Wearables

Por Paulo Alves, para o TechTudo


A Huawei Band 4 é a nova opção de pulseira fitness à venda no Brasil. O produto vem para competir principalmente com a Xiaomi Mi Band 4, disponível oficialmente no mercado nacional em parceria com a DL desde outubro de 2019. O lançamento da Huawei chega por R$ 249, enquanto o modelo rival não sai por menos de R$ 379 no fornecedor credenciado da Xiaomi.

Os dispositivos têm características similares, como a presença de tela colorida, resistência avançada à água e funções de monitoramento de batimentos cardíacos e outros dados biométricos para medir exercícios e qualidade do sono. Veja, a seguir, quais são as principais diferenças entre as smart bands chinesas.

Xiaomi Mi Band 3: conheça a pulseira smart 'baratinha'

Xiaomi Mi Band 3: conheça a pulseira smart 'baratinha'

Tela e design

As pulseiras dimensões e peso são quase iguais e trazem pulseiras trocáveis coloridas de silicone. A Mi Band 4 vem com acessório na cor preta, enquanto a Huawei Band 4 permite escolher entre preto e vermelho. O modelo da Xiaomi, porém, tem mais opções para comprar no mercado por estar há mais tempo à venda e ser mais famosa.

O visual dos dispositivos pode ser parecido, mas as telas são diferentes. A mais simples é a da Huawei, que traz um display TFT de 0,96 polegada colorido com menor resolução e qualidade potencialmente inferior de brilho, cor e contraste na comparação com o painel AMOLED de 0,95 polegada da Mi Band 4. A tendência é que o modelo da Xiaomi apresente imagens mais legíveis e agráveis de visualizar, principalmente sob incidência direta de luz solar.

Mi Band 4 tem tela AMOLED com maior qualidade e definição de imagem — Foto: Paulo Alves/TechTudo

Sensores e conectividade

As pulseiras têm recursos simples e não contam com GPS ou conectividade independente do celular. Ambas se conectam via Bluetooth, mas há diferença no padrão: enquanto a Huawei Band 4 é compatível com a versão 4.2, a Mi Band 4 vem com o mais estável Bluetooth 5.0.

O modelo da Xiaomi também leva vantagem na quantidade de sensores, pois conta giroscópio de três eixos ausente na Huawei Band 4. Demais recursos são os mesmos: acelerômetro de três eixos, sensor de proximidade e de batimentos cardíacos.

Huawei Band 4 tem Bluetooth 4.2 e não traz giroscópio — Foto: Reprodução/Marina Borges

Funcionalidades e usabilidade

A Xiaomi Mi Band 4 oferece monitoramento de seis tipos de exercícios: caminhada, esteira, corrida, pedalada, levantamento de peso e natação. Já a Huawei Band 4 rastreia as mesmas atividades, com exceção da natação e do levantamento de peso, e adiciona elíptico e remador. Ambas permitem interagir com os menos por meio de toque e trazem um único botão Home.

Os dados coletos podem ser conferidos no celular por meio dos aplicativos Huawei Health ou Mi Fit, no caso da pulseira da Xiaomi. Ambos estão disponíveis para Android e iPhone (iOS), mas o app da Huawei não é mais compatível com Android 10 por conta do banimento imposto pelo governo dos EUA.

Entre os recursos extras coincidem o monitoramento de sono e os alertas de frequência cardíaca, além de alarme e localizador de celular. Ambas também têm suporte a notificações de ligações, mensagens e alertas de apps instalados no celular, mas a tela de baixa resolução da Huawei Band 4 pode ser um impeditivo para ler o texto em alguns casos. Além disso, apenas o dispositivo da Xiaomi permite controlar reprodução música do smartphone.

Tela da Mi Band 4 proporciona melhor leitura de notificações — Foto: Paulo Alves/TechTudo

Bateria

No quesito bateria é difícil afirmar se uma pulseira oferece mais duração que a outra. Apesar da Mi Band 4 trazer componente maior, a tela menos econômica pode equilibrar a autonomia em relação à rival. As empresas também usam métricas diferentes para divulgar estimativas: enquanto a Xiaomi aponta até 20 dias de repouso, a Huawei assinala até 9 nove dias de uso com as funções e acendimento automático de tela e monitoramento cardíaco desativadas.

A Huawei, por outro lado, é mais prática para recarregar por conta do plugue USB integrado à própria pulseira. O usuário pode conectá-la diretamente ao computador. Já a Mi Band 4 precisa ser removida da pulseira e encaixada no carregador magnético sempre que for preciso repor a bateria.

Huawei Band 4 possui cabo USB acoplado no aparelho — Foto: Foto: Divulgação/Huawei

Resistência

As pulseiras têm a mesma resistência de 5 ATM, que garante integridade ao mergulhar sob até 50 metros de profundidade. Isso significa que mesmo que a Huawei Band 4 não ofereça monitoramento de natação, é possível usá-la dentro da piscina sem problemas.

Preço

A Huawei Band 4 está á venda no Brasil por R$ 249, cerca de 34% a menos que a Mi Band 4 na loja oficial da Xiaomi, onde pode ser encontrada por R$ 379. Vale ressaltar que é muito comum encontrar a Mi Band em marketplaces e sites como a Amazon, mas apenas as unidades comercializadas na loja virtual oficial da Xiaomi em parceria com a DL Eletrônicos têm homologação por autoridades brasileiras e possuem garantia de fábrica.

Xiaomi Mi Band 4 x Huawei Band 4

Especificações Xiaomi Mi Band 4 Huawei Band 4
Lançamento no Brasil outubro de 2019 março de 2020
Preço no Brasil R$ 379 R$ 249
Tela 0,95 polegada 0,96 polegada
Resolução 120 x 240 pixels 80 x 160 pixels
Armazenamento 16 MB 32 MB
Sensores Acelerômetro de 3 eixos, giroscópio de 3 eixos, sensor de frequência cardíaca e sensor capacitivo de proximidade Acelerômetro de 3 eixos, sensor de frequência cardíaca e sensor de uso por infravermelho
Bateria 135 mAh 91 mAh
Resistência à àgua e poeira 5 ATM (água) 5 ATM (água)
Conectividade Bluetooth 5.0 Bluetooth 4.2
Compatibilidade Android e iOS Android e iOS
Peso 22,1 gramas 24 gramas
Cores preto preto com pulseira preta ou vermelha

Com informações da Xiaomi e Huawei

Mais do TechTudo