Celulares

Por Vitor Grama, da redação


Além do sensor principal, câmeras ultra wide, teleobjetiva e macro estão presentes em celulares premium e até em intermediários. Sensores ToF e câmeras de profundidade também passaram a fazer parte do conjunto fotográfico dos telefones. Com o surgimento de celulares com câmera tripla, quádrupla e até quíntupla, podem aparecer dúvidas sobre o funcionamento das lentes.

Pensando nisso, o TechTudo se debruçou sobre a nomenclatura usada por Motorola e Samsung na hora de elaborar novos smartphones. Conheça o glossário a seguir.

Google Pixel 4: testamos o celular com câmera top e controle por gestos

Google Pixel 4: testamos o celular com câmera top e controle por gestos

Câmera principal

Trata-se do sensor que é usado quando o usuário abre o aplicativo da câmera. Motorola e Samsung afirmam que é a câmera mais versátil, ou seja, normalmente a mais usada. "É capaz de executar todo o trabalho de inteligência artificial, como identificar se o ambiente está em baixa luminosidade ou se o modo indicado para a foto é retrato", afirma a Motorola.

Já a Samsung declara que no geral possuem ângulo de abertura de cerca de 80 graus. Devido à polivalência da câmera, o iPhone XR, o celular mais vendido de 2019, conta apenas com um sensor na parte traseira do smartphone que é capaz até de realizar o modo retrato por meio de software.

iPhone XR ou iPhone X? Dicas para escolher entre celulares da Apple

iPhone XR ou iPhone X? Dicas para escolher entre celulares da Apple

Câmera ultra wide

Também conhecida como grande angular, tem como objetivo oferecer campo de visão amplo. É usada para dar impressão de que o usuário está mais afastado do que realmente está. De acordo com a Motorola, "é recomendada para tirar fotos de paisagem ou fotos com toda a família reunida num almoço de domingo, por aumentar a área de captura da foto".

A Samsung afirma que os celulares da marca usam curvatura de 120 graus ou mais. Já a Motorola informa que usa lentes ultra wide de 117 graus. A empresa sul-coreana também ressalta a capacidade de distorção da câmera. "Outra particularidade dessa lente é que, devido à curvatura, é possível fazer efeitos de distorção interessantes ao aproximar-se do objeto a ser fotografado."

Pelo lado dos sul-coreanos, o Galaxy A50, queridinho dos brasileiros da Black Friday 2019, conta com esta lente no kit fotográfico. Já a Motorola apresentou a câmera grande angular no Motorola One Action e em seguida também trouxe no Moto G8 Plus.

Motorola One Action conta com câmera ultra wide — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Câmera macro

A proposta da câmera macro é tirar fotos de objetos bem de pertinho. Segundo a Motorola, a lente permite fotografar com até cinco vezes mais detalhes e é recomendado para fotos com objetos a menos de 10 centímetros de distância. A gigante sul-coreana afirma que a câmera permite captar detalhes difíceis de se notar até mesmo a olho nu.

A empresa americana trouxe a novidade no Motorola One Macro e depois reforçou a linha Moto G com os recém-chegados Moto G8 e Moto G8 Power que destacam-se pela presença da câmera macro nos dois modelos. Já a Samsung revelou o Galaxy A51 e Galaxy A71 que também contam com lente dedicada para captar fotos com objetos próximos.

No entanto, há diferenças nas câmeras das empresas: enquanto o celular da Motorola apresenta macro com resolução de 2 MP, os celulares sul-coreanos contam com câmera que capta imagens de até 5 MP.

Galaxy A51: conheça o novo celular da Samsung

Galaxy A51: conheça o novo celular da Samsung

Câmera de profundidade

É a câmera responsável por realizar o famoso modo retrato, as populares fotos com o fundo desfocado. Em linhas gerais, Motorola e Samsung informam que o componente consegue identificar a profundidade das fotos para realizar o efeito bokeh. A empresa americana resume o funcionamento da câmera: "faz um mapeamento para identificar o que está mais perto ou longe e auxilia a câmera principal a identificar os planos".

A Motorola estreou a câmera de profundidade nos celulares da marca com o Moto G5S Plus. Os sul-coreanos inauguraram a febre do modo retrato nos smartphones da empresa com o Galaxy Note 8.

Review do Galaxy Note 8

Review do Galaxy Note 8

Câmera teleobjetiva

Também chamada de telefoto, é encarregada de oferecer zoom ótico para a câmera do smartphone. Ambas as fabricantes afirmam que é usada para aproximar a imagem sem perda de resolução. A Samsung informa que a câmera é usada para "destacar partes do objeto ou da paisagem, mantendo a qualidade da imagem."

A câmera teleobjetiva está presente no Galaxy A9 (2018) e também no Galaxy S10. A Motorola também traz a lente no Motorola One Zoom, que promete aproximar a imagem em até três vezes sem perder a qualidade.

Samsung Galaxy S10, S10 Plus e S10e: veja lançamento dos novos smarts

Samsung Galaxy S10, S10 Plus e S10e: veja lançamento dos novos smarts

Câmera de ação

A câmera de ação é exclusiva em celulares da Motorola. Funciona no estilo da câmera GoPro para gravar vídeos em movimento. A empresa informa ainda que é possível filmar na vertical e assistir na horizontal.

O recurso pode ser útil para dar conforto ao usuário na hora de fazer uma filmagem e em seguida reproduzir em diversos canais. A câmera marca presença no Motorola One Action, celular da Motorola voltado para gravações de vídeos em ação.

Motorola One Action, o primeiro celular com câmera estilo GoPro

Motorola One Action, o primeiro celular com câmera estilo GoPro

Câmera ToF

A câmera Time of Flight (Tempo de Voo, em tradução livre) também é conhecida como sensor 3D. O componente promete trazer mais precisão em imagens no modo retrato. A Samsung explica que a tecnologia emite feixes de luz para mensurar quão distantes estão ou qual é o tamanho dos objetos. "Ela também auxilia no Foco dinâmico, que aplica efeitos de desfoque e distorções no fundo das fotos e vídeos", afirma a empresa sul-coreana.

A Samsung utiliza a nomenclatura DepthVision para se referir ao sensor ToF nos smartphones da marca. A Câmera ToF marca presença na recém-apresentada linha Galaxy S20. O sensor não está presente nos celulares da Motorola.

Samsung Galaxy S20, S20 Plus e S20 Ultra; conheça a ficha técnica

Samsung Galaxy S20, S20 Plus e S20 Ultra; conheça a ficha técnica

Câmera periscópica

A Samsung apresentou a tecnologia nos celulares da marca no Galaxy S20 Ultra. A lente é acoplada à câmera teleobjetiva e é composta de prismas que prometem aproximar a imagem sem perda significativa de resolução. No caso dos sul-coreanos, a fabricante usa uma combinação de zoom ótico com zoom digital para obter aproximação de até 100 vezes. No entanto, quanto maior a aproximação, maior será a perda de qualidade da imagem.

A tecnologia também está presente no Huawei P30 Pro, celular chinês com câmera potente. O telefone concorrente consegue aproximar imagens em até 50 vezes. A empresa chinesa promete que o smartphone é capaz até de capturar fotos da lua.

Huawei P30 Pro chega ao Brasil; veja preço e ficha técnica

Huawei P30 Pro chega ao Brasil; veja preço e ficha técnica

Com informações da Apple, Samsung (1/2/3/4/5/6), Motorola (1/2/3/4/5/6/7) e Huawei

Galaxy Z Flip: saiba tudo sobre o celular da Samsung

Galaxy Z Flip: saiba tudo sobre o celular da Samsung

Mais do TechTudo