Computadores

Por Raquel Freire, para o TechTudo


O Mac Pro mais recente da Apple, que tem preços de até R$ 541.598 no Brasil, agora pode vir com rodinhas de aço inoxidável. O acessório, que substitui as pernas de metal do desktop, aparece no site da maçã por a partir de R$ 4 mil, se comprado junto ao computador. O valor fica acima dos R$ 3.699 cobrados pelo novo iPhone SE 2, revelado nesta quarta-feira (15). Para quem já comprou o PC, as rodinhas estão à venda separadamente, saindo a R$ 6.999, superando ainda o preço da versão mais cara do celular de entrada, que custa R$ 4.499.

Kit de rodinhas para novo Mac Pro sai por R$ 6.999; valor é quase R$ 3,3 mil mais caro que novo iPhone SE 2 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Vale ressaltar que os preços na Apple Store brasileira são mais altos do que na loja estadunidense, mas mesmo assim ficam acima do novo smartphone. Por lá, o kit sai a US$ 699, aproximadamente R$ 3.658, em conversão direta, valor US$ 300 (R$ 1.570) mais alto em relação ao lançamento. Também chama atenção o fato de que a Apple está vendendo os pés convencionais a R$ 2.999, que vêm por padrão no Mac Pro. O custo é a exata diferença entre os R$ 4 mil pagos na compra da rodinhas junto com o desktop e os R$ 6.999 gastos em uma compra posterior.

Portanto, se o cliente quiser "economizar" adquirindo as rodas de aço com a torre e depois se arrepender da opção, vai acabar gastando a mesma coisa com a base da torre: R$ 6.999. É importante ressaltar que as rodas não travam, o que significa que podem deslizar mais do que o esperado em pisos mais lisos.

Kit de pés, que vem por padrão no novo Mac Pro, custa R$ 3 mil se vendido à parte — Foto: Reprodução/Apple Store

Computador top, celular de entrada

A diferença de preço entre as rodinhas do Mac Pro e o iPhone SE 2 pode ser justificada pelas diferentes propostas de segmento. Enquanto o computador é a linha mais avançada da Apple, o smartphone chega para competir com modelos intermediários de outras marcas, e seu apelo é, justamente, o valor mais acessível em relação aos outros iPhones.

Internamente, o Mac Pro lançado em 2019 se destaca pelo hardware poderoso, com opções de processador Intel Xeon de até 28 núcleos, memória RAM que pode chegar a 1,5 TB e SSD de até 8 TB. Seu design é retangular e traz mais opções de portas em relação à geração anterior, com quatro Thunderbolt 3, duas USB-A e duas Ethernet de 10 GB.

iPhone SE 2 traz design que lembra iPhone 8, mas seu hardware tem componentes presentes no iPhone 11 — Foto: Divulgação/Apple

O iPhone SE 2 também passou por uma mudança no visual, trazendo o botão físico para desbloquear o aparelho, abandonado desde a chegada do iPhone X, em 2017. O visual, aliás, é mesmo o dos modelos mais antigos, antes dos displays infinitos. No entanto, por dentro, o aparelho está atualizado, com chip octa-core A13 Bionic e até 256 GB de armazenamento.

Qual comprar: Macbook Air ou MacBook Pro? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo