Celulares

Por Thássius Veloso, da redação

Thássius Veloso/TechTudo

Os celulares Galaxy S10 Lite e Galaxy Note 10 Lite desembarcam no Brasil neste mês. O preço sugerido do novo S10 fica em R$ 3.999, enquanto o novo modelo de Note 10 custa R$ 3.799. O anúncio dos smartphones premium com Android 10 é realizado pela Samsung nesta quarta-feira (05). Desta vez, os sul-coreanos apostam em versões mais simples de telefones que já são conhecidos do grande público – por isso o “Lite” no nome, “leve” em português.

A ideia é tirar proveito de marcas que todos já conhecem. Há diferenças de ficha técnica – com perda de alguns recursos – para justificar os valores menores que S10 e Note 10 tradicionais. Ao menos a bateria ficou maior em ambos.

Galaxy S10 Lite por R$ 3.999

Galaxy S10 Lite tem bateria mais potente — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Edição mais simples do Galaxy S10, o smartphone Galaxy S10 Lite perde a câmera traseira com abertura dupla, um dos trunfos fotográficos do modelo mais completo, com resultados melhores em ambientes com pouca luz. Fica assim:

  • Principal com sensor de 48 MP (f/2.0) e estabilização ótica (Super Steady OIS) para vídeos
  • Ultra wide com sensor de 12 MP (f/2.2)
  • Macro com sensor de 5 MP (f/2.4)

Na área frontal fica a câmera de selfies de 32 MP (f/2.2). Há um avanço numérico em relação aos 10 MP vistos no S10E, S10 e S10 Plus.

Detalhe da câmera traseira do Galaxy S10 Lite — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Câmera de selfies fica posicionada em furo na tela — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A ficha técnica menciona tela Super AMOLED de 6,7 polegadas e resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels), processador Snapdragon 855 (octa-core de até 2,8 GHz), memória RAM de 6 GB, armazenamento de 128 GB e suporte a cartão microSD de até 1 TB.

Chama a atenção o preço sugerido de R$ 3.999 por ficar acima do praticado pelo varejo por outros telefones da linha. O Galaxy S10E com os mesmos 128 GB custa na faixa de R$ 2.500, enquanto o S10 é ofertado na casa de R$ 3.000 pelo comércio eletrônico.

O Galaxy S10 Lite é vendido nas cores preto, branco e azul.

Samsung Galaxy S10 Lite: testamos o celular na CES 2020

Samsung Galaxy S10 Lite: testamos o celular na CES 2020

O S10 Lite não conta com carregamento sem fio nem com a proteção IP68 contra entrada de água e poeira nos componentes internos.

Galaxy Note 10 Lite por R$ 3.799

S Pen: caneta stylus da Samsung marca presença no Galaxy Note 10 Lite — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Chega ao mercado do Galaxy Note 10 Lite, smartphone que bebe da fonte do Galaxy Note 10 e oferece caneta eletrônica S Pen pelo preço sugerido de R$ 3.799.

O gerente de produto Renato Citrini, da Samsung Brasil, explica que o acessório desta versão não tem giroscópio. O consumidor pode desenhar na tela ou clicar no botão presente na caneta, não pode fazer gestos no ar para controlar aplicativos – o que fez a S Pen do Note 10 receber o apelido de “varinha do Harry Potter”.

O Note 10 Lite também tem câmera tripla:

  • Principal com sensor de 12 MP (f/1.7)
  • Ultra wide e sensor de 12 MP (f/2.2)
  • Teleobjetiva com sensor de 12 MP (f/2.4) e estabilização ótica (OIS) para vídeos

Repete-se aqui a frontal do S10 Lite: selfies de 32 MP.

Traseira do Galaxy Note 10 Lite vermelho — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A ficha técnica menciona tela Super AMOLED de 6,7 polegadas e resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels), processador Samsung Exynos 9810 (octa-core de até 2,7 GHz), memória RAM de 6 GB, armazenamento de 128 GB e suporte a cartão microSD de até 1 TB.

Galaxy Note 10 Lite: também testamos o celular da Samsung

Galaxy Note 10 Lite: também testamos o celular da Samsung

O preço sugerido de R$ 3.799 posiciona o Galaxy Note 10 Lite pouco abaixo do Galaxy Note 10 completo, atualmente ofertado na faixa de R$ 4.000 no varejo online. Ele chegou a custar cerca de R$ 3.060 em janeiro.

São três cores: preto, vermelho e Aura Glow (acabamento perolado com tratamento multireflexivo quando em contato com luz).

Características em comum

Os displays do S10 Lite e do Note 10 Lite contam com biometria integrada: basta encostar o dedo na própria para desbloquear. Fica faltando a lateral curvada, um dos destaques do design da Samsung em tempos recentes. Também não contam com vidro ou metal na construção, materiais substituídos por muito plástico cromado.

Por fim, ambos trazem bateria de 4.500 mAh, um componente de respeito. Algumas subsidiárias da Samsung no exterior chegam a prometer dois dias de autonomia, informação que a Samsung Brasil não divulgou nesta data.

Quer saber tudo sobre o universo de celulares, jogos, aplicativos e demais eletrônicos? É só dar uma olhada no nosso canal no YouTube:

Mais do TechTudo