Streaming

Por Bruna Telles, para o TechTudo


A Twitch TV iniciou uma onda de banimentos na última quarta-feira (24) após inúmeras denúncias de assédio e abuso sexual serem feitas contras homens do universo dos esports e games. Até agora os streamers Samuel "iAmSp00n" Earney, "WarwitchTV", "DreadedCone", Stephen "Wolv21" e Brad “BlessRNG” Jolly levaram bans permanentes na plataforma. O último não só foi banido após assumir a culpa das acusações, como teve seu emote global - o "BlessRNG" - removido. Além disso, a Twitch anunciou mudanças que prometem combater casos abusivos e tóxicos na plataforma.

A Twitch reafirmou seu compromisso contra assédio e ódio por meio de banimentos permanentes e mudanças no site — Foto: Divulgação/Twitch

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Entenda o caso

No sábado (20), várias mulheres usaram as redes sociais para acusar Lono "SayNoToRage", popular streamer de Destiny, de assédio sexual em eventos anuais de jogos. Ao longo do final de semana surgiram mais denúncias relacionadas a vários streamers, envolvendo nomes como o YouTuber Tom "ProSyndicate" Casell e o caster de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) Henry "HenryG" Greer.

No domingo (21), a Twitch TV confirmou o início das investigações nas contas dos streamers acusados. A plataforma reconheceu que precisará de mais informações, uma vez que os incidentes ocorreram fora da Twitch. Para isso, ela informou que haverá um trabalho em conjunto com as autoridades competentes, a fim de conduzir investigações mais detalhadas.

Até o fechamento desta matéria, SayNoToRage não foi banido. Na segunda-feira (22), o streamer Brad “BlessRNG” Jolly publicou um pedido de desculpas em seu perfil do Twitter, dizendo que pretende melhorar com a terapia.

O que muda agora

Foram lançadas atualizações para o AutoMod e a lista de palavras banidas (Banned Words) focadas em reduzir os comportamentos de ódio e assédio. Além disso, a Twitch está revisando o item de Conduta de Ódio e Assédio das Diretrizes da Comunidade, e prometeu estar trabalhando em melhorias na detecção de nomes de usuário ofensivos. Aos que tiveram experiências similares às denunciadas, o pedido é que sejam utilizadas as plataformas de denúncia do site, e a Twitch prometeu confidencialidade às relatoras.

Mais do TechTudo