Segurança

Por Thiago Siqueira, para o TechTudo


A rede de hotéis MGM Resorts sofreu um vazamento de dados em que informações privadas de seus hóspedes foram roubadas e postadas em um fórum de hackers nesta semana. Ao todo mais de 10,6 milhões de pessoas tiveram dados como nome telefone, endereço residencial, e-mail e data de nascimento divulgados. Além dos hóspedes comuns, o cantor Justin Bieber, o CEO do Twitter Jack Dorsey e diversas pessoas que atuam em grandes companhias de tecnologia e em governos estão entre as vítimas, já que se trata de uma rede de hotéis de luxo.

A informação foi divulgada pelo portal ZDNet, na última quarta-feira (19). O MGM confirmou o vazamento ao site e explicou que o caso ocorreu no último ano em um servidor com dados limitados. Por isso, a empresa acredita que informações financeiras, cartões de crédito ou senhas não tenham sido divulgados. Apesar de ter sido descoberto no ano passado, somente nesta semana os dados foram postados em um fórum de hackers online.

Justin Bieber e outras figuras importantes tiveram dados vazados do hotel MGM — Foto: Reprodução/Instagram

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo.

O ZDNet constatou a autenticidade dos dados junto com um pesquisador de segurança da empresa Under the Breach. De acordo com o portal, as informações eram referentes a 10.683.188 hóspedes e incluíam dados pessoais, como nome completo, telefone, endereço, e-mail e data de aniversário.

Segundo o MGM Resorts, o vazamento aconteceu por causa de um acesso não autorizado a um servidor na nuvem que continha informações sobre hóspedes antigos. Por conta disso, os dados divulgados eram de pessoas que se hospedaram em algum hotel da rede antes de 2017. A empresa também afirmou que descobriu o vazamento no ano passado e que todas as pessoas afetadas foram avisadas do problema. Na ocasião, duas companhias de segurança cibernética foram contratadas para fazer uma investigação interna. Além disso, a rede de resorts reforçou que leva muito a sério a responsabilidade de proteger os dados de seus hóspedes.

Veja também: cinco dicas para usar o WhatsApp com segurança

WhatsApp: cinco dicas para usar o app com segurança

WhatsApp: cinco dicas para usar o app com segurança

A MGM é uma empresa de Las Vegas, nos Estados Unidos, que opera hotéis de luxo em diversos lugares do mundo. Embora não haja indícios de que criminosos tenham utilizado essas informações, o vazamento de dados é perigoso porque pode abrir brechas para furtos e golpes. Criminosos e pessoas mal-intencionadas podem aplicar tentativas de phishing por e-mail ou mensagem no celular, fazendo o usuário clicar em um link que infecta o dispositivo e envia informações sensíveis para outra pessoa. Além disso, as vítimas correm o risco de que terceiros se passem por elas e consigam acesso a contas bancárias ou outros meios de pagamento que forneçam benefícios econômicos.

Via ZDNet

Como proteger os dados no Dropbox? Veja dicas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo