Por Beatriz Cardoso, do home office


O programa Você Não Está Sozinha do Instituto Avon, elaborado para auxiliar vítimas de violência doméstica, anunciou nesta terça-feira (28) um robô para WhatsApp capaz de orientar mulheres a realizarem denúncias de agressão. A ferramenta, lançada em parceria com Uber e Wieden+Kennedy, simula uma conversa comum no mensageiro para não levantar suspeitas ao agressor.

De acordo com os dados informados pela vítima à assistente virtual no WhatsApp, o robô pode sugerir ir ao hospital ou a uma delegacia da mulher. Nesse caso, o Uber fornece um código promocional para fazer a corrida de graça. Instituições temem por um aumento em nível global de violência doméstica com a quarentena voluntária em prevenção à pandemia do novo coronavírus.

Campanhas online oferecem assistência a vítimas de violência contra a mulher — Foto: Melissa Cruz Cossetti/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A assistente virtual está disponível no WhatsApp a partir do contato (11) 94494-2415, independente da localização da vítima. Ao acioná-la, ela simula uma conversa comum no mensageiro, e a vítima deve se comunicar com respostas de "sim" ou "não" de acordo com os questionamentos do robô. A assistente também oferece apoio psicológico com mensagens como "lembre-se: a culpa não é sua", além de orientações caso seja necessário ir a uma delegacia da mulher.

Assistente virtual no WhatsApp orienta a vítima de violência doméstica — Foto: Divulgação/Uber

Há outras iniciativas do tipo na Internet. A ISA.bot, por exemplo, é uma ação do Think Olga e do Mapa do Acolhimento com apoio do Google, Facebook e ONU Mulheres, que fornece informações e orientações sobre violência contra a mulher. A robô está disponível no Messenger a partir de conversa na página do projeto no Facebook (facebook.com/chama.isa.bot) ou pelo comando "OK Google, falar com Robô Isa" no Google Assistente.

Já o aplicativo Magazine Luiza, com a campanha #EuMetoAColherSim em 2019, passou a disponibilizar a opção "denuncie violência contra mulher" no menu lateral. A ferramenta permite ligar para o 180, linha de apoio para violência doméstica, com a mesma proposta de fazer denúncias de maneira discreta para não levantar suspeitas e colocar a vítima ainda mais em risco dentro de casa.

Como funciona denúncia no Instagram? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Como bloquear um número no seu celular Android

Como bloquear um número no seu celular Android

Mais do TechTudo