Celulares

Por Isabele Scavassa, para o TechTudo


Usuários do celular de ponta Google Pixel 4 XL relataram que a parte traseira do smartphone está se desfazendo. Diversas reclamações foram registradas no fórum Reddit e em páginas de suporte da fabricante. A suspeita é de que o telefone esteja apresentando problemas de bateria estufada, o que faz com que a peça apresente um inchaço e empurre componentes internos, causando o descolamento.

Alguns clientes que entraram em contato com o suporte e descreveram o defeito tiveram o aparelho substituído ou enviado para o conserto. O Google não se pronunciou sobre o caso até o momento.

Google Pixel 4 XL é alvo de reclamações de que a estrutura da parte traseira está descolando — Foto: Reprodução/Android Authority

Os relatos indicam que o adesivo que prende o vidro traseiro do painel está descolando e que não é possível fixá-lo novamente no telefone. A explicação inicial indicava que o defeito poderia aparecer apenas em lotes de fabricação específicos, mas o aumento das reclamações parecem contradizer esta hipótese.

Um motivo provável para o ocorrido é o estufamento da bateria do smartphone, que faz com que a parte traseira apresente uma espécie de relevo. Em casos mais graves, é uma condição perigosa, já que o componente neste estado pode até mesmo ocasionar um incêndio. Apesar das especulações, não se sabe ao certo a causa. Também há a possibilidade de ser uma falha na fabricação ou na composição do adesivo.

Relembre o lançamento do Google Pixel 4

Alguns dos usuários afetados conseguiram um retorno da fabricante, com a possibilidade de receber um telefone novo ou o reparo do atual. A única solução encontrada para o problema até então é contatar o suporte do Google e informar o ocorrido para que uma destas medidas sejam tomadas.

A gigante da tecnologia não vende oficialmente a linha Google Pixel no mercado brasileiro.

Com informações de Android Authority e 9to5Google

Mais do TechTudo