Telefonia

Por Milena Garcia (colaboração) e Thássius Veloso (redação)

Divulgação/Anatel

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estipulou a meta de alcançar banda larga com velocidade de 150 Mb/s (Megabits por segundo – o famoso Mega) no país até 2023. Seria necessário multiplicar por três a velocidade obtida atualmente pelos assinantes do serviço: a média é de 45 Mb/s. Para chegar neste resultado, o órgão regulador estima que a transmissão de dados por fibra ótica será essencial.

O plano da agência para os próximos anos também inclui a expansão do acesso à internet banda larga, além do estímulo da competição e sustentabilidade no setor.

Anatel quer atingir média de 150 Mb/s na banda larga — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

As medidas fazem parte de um plano estratégico traçado pela Anatel para os anos de 2015 a 2024 em conjunto com o Plano Plurianual da União, que vai de 2020 a 2023. Ao todo, foram propostas sete metas e dois objetivos estratégicos a serem cumpridos dentro desse período.

A agência tem como um dos objetivos ampliar o acesso à internet banda larga para os domicílios brasileiros. Atualmente em 74,68% das casas, o serviço deve pular para 91%. De acordo com o órgão, a proposta tem como base os padrões internacionais e o cenário brasileiro, considerando um ambiente competitivo e adequado para a ampliação.

Entre os demais objetivos mensurados pela Anatel estão a ampliação da cobertura com rede de transporte (backhaul de fibra ótica) de 4.012 para 4.883 municípios, assim como a expansão de 44% para 73,04% de domicílios com banda larga em área rural.

Também foi definida como meta ampliar o percentual da população coberta pela banda larga móvel para 98,65%. Atualmente, 97,30% dos brasileiros são atendidos pelo serviço. Outro objetivo é aumentar a densidade de banda larga fixa de 46,8% para 57%.

Com informações da Anatel

Home office: veja ferramentas para trabalhar em casa no coronavírus

Home office: veja ferramentas para trabalhar em casa no coronavírus

Mais do TechTudo