Celulares

Por Giovana Guerra, para o TechTudo

Divulgação/Apple

A câmera única na traseira do iPhone SE 2 decepcionou em testes realizados pelo site especializado em imagem DxOMark. O celular da Apple obteve um total geral de 101 pontos, empatando com o iPhone XR, aparelho lançado em 2018 com proposta semelhante: competir entre celulares mais baratos. O experimento concluiu que no geral, não houve grandes avanços da tecnologia de câmera de dois anos atrás em comparação com o aparelho recém-lançado.

A segunda geração do iPhone SE também obteve a mesma pontuação que o Google Pixel 3A, versão mais em conta do celular do Google anunciado em 2019 por US$ 399 (cerca de R$ 2.115, mesmo preço sugerido que o smartphone da maçã. O SE 2 ficou atrás de 36 outros smartphones quando o assunto é fotografia digital. No entanto, vários deles têm preço mais salgado – são os celulares mais poderosos do mercado.

Câmera única do iPhone SE 2 decepcionou em teste de câmera — Foto: Divulgação/Apple

O iPhone SE 2 chegou ao mercado com a proposta de ser o celular com preço mais baixo do catálogo atual da empresa da maçã. Inicialmente anunciado por R$ 3.699 no Brasil, hoje em dia pode ser encontrado em lojas online por preços que partem de R$ 2.700.

Em relação ao teste, a câmera principal de 12 MP e abertura de f/1.8 do iPhone SE 2 conquistou 103 pontos no quesito fotografia, tendo como pontos fortes a exposição, cor e a faixa dinâmica fotográfica, que garante uma rica retenção de detalhes. No entanto, o smartphone deixou a desejar em fotos noturnas. O teste revelou que o flash ajuda a melhorar detalhes, mas a pouca iluminação diminui visivelmente a exposição e há excesso de ruído nas imagens capturadas com o telefone.

De acordo com os especialistas do DxOMark, a qualidade das imagens produzidas pelo celular pode ser comparada em diversos aspectos com a do iPhone 11. Porém, o modo retrato sem a ajuda de um sensor de profundidade fica longe da perfeição e a qualidade das imagens com zoom decepcionam. Outra grande perda fica por conta da falta de uma lente ultra wide, o que limita o campo de visão capturado.

Especialistas do DxOMark afirmam que modo retrato do iPhone SE 2 apresenta imperfeições — Foto: Reprodução/DxOMark

Já para selfies, a câmera frontal de 7 MP e abertura de f/2.2 se sai um pouco melhor. Com 84 pontos na categoria de fotos, o aparelho ficou atrás de 16 outros celulares, obtendo resultado similar ao do Huawei Mate 30 Pro. O iPhone SE 2 obteve boa pontuação graças à exposição e faixa dinâmica. O smartphone oferece cores vivas e um balanço de branco na maioria das vezes preciso, mas o ruído ficou visível em todas as situações testadas, o que rendeu uma pontuação menor neste quesito.

Na categoria vídeo, a câmera principal foi testada em resolução 4K a 30 quadros por segundo e obteve 98 pontos, graças à boa exposição e bom controle de sombras e realces. O ruído é controlado e o foco automático é rápido, embora a estabilização não seja perfeita. Na mesma categoria, a câmera frontal marcou 83 pontos. Apesar da boa exposição e precisão de cores, o ruído no sensor para selfies é frequente e a qualidade fica visivelmente mais baixa em condições de pouca luz.

Câmera frontal do iPhone SE 2 oferece cores vivas, afirmam especialistas do DxOMark — Foto: Reprodução/DxOMark

Apesar de ter ficado abaixo do esperado no teste de câmera, o iPhone SE 2 surpreendeu na qualidade sonora. Também realizado pelo DxOMark, o smartphone conquistou 70 pontos, sendo considerado um dos melhores celulares do mundo em qualidade de captação de áudio.

Com informações do DxOMark (1 /2) e GizChina

Quatro coisas que você nunca deve fazer com o seu iPhone

Quatro coisas que você nunca deve fazer com o seu iPhone

Mais do TechTudo