Redes sociais

Por Guilherme Ramos, para o TechTudo


O Facebook derrubou mais de seis bilhões de contas em 2019 com a ajuda de inteligência artificial, resolvendo o que era um grande desafio para a rede social até então. O sistema de machine learning usado pela empresa, além de eliminar perfis falsos, bloqueia milhões de contas que tentam ser criadas diariamente, segundo informações divulgadas na última quarta-feira (4).

De acordo com a companhia, essa ferramenta foi desenvolvida durante dois anos para lutar contra spam e usuários fake. Vale destacar que o Facebook tem uma média de 2,5 bilhões de usuários ativos mensais e que a nova tecnologia vem sendo usada apenas para barrar perfis falsos.

Facebook derrubou mais de 6 bilhões de contas fakes em 2019 — Foto: Divulgação/Facebook

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O sistema é chamado de "Deep Entity Classification" (DEC), que, em tradução literal, significa "Classificação Profunda de Identidade". De acordo com o Facebook, milhares de critérios são usados para fazer a avaliação das contas e determinar elas sejam banidas. A ferramenta verifica o comportamento de usuários ativos em relação ao restante da comunidade, como número de solicitações de amizade enviadas e páginas curtidas. Uma característica interessante, e benéfica para a rede social, é que, como a inteligência artificial é automática, ela pode evoluir conforme os spams se adaptam.

Segundo o gerente de ciência de dados do Facebook, Bochra Gharbaoui, a ferramenta já reduziu o número de contas falsas em 27%. Como a questão da rede social contra perfis fakes e spam não é recente, barrar usuários não é novidade, porém, os aproximados 6,5 bilhões que foram banidos são números volumosos.

Veja também: como excluir muitas fotos no Facebook ao mesmo tempo

Como excluir muitas fotos no Facebook ao mesmo tempo

Como excluir muitas fotos no Facebook ao mesmo tempo

Apesar disso, os usuários não têm o que temer. A ferramenta analisa e identifica quatro tipos de perfis fake: contas ilegítimas, que não são representadas pela pessoa em questão; usuários reais que tiveram suas contas comprometidas por hackers; "spammers" que repetidamente mandam mensagens geradas automaticamente; e golpistas que manipulam usuários para cederem suas informações pessoais. O sistema da inteligência artificial consegue identificar, inclusive, hábitos não-humanos para desabilitar estes perfis.

De acordo com a empresa, desde que o DCE foi implementado, a rede social opera com um número aproximado de 5% de todos os 2,5 bilhões de usuários ativos. Esse esforço do Facebook tem ganhado notabilidade dentro do cenário político americano, com as eleições de 2020 e as polêmicas relacionadas a fake news e perfis falsos na última corrida presidencial em 2016.

App do Facebook travando? Descubra como resolver no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo