Celulares

Por Wallace Ferreira, para o TechTudo


O Motorola Edge é o celular mais recente da Motorola no mercado global. Anunciado em abril nos Estados Unidos, o smartphone coloca a empresa de volta na briga pelo segmento premium ao lado do irmão mais potente, Motorola Edge Plus. Entre os destaques do telefone está a tela OLED curva nas laterais, câmera tripla de 64 MP e bateria de longa duração. Pela ficha técnica de ponta, o celular deve competir nas prateleiras com o iPhone 11, o aparelho mais barato lançado pela Apple em 2019.

Por enquanto, o Motorola Edge será comercializado apenas na Itália por 699 euros (equivalente a R$ 4.220). O iPhone 11 está disponível no Brasil a partir de R$ 4.100 no comércio eletrônico. Enquanto o celular da Apple é vendido nas cores preto, verde, amarelo, roxo, vermelho e branco, o Motorola é encontrado apenas em preto ou rosa. Confira, nas linhas a seguir, o comparativo das fichas técnicas.

iPhone 11 em mãos: saiba preço e tudo sobre o lançamento da Apple de 2019

iPhone 11 em mãos: saiba preço e tudo sobre o lançamento da Apple de 2019

Design e tela

Como o próprio nome Edge indica, o design do novo celular da Motorola chama a atenção por conta das bordas laterais. Com curvas acentuadas, a tela ocupa grande parte da área frontal do celular (95,9%) e promete maior imersão na visualização de conteúdo. O display OLED tem 6,7 polegadas, resolução Full HD+ (2340 x 1080 pixels) e taxa de atualização de 90 Hz, que deve garantir efeitos mais fluidos e aprimorar as animações, principalmente em jogos.

As configurações de tela do iPhone 11 são mais modestas. O display tem 6,1 polegadas e resolução apenas 1792 x 828 pixels, inferior ao Full HD+ do concorrente. Por conta do display com painel IPS LCD, o modelo também exibe bordas mais generosas, já que a tecnologia que não permite reduzir tanto as laterais. Quanto à qualidade de imagem, o aparelho da Apple também tende a perder para as cores vibrantes e melhor contraste do OLED.

Na construção, entretanto, o iPhone 11 tende a levar a melhor. Além de ter traseira em vidro, acabamento mais premium que o utilizado no Motorola Edge, o celular da maçã sai de fábrica com resistência à água e poeira IP68. A certificação garante uma proteção maior à agua que o IP54 do smartphone da Motorola.

Motorola Edge tem tela OLED de 6,7 polegadas e taxa de atualização de 90 Hz — Foto: Divulgação/Motorola

Câmera

O Motorola Edge tem configurações um pouco mais simples na câmera que o irmão mais caro, o Motorola Edge Plus. O smartphone conta com uma câmera principal de 64 MP (abertura f/1.8), uma lente ultra wide 117º de 16 MP (com Macro Vision e abertura f/2.2), para garantir capturas mais amplas, e uma teleobjetiva de 8 MP (abertura f/2.4).

Já o iPhone 11 vem com um sistema de câmera dupla com um sensor principal de 12 MP, lente de 26 mm com abertura f/1.8 e estabilização óptica (OIS). A segunda câmera é uma ultra wide de 12 MP com abertura f/2.4. O conjunto se destaca pela adoção do Modo Noite, recurso que permite tirar boas fotos em ambientes noturnos com quase nenhuma luz.

Na câmera frontal, o iPhone 11 sai na frente por conta da capacidade de gravar em 4K a 60 quadros por segundo, enquanto o concorrente filma apenas em Full HD (30 quadros por segundo). O celular da Apple tem câmera de selfies de 12 MP (f/2.2) contra 25 MP (f/2.0) do Motorola Edge.

iPhone 11 traz câmera traseira dupla com 12 megapixels de resolução — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Desempenho e armazenamento

O hardware é onde os dois celulares mais se distanciam. Enquanto o Motorola Edge adentra ao segmento intermediário "premium", o iPhone 11 é considerado um dos smartphones mais poderosos da atualidade. O telefone da Apple funciona com o processador A13 Bionic, mais potente já lançado pela Apple, e tem memória RAM de 4 GB – o que deve garantir uma boa perfomance à interface do aparelho.

Isso não significa, porém, que o Motorola Edge vá apresentar engasgos ou travamentos. O celular conta com o Snapdragon 765 e traz RAM de 6 GB, configurações que tendem a ser suficientes para rodar de forma fluída diversos apps.

Quanto ao armazenamento, o iPhone 11 é vendido em opções com 64 GB, 128 GB e 256 GB. O Motorola Edge é comercializado em versão única de 128 GB, mas aceita cartão microSD de até 1 TB. Como é de praxe nos celulares da Apple, o iPhone 11 não tem suporte a cartões de memória.

Motorola Edge conta com processador Snapdragon 765 — Foto: Divulgação/Motorola

Bateria

Na bateria, as duas fabricantes prometem bons números. Com capacidade de 4.500 mAh, o Motorola Edge deve durar até dois dias longe das tomadas. Com 3.110 mAh, a Apple estima que o iPhone 11 leve até 17 horas para descarregar completamente durante a reprodução de vídeos.

O aparelho da Apple tem suporte a carregamento sem fio, recurso que ficou restrito ao Motorola Edge Plus.

Novo smartphone intermediário "premium" da Motorola deve bater de frente com iPhone 11 — Foto: Divulgação/Motorola

Sistema

O Motorola sai de fábrica com o Android 10 e tem atualização confirmada para o próximo Android 11. A Motorola prometeu ao TechTudo que ele deve receber ainda pacotes de segurança por dois anos. Já o iPhone 11 roda o iOS 13, o mais recente até o momento. Vale lembrar que o iPhone deve se manter atualizado por mais tempo, devido à política de atualizações da Apple.

Uma novidade da Motorola é a interface My UX, que permite que usuários possam escolher a melhor maneira de organizar o telefone. As personalizações incluem as tradicionais Moto Ações e o Edge Touch, nova função que exibe notificações e avisos coloridos nas bordas da tela.

Em termos de usabilidade, o Android segue sendo um sistema que dá mais liberdade e capacidade de personalização para o usuário. Por outro lado, o iOS 13 é conhecido por ser mais seguro e estável, sendo menos suscetível a engasgos ou travamentos.

iPhone 11 roda o iOS 13, mais recente sistema operacional da Apple — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Recursos adicionais

Mais recente, o Motorola Edge traz um bom pacote de recursos adicionais, que inclui a conectividade 5G – algo indisponível no aparelho da Apple. O celular sai de fábrica com suporte ao Wi-Fi 6, Bluetooth 5.1 e também com a tradicional porta P2 (3,5 mm) para fones de ouvido.

O destaque vai também para o novo modo de desbloqueio do Motorola Edge, que traz um leitor de digitais integrado à própria tela. O iPhone 11 usa o Face ID, sistema de reconhecimento facial desbloqueia o celular rapidamente por meio de um conjunto avançado de sensores frontais.

Ambos permitem utilizar duas operadoras ao mesmo tempo. No iPhone 11 isso é possível por meio de uma linha física e outra no formato eSIM, enquanto o Motorola Edge traz uma entrada híbrida para dois chips de telefonia.

Motorola Edge — Foto: Divulgação/Motorola

Preço e disponibilidade

O Motorola Edge ainda não tem data oficial para chegar ao Brasil. O celular da Motorola será comercializado inicialmente na Itália por 699 euros (R$ 4.220 em conversão direta). O iPhone 11 tem preço oficial de R$ 4.999, mas já pode ser encontrado na faixa de R$ 4.100 no comércio online na versão de 64 GB.

Ficha técnica: iPhone 11 e Motorola Edge

Especificações iPhone 11 Motorola Edge
Lançamento setembro de 2019 abril de 2020
Lançamento no Brasil outubro de 2019 indefinido
Preço de lançamento a partir de R$ 4.999 699 euros
Tamanho da tela 6,1 polegadas 6,7 polegadas
Resolução da tela 1792 x 828 pixels Full HD+ (2340 x 1080 pixels)
Painel da tela LCD OLED
Câmera traseira dupla, 12 megapixels tripla, 64, 16 e 8 megapixels
Câmera frontal (selfie) 12 megapixels 25 megapixels
Processador A13 Bionic Snapdragon 765
Memória RAM 4 GB 6 GB
Armazenamento 64 GB, 128 GB ou 256 GB 128 GB
Cartão de memória não sim, microSD de até 1 TB
Sistema iOS 13 Android 10
Bateria 3.110 mAh 4.500 mAh
Dimensões e peso 150,9 x 75,7 x 8,3 mm; 194 gramas 161,6 x 71,1 x 9,2 mm; 188 gramas
Cores disponíveis preto, verde, amarelo, roxo, vermelho e branco preto e rosa

Com informações da Motorola, Apple e Cnet

Mais do TechTudo