Wearables

Por Milena Garcia, para o TechTudo


A aguardada Mi Band 5 será lançada ainda no ano de 2020. A Huami Technology, empresa que tem a Xiaomi entre os principais investidores, confirmou a chegada da pulseira fitness num relatório. As informações foram divulgadas pelo CEO da marca, Huang Wang. A data exata de lançamento do produto e a ficha técnica ainda não foram reveladas. Apesar disso, rumores indicam diversas melhorias em relação à Mi Band 4.

Entre elas estão o aumento no tamanho do display, passando de 0,95 polegada para 1,2 polegada. Analistas também especulam a presença de bateria de longa duração, controle por voz, peso leve e maior contraste no visor da novidade.

Sucessora da Mi Band 4 (na foto) deve ganhar tela maior; aparelho ainda não foi anunciado oficialmente — Foto: Divulgação/Xiaomi

Outro rumor que ganhou força nos últimos meses é de que a Mi Band 5 pode vir com tecnologia NFC, responsável pela troca de dados entre dispositivos que estejam próximos. Este recurso seria interessante em tempo de coronavírus, já que possibilita realizar pagamentos sem a necessidade de contato direto com a máquina de cartão, por exemplo.

Quanto ao design, espera-se que não haja grandes diferenças entre um modelo e outro, tornando possível o aproveitamento das pulseiras de versões antigas do wearable.

📺 Saiba curiosidades sobre a Xiaomi no vídeo abaixo:

Xiaomi: saiba o verdadeiro significado da logo e mais 4 curiosidades

Xiaomi: saiba o verdadeiro significado da logo e mais 4 curiosidades

Em relação ao relatório financeiro da Huami Technology, é possível constatar um aumento de 36,1% na receita da empresa em relação ao primeiro trimestre do ano passado. O valor corresponde a 1,0885 bilhão de yuans (cerca de R$ 912 milhões, em conversão direta).

Além disso, o embarque total de vendas atingiu cerca de 7,6 milhões de unidades, crescendo em 35,7% comparado aos 5,6 milhões de unidades no mesmo trimestre de 2019.

A Mi Band 4 fez grande sucesso no ano passado. A expectativa é que a Mi Band 5 também tenha apelo no mercado brasileiro. A antecessora pode ser encontrada no Brasil pelo preço sugerido de R$ 379,99.

Com informações de GizChina e TizenHelp

Mais do TechTudo