Celulares

Por Isabele Scavassa, para o TechTudo


O mês de abril foi marcado por lançamentos da Motorola e da Apple no mundo dos celulares. O iPhone SE 2 passa a integrar a linha de mais baratos da maçã e tira os smartphones do catálogo que estavam na mesma categoria como o iPhone 8 e o iPhone 8 Plus. Já os telefones Motorola Edge e Motorola Edge Plus aparecem entre os temas mais buscados dentro do universo de celulares do TechTudo por serem novidade na linha super-premium da marca, que não anunciava aparelhos neste segmento desde 2018.

A especulação sobre o design do iPhone 12 Pro Max também foi um dos principais temas do mês. Rumores indicam que o celular deve ser lançado com design semelhante ao do iPad Pro 2020. Outras fabricantes, como a Samsung e a Xiaomi, também marcaram presença em abril. O celular da gigante sul-coreana, o Galaxy S9, registrou muitas reclamações de um bug que deixou a tela verde. Além disso isso, o Redmi Note 9S desembarca no Brasil pelo preço sugerido de R$ 2.799.

Lançamento do iPhone SE 2 foi destaque no mês de abril — Foto: Divulgação/Apple

1. Mais barato: iPhone SE 2 é revelado pela Apple

O novo celular da Apple foi apresentado com o objetivo de oferecer uma opção mais em conta para o padrão da empresa. O iPhone SE 2 chega ao Brasil pelo preço sugerido de R$ 3.699 para a versão de 64 GB. O smartphone apresenta visual semelhante ao do iPhone 8, mas com a ficha técnica aprimorada e pega emprestado algumas especificações do iPhone 11. O telefone já aparece no site da Apple no Brasil e já pode ser adquirida pelos consumidores brasileiros nas cores preto, branco e vermelho.

Dentre as características, marca presença o botão físico para desbloquear o celular, bordas largas e tela LCD de 4,7 polegadas. O conjunto fotográfico conta com câmera traseira de 12 MP e abertura f/1.8 e frontal de 7 MP. Apesar do visual antigo, o iPhone SE 2 conta com processador de ponta, o chip A13 Bionic é mesmo visto no iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max.

O lançamento tomou o lugar dos iPhones 8 e 8 Plus no catálogo da marca, já que concorreriam na mesma categoria. As possibilidades de armazenamento são de 64, 128 e 256 GB, e o celular vem de fábrica com a versão do sistema iOS 13.

iPhone SE 2 tem o mesmo visual do iPhone 8 com processador do iPhone 11 — Foto: Divulgação/Apple

2. Xiaomi anuncia Redmi Note 9S no Brasil

O Redmi Note 9S chega ao Brasil integrando a linha intermediária pelo preço sugerido de R$ 2.799. Os destaques do telefone são a bateria de 5.020 mAh, a câmera quádrupla, com sensores de até 48 MP e o processador da Qualcomm, o Snapdragon 720G (octa-core de até 2,3 GHz), que é dedicado a games. O lançamento que chegou ao país, já havia sido apresentado na Índia com o nome Redmi Note 9 Pro.

As opções de armazenamento variam entre 64 GB e 128 GB, e memória RAM de 4 GB ou 6 GB, respectivamente. Outras especificações do celular são o Android 10, mais recente sistema móvel do Google, integrado à interface MIUI 11, e proteção do painel Gorila Glass 5. A fabricante promete enviar as unidades a partir do dia 30 de maio.

Xiaomi Redmi Note 9S — Foto: Reprodução/Xiaomi Today

3. Clientes reclamam de problema de tela verde no Galaxy S9

Os clientes da Samsung no Brasil registraram queixas no Reclame Aqui e no site oficial sobre um bug recente que faz o Galaxy S9 ficar com a tela verde. O problema afetou inicialmente o Galaxy S20 Ultra, mas agora indícios dão conta de que a falha também acontece no Galaxy S7 e Galaxy S8.

O problema do recém-lançado Galaxy S20 acontecia por conta da incompatibilidade com a taxa de atualização de 120 Hz. Já as linhas S9, S8 e S7 começaram a apresentar o mesmo defeito após a atualização para o Android 10. Alguns clientes chegaram a levar o celular na assistência autorizada para diagnosticar o problema, mas foram informados de que teriam que arcar com os custos de reparo. A Samsung não se pronunciou sobre o problema.

Bug deixa a tela do Galaxy s9 verde — Foto: Reprodução/Clube do Hardware

4. Motorola lança Motorola Edge e Motorola Edge Plus

Os novos celulares da Motorola de nome Motorola Edge e Edge Plus foram anunciados no mês de abril. Os smartphones irão disputar no segmento batizado de flagship com os oponentes iPhone 11 e Galaxy S20. A ficha técnica de ponta inclui câmera de 108 MP, bateria para até dois dias de uso e Snapdragon 865 (octa-core de até 2,84 GHz), o processador mais avançado da Qualcomm atualmente.

O preço dos aparelhos vão de US$ 999, para o Motorola Edge Plus, e 699 euros, para o Motorola Edge. Os celulares chegam aos Estados Unidos e a partir de maio, enquanto isso, não há previsão de data de chegada e nem preço dos aparelhos no Brasil.

A tela dos telefones tem a proposta de apresentar bordas curvadas que ocupam grande parte da área frontal do celular. Para além disso, o Motorola Edge tradicional (sem Plus no nome) é voltado ao público que quer ter um celular 5G por preços mais em conta. A versão mais barata difere em especificações como o processador, que é o Snapdragon 765, que trabalha em conjunto com 6 GB de memória RAM). A versão de entrada também tem a ausência de suporte para carregamento sem fio e recarga reversa.

Motorola Edge Plus conta com biometria integrada à própria tela — Foto: Divulgação/Motorola

5. iPhone 12 Pro Max deve vir com design semelhante ao do iPad Pro 2020

Os rumores sobre o futuro iPhone 12 Pro Max apontam que ele poderá apresentar visual parecido com o do iPad Pro 2020. As informações indicam que o novo celular da Apple pode apresentar um design mais fino, bordas ainda menores que o antecessor e linhas de antenas maiores. Apesar da precisão de alguns detalhes, como o tamanho e a espessura da tela, o protótipo está apenas parcialmente pronto e ainda não há detalhes sobre o posicionamento das câmeras e o tamanho do notch.

Apesar do costume de apresentar a nova linha de celulares em setembro, a pandemia do novo coronavírus pode fazer com que os smartphones sejam apresentado ao público apenas no fim do ano de 2020 ou em 2021.

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max no Brasil: veja a tabela de preços e outros detalhes

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max no Brasil: veja a tabela de preços e outros detalhes

Mais do TechTudo