Por Victor de Abreu, para o TechTudo


Os jogadores brasileiros são os que mais trapaceiam em games como League of Legends (LoL), Minecraft, World of Warcraft (WoW) e Apex Legends. É isso o que diz a pesquisa "Cheating Countries", realizada pelo portal Ruby Fortune. O levantamento considerou alguns games e teve como objetivo analisar a expansão do uso de softwares ilegais por players em todo o mundo. Entre as trapaças estão cheats, hacks e bots, programas que dão vantagens indevidas in game e que são proibidos pela maioria das desenvolvedoras.

Também foram estudados games como DotA 2, Fortnite, Hearthstone, Overwatch, PUBG, ROBLOX, Rocket League e World of Tanks. O Cheating Countries buscou analisar as ocorrências dos usos de cheat codes, hacks e bots em jogos considerados populares em vários países, depois comparar com o número de downloads em cada uma dessas nações. O resultado final foram os dados completos de cada país com base na densidade de trapaceiros.

Brasil é o país com a maior incidência de trapaceiros no mundo — Foto: Reprodução/Cheating Countries

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A mesma pesquisa também mostrou que a durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) houve crescimento de 22.3% no uso de códigos de trapaças, enquanto o uso de bots cresceu em 104%. Junto a isso, foram destacados os tipos de trapaças que os países mais aderem em seus jogos online, como Croácia e Austrália tendo a preferência por cheats de invencibilidade, e Espanha e Rússia optando por trapaças que alteram o terreno no jogo específico.

O estudo ainda valorizou os países com a menor densidade de trapaças, sendo eles a Islândia, a Costa Rica e o Panamá. Na tabela abaixo, confira a lista dos países que têm a maior densidade de trapaceiros em games online.

Os 10 países com a maior incidência de trapaceiros

Colocação País
Brasil
Georgia
Iraque
Paquistão
Portugal
Grécia
Bulgária
Argélia
Romênia
10° Azerbaijão
Mais do TechTudo