Drones

Por Filipe Garrett, para o TecjhTudo


Mavic Air 2 é o novo drone da DJI com câmera 8K e promessa de praticidade mesmo para iniciantes. O sucessor do Mavic Air traz a mesma proposta de design dobrável, além de contar com diversos recursos de voo, captura e segurança. Em relação à autonomia, a marca afirma que o dispositivo é capaz de voar por aproximadamente 34 minutos. A pré-venda no Brasil começa no próximo dia 20 de maio, com preço ainda indefinido, e o produto chega por aqui em junho. No mercado chinês, por sua vez, o quadricóptero já está disponível, e custa a partir de US$ 799, aproximadamente R$ 4.525 na cotação atual.

Câmera do Mavic Air 2 pode gravar a 8K e vem com recursos de Inteligência Artificial, "modo escuro", slow-motion e HDR — Foto: Divulgação/DJI

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Em termos técnicos, o novo Mavic Air 2 surpreende não só pela oferta do vídeo 8K, mas também pela promessa de gravar com qualidade mesmo nas resoluções mais altas. Segundo a DJI, o drone é capaz de filmar em 4K a 60 fps e com taxas de 120 Mb/s, algo que sinaliza um vídeo fluido, mas também com boa exibição de imagem. O reforço é evidente diante da capacidade de 4K a 30 fps do Mavic Air de primeira geração.

A nova câmera permite ainda capturas slow-motion em 4x, com resolução de 1920 x 1080 pixels e amostras a 120 fps, ou 8x, com fator de redução de velocidade e taxas de 240 fps. As imagens têm suporte ao HDR tanto para foto quanto para vídeo, e os cliques podem ser feitos no sensor de 12 megapixels padrão ou de 48 megapixels, que explora mais detalhes.

Conhece outros drones da DJI? Veja dois outros modelos:

Mavic 2 Pro e Mavic 2 Zoom: Conheça os principais destaques dos novos drones da DJI

Mavic 2 Pro e Mavic 2 Zoom: Conheça os principais destaques dos novos drones da DJI

A câmera conta ainda com tecnologias de Inteligência Artificial, que permitem reconhecer cenários como nascer e pôr do sol, otimizando os níveis de cor e contraste. Outro recurso interessante é o Hyperlight, que funciona como uma espécie de "modo escuro". Graças à função, o processamento de imagem do drone melhora a qualidade do material gerado em condições de pouca luz.

Há também um aplicativo de controle que permite editar as fotos de forma simples. Além disso, o app oferece tutoriais para explorar as funcionalidades de voo do quadricóptero e traz sua documentação oficial em formato digital.

Controle simplificado e performance de voo

Pesando 570 gramas, o novo Mavic Air 2 conta com um novo conjunto de motores e controladores eletrônicos que prometem melhorar sua performance no ar. A principal diferença em relação ao modelo original é a bateria, que permite voos de até 34 minutos, contra 21 minutos do Mavic Air. Já em termos de cobertura, a DJI afirma que o drone pode ser controlado em um raio de até 10 km, mantendo inclusive a exibição em tempo real e em HD do que está sendo capturado pela câmera.

O novo Mavic Air 2 tem autonomia de até 34 minutos e traz recursos de voo inteligente — Foto: Divulgação/DJI

Como em outros modelos compactos da DJI, o Mavic Air 2 traz recursos de segurança que facilitam a pilotagem, facilitando o uso até mesmo por iniciantes. Com diferentes sensores, o drone pode detectar e desviar de obstáculos, evitando acidentes, ou até realizar um pouso suave, mesmo em ambientes pouco iluminados. Há ainda um sistema de geolocalização que impede o quadricóptero de entrar em espaços aéreos proibidos, como aeroportos, por exemplo.

Além das funções de segurança, o Mavic Air 2 oferece manobras pré-determinadas que faciltam a tarefa de gravar vídeos e fazer fotos aéreas. Recursos já presentes em outros modelos também ganharam novas versões, como o ActiveTrack 3.0, que segue um alvo enquanto grava, o Spotlight 2.0, que mantém o drone estável com enquadramento em um objeto e o Hyperlapse. Além disso, há opções de gravação rápida em movimento, como o Boomerang, em que o dispositivo desenha um arco no céu enquanto grava os objetos no chão.

Mais do TechTudo