Celulares

Por Rodrigo Roddick, para o TechTudo


A Nokia completa 155 anos nesta semana com diversos celulares marcantes anunciados ao longo desta jornada empresarial. Dentre os mais famosos destaca-se o Nokia 3310, modelo que até hoje é lembrado como indestrutível, o que levou ao surgimento de diversos memes que brincam com a durabilidade. Em outros momentos, a empresa simplesmente revolucionou o mercado, como foi o caso do N95, verdadeiro rival de câmeras fotográficas digitais.

Apesar de estar sumida do cenário brasileiro, a fabricante tenta um retorno ao país com o lançamento do Nokia 2.3 por R$ 899. O TechTudo selecionou alguns dos telefones mais marcantes da empresa para comemorar o aniversário nesta terça-feira (12). Mate a saudade nas linhas a seguir.

Nokia 5310 Xpress Music

Esse modelo foi um dos queridinhos do público em sua época. O Nokia 5310 Xpress Music vinha com uma telinha QVGA de 2,1 polegadas, câmera VGA, armazenamento de 30 MB e bateria de 1.200 mAh, que conferia autonomia de um mês para o celular em modo de repouso. O Nokia 5130 também vinha com MP3 e rádio FM.

Nokia 5310 XpressMusic vinha com MP3 e rádio FM — Foto: Reprodução/Nokia

O telefone de 2007 foi relançado em março deste ano numa versão mais contemporânea. O novo modelo mantém o mesmo design, mas passou por mudanças. A tela, por exemplo, subiu para 2,4 polegadas, e agora o processador é MediaTek MT6260A.

Nokia 3310

O telefone que incitou muitos memes atende pelo nome de Nokia 3310, de 2000. Ele é um modelo mais aperfeiçoado de uma sequência de celulares que exploraram o mesmo design. Sua maior qualidade – apontada por muitos usuários – era a durabilidade da estrutura externa. Dava até mesmo para trocá-la.

Nokia 3310 marcou época e ganhou fama de indestrutível na Internet — Foto: Divulgação/Nokia

Ele vinha com tela monocromática com luz de fundo verde, teclado numérico, ringtones e o viciante jogo da cobrinha. Não possuía câmera nem rádio FM. MP3 estava fora de cogitação naquela época.

Novo Nokia 3310 foi apresentado na MWC 2017 em quatro cores — Foto: Divulgação/HMD Global

O Nokia 3310 ganhou uma versão mais moderna em 2017. A fabricante apostou em muitas melhorias: tela colorida QVGA de 2,4 polegadas, câmera de 2 MP e bateria de 1.200 mAh. Para tristeza de alguns fãs, o design também foi alterado para que os cantos ficassem mais arredondados.

Nokia 1100

Outro modelo que foi tendência em sua época: o Nokia 1100 trazia um design clean minimalista e ficha técnica mais humilde, assim como Nokia 3310. Vinha com tela monocromática, teclado numérico, ringtones e o jogo da cobrinha. Seu diferencial era o teclado de silicone mais resistente à poeira e também uma lanterna na parte superior.

Desde o lançamento em 2003, o Nokia 1100 se tornou o celular mais vendido do mundo, somando 250 milhões de unidades.

Nokia chegou a vender 250 milhões de unidades do 1100 — Foto: Divulgação/Nokia

Nokia 6111

Lançamento de 2005, o Nokia 6111 chamava a atenção por causa do formato slider – deslizante, em português – em que o usuário precisava deslizar a tela para acessar o teclado. O modelo vinha com tela com 252 mil cores. Sua câmera era de 1 MP, vinha com LED, trazia zoom de 6x e ainda gravava vídeos. Além de MP3, o Nokia 6111 também tinha suporte a MP4. Era possível colocar diferentes temas personalizáveis nele e o telefone ficava ligado dez dias com a bateria em modo de espera.

Nokia 6111 foi lançado em 2005 com câmera de 1 megapixel — Foto: Divulgação

Nokia N95

Também em formato slider, o Nokia N95 era um telefone bem potente para época – lançado em 2006. Ele trazia uma tela relativamente grande e colorida, mas o que chamava mais atenção no modelo era a câmera. O celular tinha 5 MP com lente Carl Zeiss e se apresentava como uma alternativa para as câmeras digitais da época. Outro detalhe era que ele podia gravar vídeo de maior qualidade, como DVD. Este modelo contava com internet 3G, o que significa que o usuário podia baixar músicas e vídeos mais rapidamente, acessar e-mails e navegar com GPS.

N95 oferecia câmera traseira e frontal com teclado retrátil para digitar ou ouvir músicas — Foto: Divulgação/Nokia

Nokia C3

Na época em que os telefones Blackberry eram um fenômeno, a Nokia lançou um modelo com o desejado teclado QWERTY, pois facilitava na hora de escrever e-mail, torpedos e mensagens em apps de bate-papo. Além da internet própria, o Nokia C3 também se conectava ao Wi-Fi. Ele tinha uma tela de 2,4 polegadas e câmera com 2 MP. O lançamento de 2010 também podia ser comprado em diferentes cores, inclusive rosa.

Nokia C3 possuía estilo igual ao Balckberry — Foto: Divulgação

Nokia N-Gage

Com designe que lembrava videogames portáteis, o Nokia N-Gage tinha características de smartphone e acesso à plataforma de jogos da Nokia. Ele tinha uma tela quadrada colorida e, na sua época, encontrou apenas o Game Boy Advance como concorrente.

N-Gage foi um celular da Nokia voltada para games — Foto: Reprodução/Betech

Apesar do cenário favorável no mercado, ele foi recebido em 2003 com estranheza devido ao formato e por não se encaixar em nenhuma categoria da época. O produto depois foi atualizado para o Nokia N-Gage 2.0 e chegou ao fim quando foram anunciados o iPhone e a tecnologia de games da Apple para smartphone.

Nokia traz de volta celulares que já são sucesso; conheça o Nokia 8110

Nokia traz de volta celulares que já são sucesso; conheça o Nokia 8110

Mais do TechTudo