Entrega e Delivery

Por Clara Fabro, para o TechTudo


O Uber anunciou nesta sexta-feira (20) que implementará uma série de medidas no Uber Eats para beneficiar pequenos e médios negócios, além de restaurantes independentes cadastrados na plataforma de delivery de comida. Em meio à crise na saúde provocada pelo novo coronavírus, a empresa não cobrará por taxas de entrega em pedidos realizados nos pequenos e médios estabelecimentos, e também irá isentar os restaurantes das taxas cobradas pela retirada dos produtos, quando o usuário opta por pegar o pedido na loja.

Uber Eats deixa de cobrar taxas de entrega de pequenos e medios restaurantes durante o surto do Covid-19 — Foto: Divulgação/Uber Uber Eats deixa de cobrar taxas de entrega de pequenos e medios restaurantes durante o surto do Covid-19 — Foto: Divulgação/Uber

Uber Eats deixa de cobrar taxas de entrega de pequenos e medios restaurantes durante o surto do Covid-19 — Foto: Divulgação/Uber

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A previsão é de que a decisão beneficie cerca de 30 mil estabelecimentos em toda a América Latina, já que a pandemia da Covid-19 tem causado, dentre outras coisas, a diminuição das vendas e do fluxo de caixa no setor de alimentos e bebidas. Com a medida, que também inclui estratégias de marketing para melhorar a visibilidade dos pequenos e médios restaurantes, o Uber Eats espera que haja um aumento na quantidade de vendas.

Durante o surto de Covid-19, o Uber declarou que medidas sanitárias estão sendo tomadas para garantir a saúde e segurança dos entregadores parceiros e de usuários. Na quinta-feira (19), a empresa suspendeu a modalidade de corrida Uber Juntos, que promovia viagens compartilhadas entre desconhecidos.

Além disso, o Uber Eats também embarcou na solução das entregas "sem contato", que podem ser solicitadas pelo app, em que não há interação direta entre o entregador e o usuário do serviço de delivery. As rivais Rappi e iFood também adotaram medidas similares no começo desta semana.

Segundo o Uber, a empresa ainda ofereceu orientações aos restaurantes quanto às embalagens de entrega, apostando em lacres invioláveis, visando a controlar a propagação do novo coronavírus. O aplicativo de mobilidade também afirma que dará suporte financeiro aos motoristas e entregadores parceiros para compra de itens de higienização, como o álcool em gel.

Cabify vs Uber: qual o melhor no Brasil? Deixe sua opinião no Fórum do TechTudo.

Entrega de combustível e cerveja: 5 aplicativos de delivery curiosos

Entrega de combustível e cerveja: 5 aplicativos de delivery curiosos

Mais do TechTudo