Drones

Por Lucimara Leandro, para o TechTudo


Mavic Air 2 é o drone mais recente da DJI, lançado em abril deste ano. Equipado com câmera 8K e bateria suficiente para até 34 minutos de voo, o produto promete superar seu antecessor, Mavic Air, em diferentes aspectos. Mais robusto e com recursos presentes em quadricópteros profissionais, o novo modelo chega ao Brasil ainda em junho, e tem preço sugerido a partir de R$ 10.020. Já a opção anterior, à venda desde 2018 no país, aparece por, pelo menos, R$ 4.499. Confira a seguir mais detalhes dos drones premium da DJI e saiba qual deles é melhor para você.

Mavic Air 2: testamos o drone da DJI

Mavic Air 2: testamos o drone da DJI

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Design

Compactos e portáteis, tanto Mavic Air quanto o Mavic Air 2 possuem características que facilitam o transporte. O novo modelo é um pouco mais pesado, com 570 gramas, enquanto a versão anterior pesa 430 gramas. Ambos são dobráveis e cabem em praticamente qualquer mochila ou bolsa. Em relação às medidas, o lançamento chega com 180 x 97 x 84 mm quando fechado, enquanto o Air original tem 168 x 83 x 49 mm. Com tudo pronto para voar, os dois têm 183 x 253 x 77 mm e 184 x 168 x 64 mm, respectivamente. O Mavic Air está disponível para comprar em vermelho, preto e branco, enquanto o Mavic Air 2 está à venda apenas na cor cinza.

Com os braços e hélices dobrados, o Mavic Air fica um pouco maior que um smartphone — Foto: Divulgação/DJI

Câmera

Com sensor Quad Bayer, a câmera do Mavic Air 2 permite diferentes modos de captura. É possível fazer vídeos com 12 megapixels e tirar fotos de 48 megapixels, em alta resolução. Seu estabilizador triaxial ajuda a compensar as oscilações da câmera e cria imagens mais estáveis. De acordo com a DJI, o drone consegue filmar em 4K a 60 fps e 120 Mb/s, garantindo imagens mais fluidas. Com o recurso HDR, também é possível filmar em câmera lenta 4x em 1.080p a 120 fps ou 8x em 1.080p a 240 fps.

Câmera do novo Mavic Air 2 promete boa estabilidade e gravações até 8K — Foto: Divulgação/DJI

Outra novidade que chama atenção no dispositivo é a resolução 8K, disponível no modo Hyperlapse. A DJI adicionou ainda o recurso SmartPhoto, que faz uma análise da cena e oferece três opções automáticas de captura de imagem: com pouca luz, HDR avançado ou reconhecimento de cena.

O Mavic Air 2 também traz recurso de rastreamento com três opções de captura: ActiveTrack 3.0, Ponto de Interesse 3.0 e Spotlight 2.0, que definem um ponto específico para seguir, criar rotas automáticas de voo ou enquadrar enquanto o usuário controla o drone livremente. A funcionalidade ganhou melhorias em relação ao que já era oferecido no Mavic Air, assim como as especificações da câmera. O primeiro modelo permite gravar em 4K, mas a 30 fps, enquanto a resolução máxima de captura é de 12 megapixels.

Mavic Air possui recursos de câmera mais simples que o Mavic Air 2 — Foto: Divulgação/DJI

Voo e autonomia

O Mavic Air 2 traz novos motores e controladores eletrônicos de velocidade que prometem maior performance, assim como uma bateria mais potente. Enquanto o Mavic Air permite voos de 21 minutos, o novo modelo chega aos 34 minutos com uma carga. O componente também supera o anterior em mAh, chegando aos 3.500 mAh contra 2.375 mAh da primeira versão.

Segundo a fabricante, o drone pode ser controlado em um raio de até 10 km, mantendo a exibição em tempo real do que está sendo capturado na câmera. É mais uma melhoria, já que, no Mavic Air, essa distância é de 4 km. Ambos chegam aos 68 km/h de velocidade e têm manobras predeterminadas que ajudam os usuários na hora de gravar vídeos e tirar fotos. Os recursos de pilotagem, inclusive, são apontados pela fabricante como interessantes mesmo para pessoas com menos experiência, já que há sensores para desviar de obstáculos e pouso automático em caso de pouca bateria.

Segurança

Sensores do Mavic Air 2 prometem voo mais seguro; Mavic Air original também conta com recursos que facilitam a pilotagem — Foto: Divulgação/DJI

Os dois produtos têm sensores de segurança, que permitem reconhecer obstáculos durante o voo. Segundo a DJI, o app para celular avisa ao piloto a respeito da aproximação de qualquer objeto, evitando colisões e acidentes. O Mavic Air 2, por sua vez, traz uma iluminação na parte inferior que facilita a aterrissagem à noite ou em ambientes escuros. Outro recurso que é novidade na linha é o Geofencing, que impede o drone de entrar em locais de risco, como aeroportos e bases aéreas.

Além disso, o Mavic Air 2 é o primeiro drone de consumo a usar a tecnologia AirSense, que estava presente apenas em dispositivos de uso profissional, como o Mavic 2 Enterprise e a série Matrice 200. A funcionalidade utiliza receptores ADS-B para receber sinais de aeronaves próximas: sempre que um avião ou helicóptero estiver próximo ao drone, o controlador vai emitir vibrações e avisos sonoros para alertar o piloto. Vale ressaltar que o recurso está presente nos modelos à venda no Brasil, mas o software em si fica disponível apenas nos Estados Unidos.

Novo design do controlador

O controlador do Mavic Air 2 não possui mais antenas externas e o espaço para o smartphone agora fica na parte superior do controle — Foto: Reprodução/DJI

Outra mudança significativa foi no controlador, que ganhou um novo design. Na versão original, o smartphone fica conectado na parte de baixo, forçando o piloto a olhar mais para baixo. Já no Mavic Air 2, o celular fica em cima, permitindo uma visualização melhor do voo. As antenas também não ficam mais visíveis, e os botões foram reposicionados. O controle para subir e descer a câmera agora fica na parte de trás, enquanto os botões que alternam entre vídeo e foto aparecem tanto na parte frontal quanto na traseira do dispositivo. A proposta, portanto, deve deixar o voo mais intuitivo.

Preço e disponibilidade

Pela primeira vez, pacote Fly More inclui filtros ND — Foto: Divulgação/DJI

O Mavic Air 2 ainda não desembarcou no Brasil, mas chega por aqui ainda em junho. O modelo já está em pré-venda em algumas lojas online, com preços a partir de R$ 10.020. Há também a opção que inclui o kit Fly More, que sai a, pelo menos, R$ 12.404 no mercado brasileiro. O Mavic Air, por sua vez, mesmo sendo mais antigo, pode ser um pouco difícil de encontrar, já que aparece como "sem estoque" nos principais sites do varejo nacional. Entretanto, é possível encontrá-lo por R$ 4.499 no site oficial da Apple na opção mais básica. Já o modelo com kit Fly More está à venda por a partir de R$ 6 mil.

Mavic Air vs Mavic Air 2

Mavic Air Mavic Air 2
Autonomia de voo 21 minutos 34 minutos
Bateria 2375 mAh 3500 mAh
Distância de controle 4 km 10 km
Resolução de transmissão 720p 1080p
Velocidade máxima 68 km/h 68 km/h
Vídeo 4K a 30 fps 8K em Hyperlapse, 4K a 60 fps
Foto 12MP, CMOS 48MP, HDR
Sensores frontal, traseiro, inferior frontal, traseiro, inferior
Sensor ADS-B Não Sim
Armazenamento 8GB interno; Micro SD até 128GB 8GB interno; Micro SD até 256GB
Tamanho fechado 168 x 83 x 49 mm 180 x 97 x 84 mm
Tamanho aberto 184 x 168 x 64 mm 183 x 253 x 77 mm
Peso 430 gramas 570 gramas
Mais do TechTudo