PC Gamer

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Playstation 5 (PS5) teve suas especificações reveladas pela Sony na última quinta-feira (18). O novo console da gigante japonesa promete SSD de alta velocidade, placa de vídeo com suporte ao Ray Tracing e 16 GB de RAM no padrão GDDR6, além de processador AMD com oito núcleos e 3,5 GHz. Como o produto tem hardware customizado, repetir a mesma ficha técnica em um computador não é uma tarefa simples, mas é possível encontrar componentes a altura. Confira a seguir quanto custaria um PC gamer para competir diretamente com o PS5.

PS5 (Playstation 5) com novos jogos?O que esperar do console da Sony

PS5 (Playstation 5) com novos jogos?O que esperar do console da Sony

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Processador: AMD Ryzen 7 3700X – R$ 1.999

Processador Ryzen da AMD oferece especificações parecidas com a CPU do PS5 — Foto: Divulgação/ AMD

Assim como o Xbox Series X, o novo PlayStation 5 usa um processador octa-core da AMD baseado na arquitetura Zen 2 das atuais CPUs da marca para desktops. Além dos oito núcleos, a Sony confirmou que o processador atinge até 3,5 GHz na velocidade máxima.

Esses dados permitem encontrar no Ryzen 7 3700X um bom equivalente: também parte da mesma arquitetura, o processador tem oito núcleos e um clock base de 3,6 GHz. Entretanto, ao contrário do chip que vai equipar o PS5, o componente da AMD para desktops pode acelerar a até 4,4 GHz em alguns momentos. Atualmente, a CPU pode ser encontrada no mercado nacional por cerca de R$ 1.999.

Placa de vídeo: GeForce RTX 2070 Super – R$ 2.855

GeForce RTX 2070 Super da Gigabyte é a 2070 Super mais em conta no momento — Foto: Divulgação/Gigabyte

A Sony anunciou que o processador gráfico do PlayStation 5 é um chip Radeon que aplica a arquitetura RDNA 2 da AMD. Essa nova arquitetura ainda não foi lançada pela fabricante no mercado, o que significa que encontrar uma opção com o mesmo perfil técnico não é uma tarefa simples. Uma das razões é que a GPU do PlayStation 5 promete ser capaz de rodar efeitos de Ray Tracing em jogos, algo disponível apenas em opções da Nvidia.

Entretanto, do ponto de vista da performance bruta, é possível apontar a GeForce RTX 2070 Super da Nvidia como uma boa candidata a bater de frente com o chip gráfico desenvolvido pela Sony. A GeForce tem suporte ao Ray Tracing e pode encarar jogos em 4K, embora com alguns sacrifícios nas configurações de qualidade dos gráficos. No momento, a RTX 2070 Super mais em conta do mercado brasileiro é da Gigabyte. A GeForce RTX 2070 Super WindForce 3X da marca aparece no mercado nacional saindo a R$ 2.855.

Memória RAM e armazenamento: mais R$ 1.594

Assim como o novo Xbox, o PS5 conta com 16 GB de memória RAM no padrão GDDR6. Como esse tipo de memória é comum em placas de vídeo e não fica disponível para comprar separadamente, é necessário buscar uma solução diferente. Portanto, nossa escolha fica por conta de dois pentes de 4 GB DDR4, somando 8 GB e totalizando 16 GB junto à VRAM do chip gráfico. No mercado brasileiro, é possível encontrar modelos da HyperX com velocidades de 3.200 MHz saindo a R$ 360.

970 EVO Plus é mais lento que SSD do PS5 — Foto: Divulgação / Samsung

Já em relação ao SSD, vale ressaltar que a Sony desenvolveu uma tecnologia que ainda não está disponível para PCs. O componente de 825 GB instalado no PS5 oferece velocidades de 5,5 GB/s de leitura, além de 8 a 9 GB/s para dados comprimidos. Atualmente as opções mais rápidas do mercado, com suporte ao PCle 4.0, chegam no máximo a 4,2 GB/s.

Como os SSDs PCIe 4.0 ainda não atingiram seu potencial pleno – o limite do padrão é 7 GB/s – e são mais caros e difíceis de encontrar, optamos por um SSD PCle 3.0, cuja performance não deve decepcionar e o preço é bem mais baixo. O Samsung Evo 970 Plus está entre as opções de armazenamento mais elogiadas do mercado atualmente. O componente da Samsung pode bater velocidades de leitura de 3,4 GB/s e, com 1 TB de capacidade, custa em torno de R$ 1.324 no mercado nacional.

Placa-mãe, gabinete e fonte: mais R$ 880

Placa-mãe da Asus não é cara e dá conta do recado — Foto: Divulgação/Asus

Além dos componentes principais descritos anteriormente, é preciso pensar em uma placa-mãe que ofereça suporte às peças e tecnologias escolhidas. A Asus Prime A320M-K, é um exemplo de componente com perfil intermediário que oferece soquete AM4 compatível com o processador AMD, suporte para a RAM de 3.200 MHz, além de padrão M.2 para ligar o SSD. A placa aparece no mercado brasileiro por cerca de R$ 399.

Para garantir a exigência energética da GeForce RTX 2070 Super, a Nvidia recomenda fontes de 600 Watts. Dessa forma, a EVGA 100-W1-0600-KO, que oferece os mesmos 600 Watts e tem bom nível de eficiência, é uma boa opção. No Brasil, seu preço começa em R$ 329. Já o gabinete, por sua vez, fica a gosto do usuário, embora o formato mATX da placa-mãe exija alguma atenção para escolher cases compatíveis. Um modelo simples nesses parâmetros pode custar algo na faixa dos R$ 130.

Extras

PS5, ainda sem design final revelado, promete áudio 3D em qualquer dispositivo de som — Foto: Reprodução/LetsGoDigital

Durante a apresentação técnica referente à arquitetura de seu novo console, a Sony descreveu em detalhes uma série de cuidados no desenvolvimento de um motor de processamento de som 3D exclusivo. O investimento em uma placa de som dedicada não faz muito sentido para um PC gamer, já que a placa-mãe da Asus, Prime A320M-K, já traz suporte a áudio em 7.1 canais.

Além disso, talvez seja necessário incluir os periféricos, caso o usuário não tenha boas opções disponíveis. Um monitor também pode ser importante para entregar o bom nível de exibição oferecido pelo conjunto, sendo necessário considerar valores além da montagem da torre em si. A licença do Windows 10, por exemplo, é mais um item necessário para aproveitar o hardware ao máximo.

Total e custo-benefício

PC vs. PlayStation5

Especificações Componentes Preços
Processador AMD Ryzen 7 3700X R$ 1.999
Placa de vídeo Gigabyte GeForte RTX 2070 Super WindForce 3X R$ 2.855
SSD Samsung Evo 970 R$ 1.324
Memória RAM 2x HyperX Fury de 4 GB 3.200 MHz R$ 360
Placa-mãe Asus Prime A320M-K R$ 399
Fonte EVGA 600 Watts R$ 329
Gabinete Compatível com mATX R$ 130
Total R$ 7.418

Somando todos os valores da lista – e sem considerar os custos extras com acessórios –, montar um PC gamer a altura do novo PS5 custaria cerca de R$ 7.418. O console da Sony tem um perfil de hardware que o torna mais distante de um computador comum, uma vez que oferece tecnologias indisponíveis para placas de vídeo e SSDs comuns, por exemplo.

Por conta disso, uma máquina com hardware mais poderoso em relação ao console da Sony deve ser mais cara que o videogame em si. Até o momento, a gigante japonesa não anunciou o preço de lançamento do novo PS5, mas estimativas no circuito de rumores e vazamentos falam em valores entre os US$ 399 e US$ 499, equivalente a R$ 2.054 e R$ 2.569, na cotação atual.

Mais do TechTudo