Fones de ouvido

Por Yuri Hildebrand, do Home Office


O Headset HyperX Cloud Stinger Core é o mais novo modelo de entrada da marca no Brasil. Com preço sugerido de R$ 519,90 o acessório traz áudio 7.1 via software, design simples, microfone integrado e conectividade via cabo P2 ou adaptador USB. O produto aparece ainda em uma versão própria para PS4, por R$ 399,90, e outra sem fio, que tem valores em torno dos R$ 649,90 sugeridos pela marca.

Também nesta terça-feira (2), a HyperX anunciou o novo Cloud Alpha S, opção premium que também traz som surround, além de controle de graves e cabo P2 e microfone destacáveis, que fica à venda por R$ 949. O TechTudo testou os modelos em primeira mão e conta mais a seguir sobre os lançamentos.

Headset HyperX Cloud Stinger Core é nova opção de bom custo-benefício no Brasil — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O Cloud Stinger Core é um dos headsets mais baratos da marca. Com acabamento básico, seguindo a proposta de entrada, o modelo tem acolchoamento de tecido, o que proporciona um maior conforto, sobretudo para longas horas de jogatina. A haste do microfone pode ter sua altura ajustada de acordo com o usuário, e, para desligar a captação de som, basta colocá-la para cima – o que facilita bastante a vida do jogador durante as partidas.

O dispositivo tem um adaptador USB, que permite o uso do áudio 7.1 quando plugado no PC, e o usuário pode realizar ajustes e atualizar o firmware por meio do software Ngenuity, próprio da marca. Na concha esquerda, junto ao microfone, e à saída do cabo, também é possível controlar o volume por meio de uma espécie de scroll.

Adaptador USB permite jogar no PC com áudio 7.1 — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Outro headset anunciado pela HyperX é o Cloud Alpha S. Diferente do Stinger Core, o acessório premium conta com acolchoamento mais confortável, tanto nas conchas quanto na haste de cima. Seu design segue uma linha mais robusta e até retrô, o que garante certo estilo, o que pode ser interessante para streamers, por exemplo. No geral, a imersão é o ponto forte do produto, que garante ao usuário concentração total no gameplay.

O microfone, destacável, tem haste maleável e permite um bom ajuste. O modelo funciona bem até mesmo para ouvir músicas no dia a dia, já que, sem a peça, passa despercebido como um headphone over-ear. Nas duas conchas, há ajustes deslizáveis que permitem ou não a entrada de ruídos externos. Isso facilita o ajuste na reprodução dos graves, e o usuário pode escolher entre três diferentes níveis. Além disso, há uso de uma tecnologia de hardware que separa as frequências altas e baixas, o que melhora a compreensão dos diferentes sons do jogo.

HyperX Cloud Alpha S é mais robusto e tem microfone e cabo USB destacáveis — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Assim como o modelo mais barato, o Cloud Alpha S tem um adaptador USB, que permite plugar no PC para aproveitar o áudio 7.1 e também ligar ou desligar o microfone, controlar o volume e também acionar um modo específico para chat. Da mesma forma, é possível utilizar o plugue P2 para ligar também em consoles, como PS4, Xbox One e Nintendo Switch.

Outros lançamentos

Além dos headsets, a HyperX também apresentou outros periféricos voltados para usuários gamer. O mouse Pulsefire Raid, por exemplo, conta com design muito parecido com o Pulsefire Dart, opção top de linha da marca. Com fio e conectividade USB, o modelo tem iluminação RGB, que pode ser personalizada por meio do app Ngenuity, três opções predefinidas de DPI até 3.200 e seis botões configuráveis, além de boa ergonomia. O produto chega ao Brasil com preço de R$ 349,90, sendo uma boa opção intermediária no mercado nacional.

Mouse Pulsefire Raid, opção mais em conta frente ao Pulsefire Dart, também chega ao Brasil — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

O mousepad HyperX Fury Ultra é uma opção mais voltada para usuários profissionais, e o usuário vai precisar de bastante espaço na mesa para instalar. Com painel liso que permite movimentos suaves com o mouse, o periférico traz luzes RGB em todo seu entorno, e base com acabamento de borracha, que evita deslizamentos. O modelo já está à venda no país desde abril, e tem valor sugerido de R$ 479,90. Por fim, o Chargeplay Clutch, exclusivo de Nintendo Switch, é outra solução gamer, que promete prolongar a bateria do console e garantir maior conforto durante a jogatina. Seu preço sugerido no Brasil é de R$ 549.

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Qual a melhor marca de fone de ouvido? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo