TV

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Sony XBR-X905F é uma smart TV 4K da marca que está à venda no Brasil por a partir de R$ 6.199 na opção de 65 polegadas. O modelo conta ainda com versões de 55", 75" e 85 polegadas, e traz painel LED com taxa de atualização de 120 Hz nativos. O televisor da Sony também traz suporte aos recursos de imagem HDR e Dolby Vision, sistema Android TV e é inclusive recomendada pela Netflix para assistir a filmes e séries no serviço de streaming. Confira a seguir os principais prós e contras do produto e saiba se a X905F vale a pena para você.

Smart TV: o que você precisa saber para comprar um aparelho novo

Smart TV: o que você precisa saber para comprar um aparelho novo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Pontos positivos

1. HDR e Dolby Vision

Linha estreou no Brasil em 2018 — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Linha estreou no Brasil em 2018 — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Linha estreou no Brasil em 2018 — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

O televisor da Sony é um dos poucos aparelhos no mercado que suporta as duas tecnologias simultaneamente. Dessa forma, o modelo é uma boa opção para quem deseja a melhor qualidade de imagem possível na hora de curtir séries e filmes, sobretudo distribuídos por serviços de streaming.

A respeito disso, a Sony inclusive valoriza o fato de que a X905F é indicada pela Netflix para assistir aos seus conteúdos. Essa recomendação determina que o televisor oferece boa qualidade de imagem e áudio para o streaming, além de recursos smart complementares e acesso ágil a apps e serviços.

2. Design elegante

TV tem tela com bordas finas e design minimalista — Foto: Divulgação/Sony TV tem tela com bordas finas e design minimalista — Foto: Divulgação/Sony

TV tem tela com bordas finas e design minimalista — Foto: Divulgação/Sony

A X905F da Sony tem um design com moldura fina, levando a um aspecto elegante da tela. As bordas finas são uma característica de todas as opções do modelo, que oferece telas de 55, 65, 75 e 85 polegadas. O televisor usa ainda suporte com pés localizados nas laterais, algo que torna a instalação mais estável. Dessa forma, mesmo modelos com tela maior, que são mais pesados e dependem de apoio firme, ficam seguros na superfície.

3. Boa oferta de recursos

TV é bem completa em recursos e interfaces — Foto: Divulgação/Sony TV é bem completa em recursos e interfaces — Foto: Divulgação/Sony

TV é bem completa em recursos e interfaces — Foto: Divulgação/Sony

O televisor da Sony vem ainda com um bom nível de recursos. O controle remoto, por exemplo, oferece botão dedicado para a Netflix e o aparelho em si roda o sistema operacional Android TV. Por conta disso, o usuário pode acessar apps e jogos da Play Store, além de comprar ou alugar filmes e séries diretamente pela loja do Google com o Google Play Filmes.

Com Chromecast integrado, o televisor também é bem servido de interfaces, com direito a quatro entradas HDMI, duas USB, Ethernet, saída de som auxiliar para cabos P2, Wi-Fi e Bluetooth. Além disso, a TV oferece portas e conexões para vídeo composto e saída de áudio digital.

Pontos negativos

1. Preço

TV da Sony tem bons recursos, mas custa caro diante da concorrência — Foto: Divulgação/Sony TV da Sony tem bons recursos, mas custa caro diante da concorrência — Foto: Divulgação/Sony

TV da Sony tem bons recursos, mas custa caro diante da concorrência — Foto: Divulgação/Sony

A X905F de 65” é a mais barata da linha e, nas nossas buscas via Compare TechTudo, não sai por menos de R$ 6.199. Curiosamente, a opção de 55 polegadas aparece por a partir de R$ 6.499,90, e nessa faixa de tamanho de tela o consumidor encontra modelos bem mais em conta, como a TCL 65PUS, também 4K, e que custa, pelo menos, R$ 1.999.

Com recursos mais avançados e promessa de boa exibição de imagens está a Q70R, da Samsung, que traz painel QLED e custa a partir de R$ 3.704,05, segundo o comparador de preços do TechTudo. Outro exemplo interessante é a LG B9P, opção premium com display OLED, que aparece por, pelo menos, R$ 4.844,05, também de acordo com o Compare.

2. Tela LED

Tela de LED é um ponto negativo na hora de comparar o modelo com TVs maiores e mais caras de outras marcas — Foto: Divulgação/Sony Tela de LED é um ponto negativo na hora de comparar o modelo com TVs maiores e mais caras de outras marcas — Foto: Divulgação/Sony

Tela de LED é um ponto negativo na hora de comparar o modelo com TVs maiores e mais caras de outras marcas — Foto: Divulgação/Sony

Embora o televisor da Sony tenha suporte aos recursos de imagem HDR e Dolby Vision, sua tela é de LED convencional. Dessa forma, a tecnologia fica atrás de opções OLED e QLED, além do microLED, que oferecem displays com qualidade de imagem superior em cor, brilho e contraste.

Isso não significa que o painel é ruim por ser de LED ou que as TVs X905F decepcionam em relação à qualidade de imagem. Mas, com aparelhos disponíveis no mercado por valores parecidos e tecnologias mais recentes, esse ponto deve ser considerado na comprar sua nova smart TV.

3. Taxa de atualização

TV tem tela de 120 Hz, mas usa HDMI 1.4b, restrito a 60 Hz — Foto: Divulgação/Sony TV tem tela de 120 Hz, mas usa HDMI 1.4b, restrito a 60 Hz — Foto: Divulgação/Sony

TV tem tela de 120 Hz, mas usa HDMI 1.4b, restrito a 60 Hz — Foto: Divulgação/Sony

O televisor tem tela de 120 Hz nativos, o que é uma característica positiva e torna a exibição de imagens no display mais rápida, algo ideal para filmes e jogos, por exemplo. Entretanto, esse número não deve ser totalmente aproveitado no modelo. Isso porque o HDMI 1.4b utilizado no modelo tem um limite de 60 Hz a 4K, impedindo que a TV entregue uma frequência maior ao rodar games em consoles com suporte ao UHD.

Qual a melhor TV 4K? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo