Fones de ouvido

Por Yuri Hildebrand, do Home Office

Yuri Hildebrand/TechTudo

WH-1000XM4 é o novo fone de ouvido over-ear top de linha da Sony no Brasil. O modelo já está disponível em pré-venda no site oficial da marca por R$ 2.249,99, e conta com melhorias importantes em relação aos antecessores XM2 e XM3. O cancelamento de ruído é o carro-chefe, e o acessório promete aprender as preferências do usuário no dia a dia para entregar uma experiência adaptada, seja reconhecendo diferentes locais por meio de geolocalização ou pelo sistema adaptativo de captação.

A Sony também traz um design aprimorado em detalhes pontuais e que deixam o fone mais confortável para longas horas de uso, além de funções para facilitar a comunicação no dia a dia sem precisar tirar o headphone da cabeça. O TechTudo teve acesso antecipado ao WH-1000XM4 e conta a seguir as primeiras impressões do produto.

Sony WH-1000XM4 tem lançamento global e desembarca no Brasil; veja o que achamos do headphone — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Acabamento caprichado

O desgin do WH-1000XM4 não muda muito em relação aos modelos anteriores da linha. Com isso, há poucas novidades em termos de visual e materiais utilizados, mantendo o padrão limpo e elegante dos XM2 e XM3. Um diferencial importante, de acordo com a Sony, está no acabamento, mais especificamente nas juntas do headphone. Isso porque as peças estão bem mais próximas no modelo, o que, segundo a fabricante, contribui bastante para uma boa durabilidade.

Outro destaque do lançamento é o fato de ser bastante confortável para usar no dia a dia. Ao utilizar um fone over-ear, ou seja, que cobre toda a orelha, é comum sentir algumas dores causadas pela pressão do acessório. Para o novo top de linha, a marca promete maior conforto, uma vez que seu design leva esse ponto em consideração. Durante nossos testes, o acessório de fato não incomodou, mesmo após longas horas de uso.

Top de linha vem com design que promete atenção aos mínimos detalhes — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

O acolchoamento também contribui para isso, assim como mudanças pouco perceptíveis como a haste, agora com formato mais ergonômico e as conchas em si, que estão mais finas – sempre em relação ao XM3, modelo anterior. O modelo tem ainda duas portas disponíveis: uma entrada auxiliar de 3,5 mm, que permite ouvir músicas via cabo P2, e o USB-C, utilizado para recarregar a bateria. Já em relação às cores, são duas opções disponíveis: preto e creme.

Boa reprodução em qualquer estilo musical

A qualidade de som do headphone da Sony continua em alto nível, seguindo a proposta premium dos outros modelos da linha. Testamos o dispositivo para ouvir diferentes estilos musicais, como Jazz, Pop, Rock e Samba, e os graves chamaram atenção pela potência, mas sem deixar médios e agudos para trás. A imersão durante a reprodução também vale destaque, já que, muito por conta do cancelamento de ruído, é possível focar completamente no momento e nas atividades que estão sendo feitas.

A ficha técnica do WH-1000XM4 traz como novidade o DSEE Extreme, tecnologia que, segundo a Sony, permite realizar o upscaling das músicas, independente da qualidade original. A ideia aqui é reproduzir o som que seria ouvido no estúdio, e o modelo consegue entregar um bom resultado com arquivos padrão reproduzidos via streaming pelo Spotify, por exemplo. O produto tem suporte ainda a codecs AAC, SBC e LDAC, drivers de 50 mm e permite ao usuário equalizar o áudio da forma que preferir via app.

O Sony WH-1000XM4 entrega boa qualidade de som para ouvir qualquer estilo musical, além de garantir a imersão do usuário — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Cancelamento poderoso e inteligente

O cancelamento de ruído é o principal destaque da linha de fones premium da Sony. Enquanto o design das conchas permite um isolamento natural, o sistema inteligente do WH-1000XM4 garante o bloqueio total de sons, mas faz ajustes pontuais que levam em consideração o dia a dia do usuário. Ao todo, são sete microfones espalhados pela concha que regulam os níveis de entrada dos barulhos externos durante o uso do headphone.

Com o Cancelamento Adaptativo, recurso que já estava presente nos XM2 e XM3, o headphone reconhece a posição do usuário em relação ao ambiente, ou seja, se está em pé, sentado, deitado ou correndo. Vale ressaltar que, nesse caso, o mesmo chip QN1 que equipa o antecessor está presente, mas com mudanças no algorítmo.

Cancelamento Adaptativo e Geolocalização permitem um bloqueio otimizado de sons para cada situação — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

A novidade para o XM4 é a Geolocalização, em que o fone aprende os padrões utilizados de acordo com sua posição no mapa. Dessa forma, o acessório vai saber quando estiver em casa, no trabalho ou na academia, entre outros exemplos, otimizando o bloqueio de ruídos especificamente para aquela situação.

Por meio do aplicativo da Sony, disponível para Android e iPhone (iOS), é possível ainda definir locais mais frequentes de forma manual, escolhendo o ajuste ideal. O usuário também pode editar os níveis de entrada dos sons externos pelo app, dando preferência para vozes, ruídos de carros, entre outros.

Não precisa tirar da cabeça

A ideia da Sony com o produto é aumentar o leque de possibilidades de cancelamento para diferentes situações, criando o que a marca chama de "smart listening". Essa proposta também se vê presente nos recursos de Quick Attention e Speak-to-Chat, que permitem ao usuário "voltar" à realidade, abrindo os microfones externos e diminuindo ou pausando a reprodução.

O primeiro já estava presente na linha desde o XM2, e o TechTudo destacou a possibilidade durante os testes do produto. Para ativá-lo, basta repousar a mão sobre a concha direita do fone que o volume da música diminui, facilitando uma conversa rápida com outra pessoa.

Funcionalidades voltadas para conversação visam facilitar o dia a dia do usuário — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

A nova função, por sua vez, funciona sem nenhum comando específico: o headphone aprende e reconhece a voz do usuário para, sempre que falar, pausar a reprodução e permitir a entrada de ruídos – com foco nas vozes. Esse "modo" dura, a princípio, entre 15 e 60 segundos, mas o som só volta pouco depois que a conversa acaba. Para encurtar o processo, basta encostar na concha direita para voltar à música e ao isolamento de antes.

Bateria e outros recursos

Além das funcionalidades que envolvem o cancelamento de ruído em si, a Sony promete outros aspectos interessantes. Com uma proposta de uso voltada para o dia a dia, o modelo vai ser capaz de parear a celular e computador com Windows 10 ao mesmo tempo. Como essa possibilidade ainda vai chegar via atualização de software, ainda não foi possível testar. De qualquer forma, a ideia é interessante para estudar e trabalhar no dia a dia ouvindo áudios, vídeos e músicas das diferentes fontes.

Na concha esquerda, o sensor que reconhece quando o fone está vestido; recurso economiza bateria — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

O XM4 também tem um sensor que entende quando o usuário tira o fone da cabeça para pausar a música e, caso fique parado muito tempo, desligar sozinho. O recurso é interessante para garantir uma boa economia de energia, contribuindo para uma autonomia que supera a promessa de 30 horas feita pela Sony.

Sobre isso, vale ressaltar que, em uso casual e volume médio, o produto pode funcionar por cerca de uma semana de trabalho antes de precisar recarregar a bateria. O processo acontece via cabo USB-C, mais rápido que o convencional microUSB. Em números, a Sony garante que 10 minutos na tomada são suficientes para até 5 horas de música.

Controles

Os controles, por sua vez, também seguem o padrão da linha e funcionam por meio da superfície sensível ao toque da concha direita. Para atender ou recusar ligações, além de pausar ou continuar a reprodução, basta encostar no aparelho. Já para aumentar ou diminuir o volume, assim como navegar pelas músicas em uma playlist, é necessário deslizar o dedo para cima/baixo ou frente/trás.

Volume, reprodução e ligações são controlados pelo lado direito, em touch; cancelamento e pareamento, por botões físicos na esquerda — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Além disso, há dois botões localizados do lado esquerdo do produto. Um deles desliga o fone ou inicia o modo de pareamento, enquanto o outro é utilizado para ajustar o cancelamento de ruído. Dessa forma, é possível transitar entre som ambiente, ligar ou desligar a função, assim como otimizar o sistema de acordo com a pressão atmosférica, algo interessante principalmente para viajar de avião. O usuário pode ainda optar por ativar um assistente de voz com o botão, escolhendo entre Alexa e Google Assistente.

Preço e rivais

O fone da Sony chega ao Brasil para ser uma das melhores opções de headphone premium com cancelamento de ruído ativo, superando inclusive o antecessor XM3, de 2018. Atualmente, o modelo é encontrado por a partir de R$ 2.544,96, valor que fica acima dos R$ 2.249,99 sugeridos pela fabricante pelo XM4.

Em relação a possíveis rivais no mercado, vale destacar o PH805, da Philips, top de linha da marca com cancelamento de ruído ativo, que chegou ao Brasil recentemente por R$ 849. Vale ressaltar que o recurso é bastante simples no modelo, e não há opções de configuração ou otimização de acordo com o ambiente, como acontece no XM4.

O Beats Studio3 Wireless é um dos rivais do WH-1000XM4 no mercado brasileiro; conheça:

Fone de ouvido da Beats vale a pena? Analisamos o modelo top de linha

Fone de ouvido da Beats vale a pena? Analisamos o modelo top de linha

Outro nome de peso e que costuma ser lembrado na categoria de headphones over-ear é o Beats Studio3 Wireless, modelo de 2017 da Beats à venda na loja oficial da fabricante por R$ 2.499. Com alta qualidade de som e design clássico da marca, o modelo não traz muitas variações no cancelamento de ruído, permitindo apenas ligar ou desligar a função.

Conclusão

O fone over-ear tem recursos que facilitam bastante a experiência de ouvir músicas no dia a dia. Com o modelo, é possível focar bem nas atividades de trabalho ou estudo, e, ainda assim, aproveitar seus estilos favoritos de uma forma até certo ponto diferente. O upscaling, por exemplo, é uma novidade importante para entregar um áudio ainda melhor, com boa definição de faixas agudas, médias e graves.

Sony WH-1000XM4 não deve decepcionar quem busca um fone top de linha — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Além disso, não há necessidade de aumentar muito o volume, já que o isolamento é garantido tanto pelo design quanto pelo sistema de cancelamento. O conforto é outro ponto de destaque, muito por conta dos detalhes no desenho do modelo desde a haste até as conchas em si. O WH-1000XM4 também conta com um acabamento que agrada bastante, além do próprio visual elegante. Portanto, o usuário que estiver disposto a pagar os R$ 2.249,99 cobrados pela Sony não deve se decepcionar com o produto.

Qual é o melhor fone de ouvido por até R$ 100? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo