Redes sociais

Por Clara Fabro, para o TechTudo


GB WhatsApp, WhatsApp Gold, JT WhatsApp, NS WhatsApp, Yo WhatsApp e WhatsApp Plus são modificações não-oficiais do aplicativo original para Android. Os mods de WhatsApp, como são chamados, são APKs que trazem uma série de funcionalidades e recursos extras ao app de mensagens, como deixar a interface colorida.

No entanto, o uso dessas versões "clonadas" está associado a possíveis riscos de segurança ao celular e aos dados pessoais dos usuários. Além disso, por violarem os termos e condições de uso do mensageiro oficial, as modificações podem levar ao banimento definitivo da plataforma.

Mods de WhatsApp: veja riscos trazidos pelas modificações do app de mensagens — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O uso de APKs implica em modificar uma configuração do dispositivo, no qual é necessário ativar a opção "Instalar Apps Desconhecidos". Ao realizar esse procedimento, o usuário pode colocar em risco a segurança do próprio celular.

Ao completar o download do APK em fontes não-oficiais, a instalação pode explorar brechas no sistema, além da possibilidade de virem acompanhadas de malwares ou vírus. Abaixo, o TechTudo preparou uma lista explicando como funcionam essas modificações e quais os riscos associados ao seu uso.

1. O que são mods de WhatsApp?

Os mods para WhatsApp são modificações do app oficial. Elas trazem uma série de funcionalidades extras, como a possibilidade de mudar a cor de fundo do aplicativo e o acesso simultâneo a mais de uma conta cadastrada no mensageiro. Essas modificações utilizam o código-fonte do aplicativo original, por isso é possível conversar com contatos do WhatsApp utilizando o APK modificado.

No entanto, os APKs não são encontrados em lojas oficiais, como a Play Store ou a App Store, por exemplo. Isso implica que os apps não estão, necessariamente, hospedados em servidores seguros, e que não são verificados. Para baixá-los, é necessário acessar lojas de terceiros e sites desconhecidos, o que pode ser potencialmente perigoso já que a aplicação pode vir acompanhada de uma série de programas maliciosos, como vírus, malwares, spywares e adwares.

Modificações como o GBWhatsApp não são encontradas em lojas oficiais, o que implica questões de segurança — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

2. O que oferecem?

Alguns mods de WhatsApp oferecem funções interessantes e que são, inclusive, pedidas por muitos usuários do mensageiro. O GB WhatsApp, por exemplo, permite que usuários com mais de uma conta no WhatsApp acessem seus perfis em um mesmo dispositivo. O APK também possibilita a criação de um PIN de acesso a determinados chats, protegendo as conversas na plataforma, além de permitir que usuários vejam mensagens que foram apagadas.

Com o GB WhatsApp, é possível esconder o recebimento de mensagens, a confirmação de visualização e também os status de "online", "digitando" e "gravando áudio". O mod também consegue enviar arquivos maiores, permitindo vídeos de até 16 GB, áudios de até 10 MB, imagens sem compressão e WhatsApp Status sem limite de tempo.

APKs modificados podem esconder "status" online do WhatsApp — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Há, ainda, mods que incrementam funcionalidades a outros APKs já modificados, como é o caso do NS WhatsApp. A aplicação traz recursos extras aos já explorados pelo GB WhatsApp, permitindo, entre outras coisas, maior customização e personalização, incluindo suporte a efeitos 3D.

Já o JT WhatsApp diz oferecer uma plataforma capaz de evitar o banimento pelo mensageiro oficial. A afirmação, no entanto, não pode ser confirmada, até porque todas as modificações não são oficiais e violam os termos e condições de uso do WhatsApp.

3. Quais são os riscos?

Mod WhatsApp: uso de APKs e versões não-oficiais do aplicativo pode ser perigoso — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Os perigos de baixar versões não-oficiais do WhatsApp são grandes. As modificações podem oferecer riscos ao celular, uma vez que é necessário desativar a configuração de segurança que acompanha o dispositivo e permitir a instalação de "apps desconhecidos".

Além disso, não há como garantir que estes APKs ofereçam a criptografia de conversas ou que as mensagens enviadas não passem por servidores de terceiros antes de chegar ao destinatário, o que pode comprometer a segurança ou, até mesmo, facilitar o vazamento de informações pessoais e privadas.

Como as aplicações não estão hospedadas em lojas oficiais, também não é possível garantir a autenticidade ou validar práticas de segurança exercidas por elas. Isso significa que, ao conceder permissões de uso como o acesso a câmera e ao microfone, você pode estar permitindo, na verdade, que o APK te vigie e acesse os recursos de hardware do seu dispositivo sem você saber. Além disso, usuários que utilizam plataformas não-oficiais podem ser banidos do mensageiro permanentemente.

4. O que diz o WhatsApp?

Além dos riscos apresentados anteriormente, o WhatsApp também pode banir de forma definitiva os usuários que utilizarem as versões modificadas do aplicativo, já que o uso de mods é proibido pelo app. Então, se você usa o mensageiro modificado, o ideal para evitar o bloqueio permanente da sua conta é migrar para o serviço oficial.

Para isso, você deverá acessar as opções do APK, selecionar as conversas e salvá-las. Depois, vá para as configurações do dispositivo, toque sobre "Armazenamento" e, em seguida sobre "Arquivo". Busque pela pasta do APK e mude o nome dela para "WhatsApp". Depois disso, baixe o app oficial do mensageiro e faça a configuração padrão do aplicativo, confirmando seu número de telefone.

É possível restaurar as conversas salvas no aplicativo, no entanto, o mensageiro não garante que o usuário conseguirá manter as conversas, uma vez que o WhatsApp não é compatível com essas versões modificadas.

WhatsApp não envia fotos e vídeos? Entenda os motivos e saiba resolver

WhatsApp não envia fotos e vídeos? Entenda os motivos e saiba resolver

WhatsApp: qual função ainda falta no app? Deixe sua opinião no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo