Campeonatos
Publicidade

Por Cleiton Madruga, para o TechTudo


O primeiro split do Circuito Desafiante 2020, campeonato de League of Legends (LoL), já tem seus dois finalistas definidos. Santos e Team oNe venceram as partidas das semifinais e disputam o título do torneio de acesso no próximo sábado (16). As duas equipes confirmaram suas vagas na decisão nesta semana, em séries de melhor de cinco partidas (MD5). Na segunda-feira (11), o Peixe despachou com facilidade a Falkol por 3-0, enquanto a Team oNe derrotou a Havan Liberty por 3-1 na terça-feira (12).

A final do Circuito Desafiante 2020 será transmitida ao vivo nos canais oficiais da Riot Games na Twitch TV e no YouTube. O vencedor do confronto classifica diretamente para o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL). Já o vice-campeão ainda terá a chance de disputar a Série de Promoção diante da INTZ na próxima terça-feira (19). Veja, a seguir, o resumo das partidas das semifinais.

Santos e Team oNe disputarão a final do primeiro split do Circuíto Desafiante — Foto: Divulgação/Riot Games

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Santos x Falkol

A primeira partida do confronto contou com o Santos tomando a dianteira. Com uma jogabilidade agressiva com Trundle, o Caçador Benjamin "Hy0g4" conseguiu o First Blood após ganhar na rota do meio. Com os objetivos neutros conquistados pela equipe santista, a diferença no ouro começou a aumentar aos poucos, e foi consolidada com os diversos pick offs sofridos pelos Blues. Para contestar o Barão, a Falkol iniciou uma teamfight sem sucesso, perdeu quatro de seus jogadores e deixou o caminho livre para o Peixe levar o primeiro jogo aos 29 minutos.

Santos não deu chances em sua série contra a Falkol — Foto: Divulgação/Santos e-Sports Twitter

Com poucas novidades nos picks, o segundo duelo entre as equipes começou mais equilibrado. No entanto, a partida logo desandou de forma parecida do primeiro. Os objetivos continuavam sendo conquistados pela equipe santista, que levou todos os Dragões e Arautos do confronto. Após eliminar quatro jogadores em pick off pela selva da Falkol, o Peixe conquistou o Barão. Diante do buff na posse dos adversários e grande desvantagem no ouro, os Blues não conseguiram reagir, e o Santos triunfou novamente aos 29 minutos.

A terceira partida teve uma Falkol bem mais agressiva. Desta vez com composição diferente, os Blues apostaram no poder de pick off de Skarner e Thresh. A estratégia inicialmente funcionou, a equipe construiu boa vantagem em abates e conseguiu o primeiro Dragão da partida ao seu favor. Entretanto, o Santos ainda liderava em objetivos e torres destruídas. Finalmente, com excelente hook de Nautilus por Gabriel “Hawk”, o Santos conseguiu o Ace para vencer a terceira partida aos 34 minutos e se classificar para a final.

Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

Havan Liberty x Team oNe

O primeiro confronto entre as equipes começou de forma emocionante. Com luta generalizada logo aos dois minutos de jogo, a Team oNe levou o First Blood e começou com grande vantagem no duelo. Depois, tentou pressionar com sua vantagem no ouro construída , mas parava na boa reação e capacidade de desengage da Havan. Finalmente, após emboscada bem sucedida na região do rio, a Team oNe abateu quatro oponentes e conseguiu o buff do Barão. A Havan ainda tentou resistir, mas com quatro Dragões abatidos e o segundo buff do Barão sendo conquistado pelos adversários, sua derrota era iminente. Aos 38 minutos de partida, a Team oNe destruiu a base inimiga e começou a série em vantagem.

Team oNe se classifica para a final do Circuíto Desafiante — Foto: Divulgação/Twitter Team oNe eSports

A segunda partida teve um início mais lento. O First Blood saiu para a Havan apenas aos dez minutos de jogo, após teamfight na rota do Meio. A equipe do Meio Matheus "Dynquedo" aproveitou as falhas nas tentativas de pick offs dos adversários para se antecipar. Com composição voltada para o late game, a Team oNe não conseguiu tempo o suficiente para crescer no game. A Havan aproveitou a diferença de 10 mil de ouro em relação aos adversários e confirmou sua vitória aos 28 minutos, empatando o confronto.

Na terceira partida da série, a Team oNe construiu cedo boa vantagem após grande atuação do caçador sérvio Dušan "Ryuzaki", que comandando sua Rek'Sai, registrou participação em seis dos oito abates de seu time em dez minutos de jogo. Com vantagens de farm em todas as rotas, a Team oNe manteve sua liderança sem correr grandes riscos. A Havan tentou reagir iniciando lutas e procurando por pick offs, mas teve pouco sucesso. A vitória da Team oNe foi apenas questão de tempo. Após garantir o buff do Barão, a equipe pressionou a base adversária e eliminou três jogadores da Havan, e destruiu o Nexus precocemente aos 23 minutos.

A Team oNe começou propondo o jogo na quarta partida. Ryuzaki novamente se destacou, sendo responsável pelos quatro primeiros abates de sua equipe. Desta forma, a Team oNe construiu vantagem nos objetivos e no ouro e buscou as teamfights. Apesar disso, a vantagem do time nas lutas ainda não era o suficiente para garantir maiores objetivos. A situação mudou aos 28 minutos de jogo, quando em teamfight bem executada no covil do Barão, a Team oNe eliminou três jogadores da Havan. Bastou somente avançou para a base inimiga vazia para tomar o Nexus e conquistar a série. Vitória da Team oNe aos 31 minutos, o que garantiu a vaga na final.

Mais do TechTudo