Times

Por Leandro Eduardo, para o TechTudo


A equipe do Santos Esports de Free Fire está classificada para a Série A da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). O time paulista garantiu o acesso após se consagrar campeã do primeiro split da Série C do torneio no último domingo (22). Durante a final, o Santos apresentou um desempenho regular, com um Booyah! e duas colocações no terceiro lugar do pódio. Além do Santos, mais sete equipes que disputaram a terceira divisão se juntam aos times da elite da LBFF. Conheça, a seguir, o time do Santos no Battle Royale da Garena.

Liga Brasileira de Free Fire vai começar o seu segundo split de 2020 — Foto: Divulgação/Free Fire Esports BR Liga Brasileira de Free Fire vai começar o seu segundo split de 2020 — Foto: Divulgação/Free Fire Esports BR

Liga Brasileira de Free Fire vai começar o seu segundo split de 2020 — Foto: Divulgação/Free Fire Esports BR

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Campanha no primeiro split

O Santos chegou a final do primeiro split da Série C após avançar nos torneios realizados na plataforma de campeonatos Player 1. As disputas foram realizadas entre os dias 29 de fevereiro e 16 de março de 2020, e contavam com a participação de 1536 times em uma dinâmica de eliminação direta, com séries melhor de uma partida (MD1). Ao término de três torneios, os 48 times com melhor pontuação avançaram para os playoffs.

Dos três torneios promovidos, a equipe santista participou de dois. No primeiro, que aconteceu entre 29 de fevereiro e 2 de março, o Peixe contabilizou 700 pontos e terminou em quinto lugar. No segundo, disputado entre 7, 8 e 9 de março, a organização teve um desempenho apagado, finalizando em 32º lugar com apenas 300 pontos. No entanto, com 1000 pontos acumulados e em 32º lugar na classificação geral, o Santos conseguiu a vaga para os playoffs após o término da fase de torneios da série C da LBFF.

A final da série C da Liga Brasileira de Free Fire foi disputada em cinco quedas, alternadas entre os mapas Bermuda e Purgatório. O Santos iniciou a competição com um Booyah! e demonstrou um desempenho regular ao terminar a penúltima e última queda em terceiro lugar. Ao total das cinco quedas, a equipe do Peixe contabilizou 1265 pontos, que a consagrou como vencedora da competição. O pódio foi completado pela equipes Peaky E-Sport e SS ESPORTS, respectivamente em segundo e terceiro lugar.

Lineu up vencedora

A line up do Santos campeã do primeiro split da série C da LBFF é formada por seis atletas profissionais de várias partes do país, que, a partir de agora, devem se reunir em São Paulo para participar das presenciais da LBFF. Felipe “Flocky”, de 28 anos, Tallyson “BOSS”, de 20, Matheus “Lobato”, Ruan “RNZIN” e Gustavo “ONE”, todos três de 16 anos, conquistaram o troféu sob orientações do técnico “Cauan” Santana, de 22 anos.

A equipe competitiva do Santos no Free Fire é composta por Flocky, BOSS, Lobato, RNZIN, ONE e Cauan — Foto: Divulgação/Santos Esports A equipe competitiva do Santos no Free Fire é composta por Flocky, BOSS, Lobato, RNZIN, ONE e Cauan — Foto: Divulgação/Santos Esports

A equipe competitiva do Santos no Free Fire é composta por Flocky, BOSS, Lobato, RNZIN, ONE e Cauan — Foto: Divulgação/Santos Esports

Além das ótimas colocações, os jogadores da Santos se destacaram pela quantidade de abates. Na LBFF, as kills também são contabilizadas e somadas na pontuação. Na primeira partida, os jogadores Cauan e BOSS contabilizaram três kills cada, totalizando seis. Na quinta e última partida, o Santos repetiu o feito e somou mais seis abates, novamente com BOSS e Flocky. No total, a equipe contabilizou 22 abates.

Relembre melhores jogos e streamer de 2019:

Melhores do Ano TechTudo 2019: conheça os jogos vencedores

Melhores do Ano TechTudo 2019: conheça os jogos vencedores

Calendário

Conforme adiantado pela Garena, o segundo split da Liga Brasileira de Free Fire terá algumas modificações na organização. Durante a primeira etapa, o torneio contava apenas as Séries A e C. No entanto, neste segundo split, a LBFF passa a promover competições da Série B. A segunda divisão será composta pela Prodigy Games e SKS Esports, que foram rebaixados da série A, mais os times que ficaram entre a 9º e 42ª posição na Série C.

Nesta segunda etapa, a Elite da Liga Brasileira de Free Fire será disputada por 18 equipes, seis a mais que o primeiro split. Além do Santos, subiram para primeira divisão os times Peaky, SS Esports, Bounce, Fear, Rages, Florestais e Team Z. Os times vão jogar contra a Team Liquid, Vivo Keyd, LOUD, paiN Gaming, INTZ, Corinthians, Black Dragons, FURIA, B4 e RED Canids Kalunga, que já estavam na elite.

No primeiro split, a recém-chegada Team Liquid consagrou-se como campeã da Liga Brasileira de Free Fire  — Foto: Reprodução/Garena No primeiro split, a recém-chegada Team Liquid consagrou-se como campeã da Liga Brasileira de Free Fire  — Foto: Reprodução/Garena

No primeiro split, a recém-chegada Team Liquid consagrou-se como campeã da Liga Brasileira de Free Fire — Foto: Reprodução/Garena

Na série A, os dois últimos colocados (17º e 18º equipe) serão rebaixados automaticamente para o Grupo de Acesso. A decisão será disputada somente entre os 12 melhores times, que terão sua pontuação zerada. Os dois últimos colocados nessa final se juntam com quatros times que ficaram entre o 13º e 16º lugar e vão para o Grupo de Acesso. Os times que finalizarem a Série B entre o 3º e o 8º lugar também farão parte desse grupo. No Grupo de Acesso, as organizações competirão por seis vagas na Série A.

Quais os 10 melhores jogos na sua opinião? Comente no Fórum TechTudo

Mais do TechTudo