Navegadores

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O Chrome vai começar a bloquear alguns anúncios na web que gastam muita bateria do notebook e do celular. Segundo comunicado do Google divulgado na última sexta-feira (15), alguns banners de publicidade esgotam a vida do componente, saturam redes já desgastadas e custam dinheiro. Algumas dessas propagandas, diz a empresa, têm problemas de programação ou trazem mineradores de criptomoedas integrados para monetizar o site visitado. A função passará por testes nos próximos meses e deverá ser liberada para todos os usuários do navegador em agosto.

Google vai bloquear mais anúncios no Chrome para poupar bateria do PC e celular — Foto: Melissa Cruz/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

“Descobrimos recentemente que uma fração de um por cento dos anúncios consome uma parcela desproporcional de recursos do dispositivo, como dados de bateria e rede, sem que o usuário tenha conhecimento”, explica o gerente de produto do Chrome, Marshall Vale, em uma postagem no blog da empresa.

O recurso deverá ser integrado ao bloqueador de anúncio padrão do Chrome. De acordo com o Google, o navegador irá impedir o carregamento de anúncios que atingirem os limites de 4 MB de dados transferidos, 15 segundos de uso de CPU em intervalos de 30 segundos, ou 60 segundos de uso total de processamento do aparelho.

Como atualizar o Google Chrome no celular

Como atualizar o Google Chrome no celular

A novidade expande o leque de anúncios que já eram bloqueados pelo navegador. O Chrome já repele, atualmente, propaganda intrusiva demais, mas não é tão severo quanto os filtros utilizados em rivais como Opera, Brave e o novo Edge, todos baseados no código aberto do Google.

Dona da rede AdSense, a companhia diz que a mudança deverá incluir 0,3% dos anúncios na lista negra do Chrome. A empresa garante que esse número responde, atualmente, por até 26% do tráfego da web e 28% do esforço computacional exercido pelo processador do PC ou do smartphone. A expectativa é que a economia nessas duas frentes resulte em menos gasto de energia e, com isso, menos consumo de bateria.

Via Google

Navegador de Internet lento: como resolver? Veja dicas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo