threading, mas deve funcionar para tarefas diárias — Foto: Divulgação/Intel

Intel Core i5 3470 é um processador quad-core sem Hyper Threading, mas deve funcionar para tarefas diárias — Foto: Divulgação/Intel

Versatilidade

Como apontam os dados da Steam, o Intel Core i5 3470 pode ser uma alternativa inclusive para quem busca um processador para jogos. É importante ter em mente a importância de equilibrar o uso da CPU com uma placa de vídeo adequada à sua demanda, já que uma GPU de alto desempenho pode ter seu potencial limitado pelo processador. Já para navegar na internet, utilizar ferramentas do pacote Office ou até mesmo para trabalhos mais simples, o componente de terceira geração da Intel tem tudo para oferecer velocidade suficiente.

Contras:

Produto ultrapassado

Apesar de seu preço acessível, é preciso considerar que o Intel Core i5 3470 é um processador lançado há oito anos atrás. Dessa forma, o produto não traz suporte a diversas tecnologias que foram incorporadas à série Core i5 posteriormente. Além disso, por se tratar de um componente antigo, um upgrade futuro seria dificuldade por exigir a troca de toda a plataforma, ou seja, placa-mãe, processador e memória. Portanto, pagar mais barato em um primeiro momento pode não compensar.

Intel Core i5 é voltado para o mercado intermediário, mas a idade avançada do modelo Core i5 3470 indica um uso mais simples — Foto: Divulgação/Intel Intel Core i5 é voltado para o mercado intermediário, mas a idade avançada do modelo Core i5 3470 indica um uso mais simples — Foto: Divulgação/Intel

Intel Core i5 é voltado para o mercado intermediário, mas a idade avançada do modelo Core i5 3470 indica um uso mais simples — Foto: Divulgação/Intel

TDP alto

Outro ponto que deixa a desejar no Core i5 3470 é seu consumo, com TDP de 77 Watts. Esse número aponta a quantidade de energia dissipada na forma de calor, ou seja, é um indicativo de consumo do componente. Caso o cooler não seja capaz de dissipar todo o calor gerado, o processador vai reduzir as frequências para manter uma temperatura de operação adequada. Versões mais recentes como o Core i5 9400, por exemplo, que possui TDP de 65 Watts, têm uma margem maior para que o chip atue em frequências mais altas por mais tempo.

Vídeo integrado obsoleto

Se mesmo nos processadores mais modernos da Intel a solução de vídeo integrado já não agrada a maioria dos usuários, é possível imaginar que o Intel UHD Graphics 630 do Intel Core i5 3470 também não deve surpreender. Atualmente, apenas os processadores da AMD com vídeo integrado Vega são capazes de oferecer um desempenho equilibrado, mas a Intel busca melhorar esse desempenho com os novos Iris Plus, disponíveis nos processadores Comet Lake de décima geração.

Antes de comprar um novo processador, saiba o modelo da sua placa-mãe:

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Suporta apenas DDR3

O Intel Core i5 3470 tem suporte apenas a memórias DDR3, mais lentas e relativamente mais difíceis de encontrar no mercado. É importante considerar também que, conforme a tecnologia de memórias evolui, os padrões mais utilizados têm um preço mais acessível – caso do DDR4 no momento. Dessa forma, antes de considerar o Intel Core i5 3470, vale pesquisar os modelos de placa-mãe que vão permitir a alocação de mais memória e verificar a disponibilidade de DDR3 em sua região.

Existe "gargalo" entre processador e placa mae? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo