Educação

Por Gabrielle Ferreira, para o TechTudo


O Google Classroom é a sala de aula online do Google, em que alunos e professores podem realizar encontros virtuais para a realização de aulas à distância. Durante a quarentena devido ao coronavírus, muitas instituições de ensino públicas e privadas fecharam e foram obrigadas a dar continuidade às classes de forma online, recorrendo à plataforma.

A ferramenta é gratuita para todos os usuários, incluindo professores e estudantes, e pode ser acessada pelo computador, na versão web, ou pelo celular, com aplicativos para Android e iPhone (iOS). Confira a seguir, mais informações sobre o Google Classroom e como usar a sala de aula virtual.

Google Classroom é um aplicativo que funciona como uma sala de aula virtual — Foto: Beatriz Cardoso/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Veja também: como fazer curso de inglês grátis com aplicativo

Curso de inglês completo e grátis; aproveite o site e o app

Curso de inglês completo e grátis; aproveite o site e o app

O que é e como funciona o Google Classroom?

O Google Classroom é uma sala de aula online, que ajuda professores no gerenciamento de atividades e criação de aulas interativas, ajudando o aluno a aumentar o aprendizado por meio de ferramentas disponíveis na Internet. O serviço ainda permite criar diferentes turmas, distribuir tarefas e enviar e receber notas e feedbacks.

A plataforma pode ser acessada gratuitamente por colégios públicos e privados, e inclui integração com o G Suite for Education, um conjunto de ferramentas e serviços gratuitos do Google adaptados para escolas. Além das aulas, os professores podem enviar atividades e tarefas para os alunos, usando o Classroom pelo computador ou celular.

O Google Classroom é uma ferramenta fundamental para as escolas durante a pandemia do COVID-19 — Foto: Divulgação/Google

Como acessar o Google Classroom

Professores e alunos podem acessar o Google Classroom pelo site classroom.google.com/u/0/h ou pelo aplicativo para celular, desde que tenham acesso à Internet. Caso você seja professor e queira criar uma turma, antes, é necessário que a instituição de ensino se inscreva no G Suite for Education. Já se você quiser utilizar a ferramenta apenas para complementar as aulas, não é preciso realizar o cadastro prévio. Todos os recursos podem ser acessados desde que você e os estudantes tenham uma conta Google.

Os passos para acessar a plataforma na versão web são bem simples: basta acessar o site e fazer o login. Caso seja seu primeiro acesso como professor, será preciso criar uma turma, inserir as informações sobre a classe e, em seguida, convidar seus alunos por e-mail ou pelo compartilhamento do código de acesso da sala de aula. Os alunos precisam ser convidados para ter acesso a uma sala de aula virtual específica.

O Google Classroom pode ser acessado através do site ou do seu app — Foto: Divulgação/Google

Recursos do Google Classroom

Ao criar uma turma, os professores podem criar tópicos de conteúdos didáticos, adicionar perguntas aos alunos e anexar atividades, podendo modificar a pontuação para cada exercício e o tempo disponível para entrega. Os materiais de ensino da turma podem ser compartilhados em PDF, fotos, vídeos e links para sites, e desta forma, cada aluno tem acesso ao conteúdo direto do seu dispositivo.

O Google Classroom conta ainda com integração com diversos aplicativos voltados para a educação. Com o Classcraft, os professores podem importar dados do alunos e transformar as atividades em missões, dentro do jogo. No Quizizz, é possível compartilhar os jogos presentes no aplicativo e transformá-los em tarefas. Já o Tynker possui diversos cursos e ferramentas gratuitas de aprendizado voltados para a área de ciência da computação.

Google Classroom para professores

Ao criar diferentes salas de aula para cada matéria, os professores podem acompanhar individualmente o progresso de cada estudante, assim como o nível de ensino de cada turma, podendo modificar os conteúdos de acordo com as dificuldades apresentadas em cada classe. É possível administrar todos os conteúdos e alunos por meio de quatro abas diferentes: mural, atividades, pessoas e notas.

Com o Google Classroom, as notas recebidas pelos alunos ficam registradas na plataforma, assim como a data em que cada atividade foi enviada, o que permite ao professor um acompanhamento mais rápido e individualizado da situação de cada estudante.

As aulas são divididas de acordo com a matéria lecionada — Foto: Divulgação/Google

Google Classroom para alunos

Os alunos têm acesso a três abas diferentes: mural, atividades e pessoas. Pelo "mural", é possível acompanhar todos os tópicos criados pelo professor, visualizando todas as aulas que já foram criadas. Na seção "atividades", os estudantes encontram todas as tarefas já feitas e pendentes, assim como a nota máxima atribuída a cada uma e o prazo para entrega. Já na aba "pessoas", é possível conferir todos os outros alunos que estão cadastrados na turma.

É indicado que os alunos acompanhem as aulas em tempo real, em horário combinado com seus professores por meio da agenda virtual do Google. No entanto, caso perca a aula, os conteúdos ficam salvos na sala virtual. Os alunos também podem visualizar as respostas das atividades uns dos outros, para fazer uma comparação e acompanhar a evolução da turma. As notas e feedbacks são devolvidos individualmente pelo professor.

Mais do TechTudo