Celulares

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O Moto G8 é o novo celular intermediário da Motorola à venda no Brasil. Sucessor do Moto G7, ele chega junto com o Moto G8 Power e completa a linha quase cinco meses após o lançamento do Moto G8 Plus e do Moto G8 Play. Entre as novidades estão a presença de câmera tripla com lente macro, recurso que permite fotografar de muito próximo e vem se tornando tendência na indústria. A fabricante também promete bateria mais duradoura, mas aspectos como tela e desempenho podem não ser tão interessantes. Nas linhas a seguir, veja o que muda no novo integrante da linha Moto G.

Moto G8 e Moto G8 Power: veja preço e ficha técnica

Moto G8 e Moto G8 Power: veja preço e ficha técnica

Tela e design

O Moto G8 não traz mais acabamento com vidro na traseira como no Moto G7. Em vez disso, o celular conta com plástico na construção, deixando o corpo potencialmente mais resistente a impactos, mas com uma pegada menos sofisticada. Em contrapartida, a câmera frontal integrada à tela deixa o aparelho com visual mais moderno, abandonando o recorte (notch) na parte superior.

A tela peca por perder qualidade na comparação com a geração passada. O painel LCD de 6,2 polegadas Full HD+ foi substituído por um ligeiramente maior, de 6,4 polegadas, mas com resolução apenas HD+. A mudança faz a densidade de pixels despencar e, possivelmente, prejudicar a experiência ao assistir a vídeos e ler texto. Nesse quesito, o novo Moto G8 ficou mais parecido com o Moto G8 Play, o modelo mais simples da linha.

Notch em forma de gota dá lugar à câmera frontal abrigada na própria tela do Moto G8 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Câmeras

O celular traz câmeras em maior quantidade e possivelmente melhores. Enquanto o antecessor Moto G7 tem câmera principal de 12 MP (abertura f/2) e uma auxiliar para o Modo Retrato, o Moto G8 conta com três câmeras na traseira: um sensor primário de 16 MP (f/1,7) que deve apresentar melhor desempenho em ambientes pouco iluminados, além de ultra wide de 8 MP para capturar imagens abertas e lente macro de 2 MP, especializada em fotos de muito perto. A câmera frontal de 8 MP não muda. A Motorola não divulga as especificações de gravação de vídeo do celular.

Moto G8 traz câmera tripla na traseira, assim como um sensor de foco a laser — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Desempenho e armazenamento

Pouco mudou no hardware do celular, então o ganho de desempenho não deve ser tão perceptível no dia a dia. A principal novidade é no processador, que passa do Snapdragon 632 de 1,8 GHz para o Snapdragon 665 de 2,0 GHz. O restante das especificações não sofre alterações: permanece a memória RAM de 4 GB e o armazenamento de 64 GB no formato eMMC, conhecido por não ser tão veloz, além de suporte para cartão microSD.

A ficha técnica sugere capacidade de rodar os principais aplicativos da Google Play Store sem maiores problemas, mas com possível dificuldade para lidar com tarefas mais pesadas, como editar vídeos, rodar games exigentes ou atualizar muitos apps ao mesmo tempo.

Moto G8 conta com Snapdragon 665 e 4 GB de memória RAM — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Bateria

A bateria cresceu um terço na nova geração. De 3.000 mAh no Moto G7, passa para 4.000 mAh de capacidade no Moto G8. A carga maior aliada à tela de menor resolução devem contribuir para uma duração mais prolongada. A Motorola promete autonomia superior a um dia.

Moto G8 traz Android 10 de fábrica — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Sistema

O Moto G8 vem com o Android 10, versão mais atual do sistema. O Moto G7 saiu de fábrica com Android 9 (Pie) e, até o momento, ainda não recebeu atualização. As principais diferenças entre os softwares estão relacionadas a novos recursos de privacidade e segurança implementadas pelo Google. Pouco muda em termos de funções, das quais se destacam os gestos para acender lanterna e abrir câmera, entre outras presentes em diversos celulares da Motorola.

Moto G7 conta com Android 9 (Pie) — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Recursos adicionais

O Moto G8 não traz mais entradas independentes para dois chips de operadora e cartão de memória. Ao contrário da geração passada, o celular passa a contar com um slot híbrido que força o usuário a escolher entre uma segunda linha e mais armazenamento. O smartphone também continua sem o NFC, tecnologia fundamental para pagamentos digitais por aproximação. Por outro lado, mantém a entrada para fone de ouvido (3,5 mm) e substitui o Bluetooth 4.2 pelo padrão mais atual e estável, o Bluetooth 5.0.

Moto G7 não conta com NFC e tecnologia também não está presente no Moto G8 — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Preço

O Moto G8 chega ao Brasil mais barato que o Moto G7 de um ano atrás. De R$ 1.599, o celular passa a ser comercializado por R$ 1.299. O preço tende a cair com o passar dos meses, o que pode contribuir para equilibrar o design e a tela mais simples. Atualmente, o Moto G7 não está mais à venda na loja da Motorola, mas pode ser encontrado em lojas do varejo por valores na faixa de R$ 870.

Especificações Moto G7 x Moto G8

Especificações Moto G7 Moto G8
Lançamento fevereiro de 2019 março de 2020
Preço de lançamento R$ 1.599 R$ 1.299
Preço atual cerca de R$ 870 R$ 1.299
Tela 6,2 polegadas 6,4 polegadas
Resolução Full HD+ (2270 x 1080 pixels) HD+ (720 x 1560 pixels)
Processador Snapdragon 632 Snapdragon 665
Memória RAM 4 GB 4 GB
Armazenamento 64 GB 64 GB
Cartão de memória sim, microSD sim, microSD
Câmera principal dupla, 12 e 5 megapixels tripla, 16, 8 e 2 megapixels
Câmera frontal 8 megapixels 8 megapixels
Sistema Android 9 (Pie) Android 10
Bateria 3.000 mAh 4.000 mAh
Dimensões e peso 157 x 75,3 x 7,92 mm; 172 gramas 161,3 x 75,8 x 9 mm; 188,3 gramas
Cores ônix ou polar branco prisma ou azul capri

Com informações da Motorola (1/2/3)

Quer saber tudo sobre o universo de celulares, jogos, aplicativos e demais eletrônicos? É só dar uma olhada no nosso canal no YouTube:

Mais do TechTudo