Celulares

Por Thássius Veloso — San Francisco, EUA


Galaxy S20, S20 Plus e S20 Ultra; conheça a ficha técnica

Galaxy S20, S20 Plus e S20 Ultra; conheça a ficha técnica

O Galaxy S20 está entre nós com mudanças importantes no hardware, em especial no design das câmeras. No entanto, um aspecto nada tecnológico ganhou as redes sociais: o motivo por trás da decisão de pular o nome “S11” – natural sucessor do S10. Afinal, os novos modelos se chamam Galaxy S20, Galaxy S20 Plus e Galaxy S20 Ultra. Para desvendar este mistério, o TechTudo conversou com Mario Laffitte, vice-presidente da Samsung América Latina.

De acordo com o executivo, existe a “oportunidade única” de tirar proveito da nova década – os anos 2020, apesar de toda a discussão em torno do assunto. “Com essa nomenclatura, a gente olha para os próximos dez anos de Galaxy e os próximos dez anos com mais transformação no uso de smartphones”, comenta o executivo.

Menor celular da nova linha, Galaxy S20 tem tela de 6,2 polegadas — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Nada diferente do que a principal rival também fez ao anunciar o iPhone X (em algarismos romanos; lê-se 10). A companhia liderada por Tim Cook optou por ignorar o nome “iPhone 9” ao anunciar um smartphone completamente diferente e que marcou os dez anos da linha em 2017.

Laffitte segue na explicação: “Faz parte do posicionamento da Samsung, que quer continuar sendo uma empresa que avança na fronteira da tecnologia. Esta é a ideia principal.” O profissional tem motivos para comemorar, pois a Samsung responde por mais da metade do mercado de smartphones na área que engloba Brasil, Chile e Argentina. São 108 unidades vendidas por minuto (em média) na América Latina.

Agora os esforços se voltam para a linha S20. Os preços de entrada variam entre US$ 999 e US$ 1.399 nos Estados Unidos, o que dá entre R$ 4.330 e R$ 6.060 conforme o câmbio atual. São smartphones caros até mesmo para o poder aquisitivo dos americanos.

Foto de San Francisco feita com o Galaxy S20 Ultra — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O vice-presidente da Samsung América Latina afirma que são inúmeras as tecnologias para justificar os valores. “A nova linha traz muitas inovações principalmente na câmera fotográfica. Este é um dos aspectos mais importantes para o consumidor latino-americano”, comenta. De fato, o S20 e o S20 Plus estreiam câmera teleobjetiva de 64 MP. Já o S20 Ultra oferece uma grande angular de 108 MP (e o Xiaomi Mi 10 Pro deve ir pelo mesmo caminho).

Os engenheiros redesenharam todo módulo fotográfico que fica na traseira do telefone, que segue tendo uma identidade própria. O Ultra também faz bonito nas selfies por causa da câmera frontal de 40 MP. “Foi apropriado fazer o salto do S10 para o S20. Mostra toda a diferença de tecnologia nos novos dispositivos”, conclui.

Linha S20: Samsung renova módulo de câmera traseira — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Fãs da marca podem estar se questionando sobre o sucessor deste modelo. Seria o S21? O executivo tergiversa: “Vamos esperar 2021 para ver o que acontece.”

A linha S20 roda Android 10 com interface One UI. Está confirmado o desembarque dos produtos no Brasil nos próximos meses. Apesar de não haver nenhuma informação oficial, especula-se no mercado que o lançamento seria em março, uma tradição da empresa. Os preços brasileiros de S20, S20 Plus e S20 Ultra permanecem em segredo.

Futuros compradores perceberão melhorias importantes de hardware, como a tela capaz de exibir conteúdo em 120 Hz e a maior precisão do painel sensível ao toque. Já os cantos curvados ficaram menos acentuados, fazendo com que a linha S perdesse uma característica marcante das últimas gerações.

O jornalista viajou para os Estados Unidos a convite da Samsung.

Mais do TechTudo