Lançadores e buscadores

Por Clara Fabro, para o TechTudo


A Huawei anunciou na última quarta-feira (26) o teste beta do Huawei Search, o novo buscador da companhia. O aplicativo de buscas faz parte do Huawei Mobile Services (HMS), alternativa criada pela gigante chinesa ao serviços mobile da Google desde que foi banida de manter relações de negócios com empresas americanas, no primeiro trimestre do ano passado.

O teste do Huawei Search está disponível apenas para usuários dos Emirados Árabes Unidos e é possível concorrer a prêmios, como Huawei Mate 30 Pro 5G e Huawei FreeBuds 3. Segundo mensagem no fórum da Huawei neste domingo (1), um novo beta do Huawei Search está sendo desenvolvido segundo o feedback dos testadores iniciais.

Huawei testa aplicativo de busca estilo Google para substituir empresa americana — Foto: Divulgação/Huawei Huawei testa aplicativo de busca estilo Google para substituir empresa americana — Foto: Divulgação/Huawei

Huawei testa aplicativo de busca estilo Google para substituir empresa americana — Foto: Divulgação/Huawei

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Ainda em versão beta, o buscador da gigante chinesa inclui funções como busca rápida, feed de notícias e modo noturno, além dos atalhos de calculadora, conversão de moedas, clima e esportes. Os recursos são semelhantes ao Google App, aplicativo do Google que o Huawei Search busca substituir nos celulares da marca, já que não tem autorização para usar mais os serviços da empresa americana. O Huawei Search é mantido pela Aspiegel Limited, uma subsidiária da empresa localizada na Irlanda.

Huawei Search é alternativa da companhia chinesa ao buscador do Google — Foto: Reprodução/Slash Gear Huawei Search é alternativa da companhia chinesa ao buscador do Google — Foto: Reprodução/Slash Gear

Huawei Search é alternativa da companhia chinesa ao buscador do Google — Foto: Reprodução/Slash Gear

A Huawei está envolvida nas tensões políticas e econômicas entre Estados Unidos e China desde 2012, quando passou a ser acusada de espionagem pelo país americano. O Departamento de Comércio americano, desde março do ano passado, impôs sanções à gigante chinesa, o que a impede de realizar negócios com empresas americanas sem aprovação prévia do governo de Trump.

Sendo assim, a alternativa encontrada pela Huawei foi a de desenvolver seu próprio serviço mobile para substituir o do Google. Em outras palavras, o Huawei Search seria o Google App, e a AppGallery, loja de aplicativos própria da empresa, seria a versão chinesa da Play Store. Segundo dados da própria Huawei, a AppGallery está disponível em mais de 170 países. A plataforma de serviços HMS busca representar uma terceira alternativa no mercado, que hoje é representado pelas plataformas Android e iPhone (iOS), o que pode diminuir a influência americana global a estes serviços.

Google Play Store: como resolver os principais problemas

Google Play Store: como resolver os principais problemas

Mais do TechTudo