Campeonatos

Por Tainah Tavares, do home office


A ESL One Major Rio 2020 de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) vai usar rankings regionais para classificar times, chamados de Regional Major Rankings (RMR). A novidade foi divulgada nesta quinta-feira (2) pela organização do torneio, que explicou que a medida busca garantir que apenas as melhores equipes de CS:GO do mundo estejam na disputa. O Major, que aconteceria em maio na Cidade Maravilhosa, foi adiado para novembro em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O evento deve ocorrer normalmente na Jeunesse Arena, como previsto inicialmente, e agora terá o prêmio total dobrado para US$ 2 milhões (cerca de R$ 10,1 milhões em conversão atual).

ESL One 2020 tem mudança no formato de classificação — Foto: Reprodução/YouTube ESL

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Tradicionalmente ocorrem dois majors de CS:GO por temporada: um no início e outro no fim do ano. Com a mudança, no entanto, 2020 terá apenas um mundial. A nova forma de classificação busca garantir que os atuais Legends e Challengers mostrem que ainda estão em condição de participar do Major do Rio.

Os pontos serão distribuídos de acordo com o desempenho dos times em torneios que vão acontecer nos próximos meses. Segundo a organização evento, o primeiro torneio RMR será o ESL: Road to Rio e vai acontecer entre os dias 22 de abril e 17 de maio. As brasileiras MIBR, que tinha o status de Challenger, e a FURIA, que estava classificada para o Minor, estão na disputa da divisão norte-americana. A etapa vai ter 12 equipes participantes e vai distribuir o prêmio total US$ 70 mil (cerca de R$ 370 mil).

Outro torneio está previsto para o outono do hemisfério norte, ainda sem detalhes relevados. Os campeonatos marcados para essa temporada também vão poder entrar para o circuito classificatório do Major. Para os torneios ganharam o status, devem contatar a organização do Major, convidar as principais equipes de RMR da região e realizar qualificações para os restantes.

No fim, o ranking vai classificar 24 equipes para o Major. O número de vagas para as seis regiões diferentes foi determinado de acordo com o desempenho delas no StarLadder Berlin Major 2019.

  • Europa: três vagas para Legends, cinco para Challengers e duas para Contenders, (antigos New Challengers);
  • América do Norte: três Legends, duas Challengers e uma para Contenders;
  • CIS: duas Legends, uma Challengers, duas Contenders;
  • América do Sul: uma Contender;
  • Ásia: uma Contender;
  • Oceania: uma Contender.

A Valve também informou que ainda vai divulgar como a distribuição de pontos no ranking vai funcionar. A desenvolvedora já adiantou, no entanto, que os campeonatos que acontecerem em datas mais próximas ao Major terão pontuações mais altas. As equipes que trocarem de jogadores durante o período também vão perder 20% da pontuação já conquistada até o momento da substituição.

Mais do TechTudo