Caixas de som

Por Paulo Alves, para o TechTudo


Caixas de som inteligentes podem ativar o reconhecimento de voz fora de hora até 19 vezes por dia, de acordo com um estudo da Northeastern University, na Inlgaterra. Ou seja: mesmo sem serem acionados, os aparelhos começam a gravar o som ambiente em busca de novos comandos. O levantamento aponta ainda que a HomePod, da Apple, equipada com a Siri, é o modelo com mais ativações por engano, junto à Harman Kardona, da AKG, que traz Cortana (Microsoft) integrada. Entre os smart speakers avaliados estão ainda a Google Home Mini, com Google Assistente, e as Amazon Echo, da Amazon, com assistente Alexa.

Google Nest Mini: saiba tudo sobre a caixa de som inteligente

Google Nest Mini: saiba tudo sobre a caixa de som inteligente

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Durante o experimento, as caixas foram colocadas em um ambiente isolado vigiado por câmeras e fazê-las ouvir o mesmo conjunto de sons 24 horas por dia. Os pesquisadores reproduziram episódios de séries da Netflix com muitos diálogos para simular conversas entre usuários. Segundo os cientistas, não há sinais de que as caixas escutem o ambiente o tempo todo, mas a frequência de ativação varia muito conforme o modelo.

Os dispositivos são ativados, em média, entre 1,5 e 19 vezes por dia. Os aparelhos da Apple e da AKG foram os mais acionados fora de hora, mesmo sem ouvir as frases “Hey, Siri” e “Cortana”. A caixa Echo Dot de segunda geração aparece na sequência, seguida da Google Home Mini de primeira geração e da Echo Dot de terceira geração.

HomePod foi a caixa mais ativada por engano em ambiente controlado — Foto: Reprodução/Northeastern University HomePod foi a caixa mais ativada por engano em ambiente controlado — Foto: Reprodução/Northeastern University

HomePod foi a caixa mais ativada por engano em ambiente controlado — Foto: Reprodução/Northeastern University

O estudo mostra que as ativações por engano estão ligadas à semelhança entre os comandos de acionamento e palavras comuns do dia a dia. No caso da Siri, por exemplo, sons com fonemas parecidos com “Hey” tendem a acordar a HomePod com mais facilidade. No entanto, palavras que rimam com “Hi” também surtiram o mesmo efeito na caixa inteligente da Apple durante os testes.

Os especialistas reforçam que a frequência de ativações mudou bastante ao longo do experimento. A variação teria a ver com um caráter randômico, já que as chances de uma caixa ser ativada dependem da semelhança entre o comando e o que está sendo dito.

Vale ressaltar que a pesquisa ainda está em andamento, e ainda tem como objetivo descobrir a frequência com que áudios são enviados para a nuvem e, assim, processados localmente. Os cientistas também buscam descobrir a variação das detecções entre diferentes sotaques e gêneros, além de um possível ajuste automático após uma detecção errada para melhorar a taxa de acerto.

Apple HomePod foi o dispositivo mais acionado fora de hora — Foto: Divulgação/Apple Apple HomePod foi o dispositivo mais acionado fora de hora — Foto: Divulgação/Apple

Apple HomePod foi o dispositivo mais acionado fora de hora — Foto: Divulgação/Apple

Os resultados levam em conta apenas o comportamento das caixas com diálogos em inglês. Não se sabe como os produtos se comportam em outros idiomas, como o português. Das cinco caixas analisadas, apenas a Echo Dot de terceira geração está à venda no Brasil, e permite excluir os dados de voz salvos no aparelho. O Google Nest Mini, que chegou ao país em novembro de 2019 é de geração mais recente, enquanto os produtos de Apple e AKG ainda não estão disponíveis no mercado nacional.

Amazon é um site de compras confiável? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo