Fones de ouvido

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


JBL Club 950NC e JBL Club One são os novos fones de ouvido top de linha da marca à venda no Brasil. Os headphones têm design over-ear, selo Hi-Res para áudio de alta definição, cancelamento de ruído ativo e Bluetooth 5.0, padrão que garante pareamento rápido e equilibrado com celulares Android e iPhone (iOS). Ambos se juntam ao Club 700BT na linha da JBL, e também se destacam pelo acabamento premium, além de contarem com autonomia que pode ir até as 55 horas de reprodução. Em relação aos preços, o JBL Club 950NC chega a partir desta sexta-feira (12) por R$ 1.499, enquanto o JBL Clube One já está disponível para comprar no site oficial da marca, com valor sugerido de R$ 1.999.

Linha Club, da JBL, é desenvolvida em parceria com DJs e produtores de diversos estilos musicais — Foto: Divulgação/JBL

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O Club One é o mais avançado da linha, e vem equipado com driver de grafeno de 40 mm de diâmetro, o que deve significar uma boa reprodução independente do volume. Direcionado para profissionais de áudio, o headphone tem duas entradas auxiliares com até 3.500 mW (miliwatts) de potência, sendo uma para cada concha. Em relação à conectividade sem fio, o modelo traz padrão Bluetooth 5.0, mais recente.

A autonomia é um dos pontos fortes do produto, que promete até 45 horas de música com apenas uma recarga. Vale lembrar que esse intervalo leva em conta o funcionamento com o cancelamento de ruído ativo desligado; com o recuso acionado, a bateria sustenta cerca de 23 horas de reprodução.

JBL Club One tem bateria para até 45 horas, enquanto Club 950NC tem autonomia para 55 horas seguidas de reprodução — Foto: Divulgação/JBL

Já o Club 950NC é sem fio e deve tocar músicas por até 55 horas, também sem o cancelamento de ruído ativo ligado – com a função sendo utilizada, o tempo cai para 22 horas. De acordo com JBL, o fone, que aceita até 2.500 mW de potência de entrada, conta com um driver construído para ser resistente à variação de tensão, fenômeno comum com o aumento de potência no amplificador.

Pressionando a concha esquerda dos fones, o usuário pode acionar os recursos Talkthru, reduzindo o volume da música e acionando o microfone externo, o que permite ao usuário conversar sem precisar parar o som. Além disso, os produtos têm a função Ambient Aware, que equilibra ruídos externos e o áudio que está sendo reproduzido para evitar um isolamento completo, algo interessante para usar durante viagens e trabalho, por exemplo. Há ainda um botão que reforça os graves da música, algo que, assim como as outras funcionalidades, também está presente no Club 700BT, modelo mais simples da linha.

Já conhece os fones premium da JBL? Veja o que achamos do JBL Everest 310:

Fone JBL Everest 310 é bom? Veja análise de ficha técnica e preço

Fone JBL Everest 310 é bom? Veja análise de ficha técnica e preço

Os acessórios ainda são compatíveis com os assistentes Alexa, da Amazon, e Google Assistente, permitindo fazer pesquisas no celular, ler mensagens ou até controlar a reprodução por meio de comandos de voz. O microfone embutido também permite realizar ligações sem precisar tirar o fone do ouvido.

Segundo a JBL, os produtos da linha Club são desenvolvidos com a colaboração de músicos e DJs famosos do mundo todo. O usuário pode inclusive baixar equalizações personalizadas pelos artistas para os fones por meio do app My JBL Headphones, o que deve entregar uma experiência interessante ao ouvir os estilos musicais indicados.

Qual é o melhor fone de ouvido por até R$ 100? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo