Fones de ouvido

Por Paulo Alves, para o TechTudo

TechTudo\Thássius Veloso

Galaxy Buds e Galaxy Buds+ são os dois fones Bluetooth totalmente sem fio da Samsung. A opção mais recente chegou ao Brasil em março por R$ 999, e trouxe mudanças pontuais em relação ao modelo original. Concorrente direto do AirPods, da Apple, o produto traz como principal novidade a bateria, que dobrou a autonomia do acessório, e também um recurso que ativa o Spotify por meio da superfície sensível ao toque.

Em contrapartida, seu antecessor não ficou para trás em termos de especificações, e já está mais barato no mercado brasileiro, e pode ser encontrado por a partir de R$ 744,15, de acordo com o Compare TechTudo. Confira a seguir mais detalhes sobre os dois dispositivos e saiba o que mudou na nova geração do fone Samsung.

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Design

O design praticamente não mudou de uma geração para a outra. Os dois fones trazem formato mais discreto que os modelos da Apple, sem a haste na parte de fora. Ambos trazem três opções de ponteiras, permitindo um melhor encaixe ao ouvido do usuário, algo importante tanto para fixar o modelo quanto para isolar o som. Os controles continuam na superfície sensível ao toque, com comandos de play, pause e integração com assistentes virtuais. Há ainda certificação IPX2 nas duas opções, que garante proteção contra respingos d'água e suor.

Design do Galaxy Buds se manteve na nova geração — Foto: Divulgação/Samsung

As diferenças fica por conta da presença de um microfone a mais na versão mais nova, além da variedade de cores. O Galaxy Buds original está disponível em branco, preto, cinza ou amarelo, com estojo carregador de pintura fosca. Já o Buds+ vem em preto, branco ou azul, enquanto sua case traz acabamento brilhante.

Som

As melhorias na qualidade de som são um ponto interessante do Buds+. Isso porque o fone vem com dois drivers, sendo um tweeter e um woofer, responsáveis por entregar um áudio aprimorado principalmente na faixa dos graves. A Samsung não divulgou especificações dos componentes internos do modelo mais antigo, mas afirma que a nova geração supera a anterior em termos de reprodução.

Além do hardware mais poderoso, a melhoria na qualidade de som também está ligada a uma maior capacidade de controlar a entrada de ruídos externos com a ajuda de três microfones, sendo dois deles externos. Ambos permitem controlar o nível de áudio pelo aplicativo de wearables da Samsung, mas o Buds original deve ter menor precisão para identificar os barulhos de fora. Vale ressaltar que nenhum deles oferece cancelamento de ruídos ativo, tecnologia mais avançada presente no rival AirPods Pro, que bloqueia sons externos para uma maior imersão.

Galaxy Buds+ atualiza componentes internos e promete graves melhores — Foto: Divulgação/Samsung

Bateria

O fone mais novo da Samsung promete até 22 horas de autonomia, sendo 11 horas nos earbuds e outras 11 horas no estojo carregador. De acordo com a Samsung, são necessários apenas três minutos na case para entregar até uma hora de música. Já a versão original oferece pouco mais da metade disso: 13 horas, somando 6 horas dos fones e outras 7 horas da caixinha. Sua recarga também é mais lenta, sendo necessário cerca de 15 minutos para entregar uma hora e quarenta minutos de autonomia. Em ambos os casos, os estojos permitem carregamento sem fio no padrão Qi, o que pode ser feito por meio dos Galaxy S10 e Galaxy S20.

Galaxy Buds+ oferece quase o dobro de duração de bateria em relação ao antecessor — Foto: Divulgação/Samsung

Recursos

Os dois acessórios têm Bluetooth no padrão 5.0, sendo compatíveis com celulares Android e iPhone (iOS). Além disso, os fones de ouvido prometem pareamento rápido com dispositivos Galaxy. Outro ponto alto é a capacidade de alterar o tipo de codec reproduzido de forma dinâmica, de acordo com a intensidade do sinal da conexão, evitando cortes no áudio.

Tanto Galaxy Buds quanto Buds+ contam com superfície sensível ao toque, permitindo controlar a reprodução, atender ou recusar chamadas e também interagir com as assistentes virtuais no celular, que podem ser Bixby, Google Assistente, Siri ou Alexa – fica a critério do usuário.

Galaxy Buds e Buds+ trazem botões nas laterais para controlar música e abrir apps — Foto: Divulgação/Samsung

No modelo mais recente, também é possível acessar o Spotify de forma mais rápida, pressionando um dos lados por alguns segundos. Esses comandos podem ser configurados pelo próprio usuário no app de wearables da Samsung. Outro ajuste que pode ser feito no Buds+ é a intensidade de som externo que é captado pelos microfones, o que pode fazer a diferença na hora das chamadas ou para não ficar completamente isolado do mundo externo.

Preço

O Galaxy Buds chegou ao Brasil em março de 2019 por R$ 999, e atualmente já é possível encontrar o modelo por a partir de R$ 744,15 no e-commerce nacional. Já o Buds+ está à venda no país desde março de 2020, com o mesmo valor de lançamento da versão original.

Galaxy Buds vs Galaxy Buds+

Especificações Galaxy Buds Galaxy Buds+
Lançamento Fevereiro de 2019 Fevereiro de 2020
Conectividade Bluetooth 5.0, USB-C Bluetooth 5.0, USB-C
Bateria 6 horas (13 horas com estojo) 11 horas (22 horas com estojo)
Codecs AAC, Scalable, SBC AAC, Scalable, SBC
Cores preto, branco, amarelo e cinza preto, branco e azul
Dimensões 19,2 x 17,5 x 22,5 mm 19,2 x 17,5 x 22,5 mm
Peso 5,6 gramas 6,3 gramas

Via Samsung (1,2)

Qual é o melhor fone de ouvido por até R$ 100? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo