Sistemas operacionais

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Google anunciou o Android 11 na versão Go nesta quinta-feira (10). Com diversos aprimoramentos para maior performance e mais privacidade, a edição mais leve do Android 11 traz para celulares de ficha técnica mais simples vários recursos inaugurados pela versão "comum" do sistema do Google, como novas configurações de permissões para aplicativos e painel de notificações que agrega mensagens de diversos apps num mesmo lugar.

O Android 11 Go também estreia navegação por gestos e promete de maior desempenho em smartphones com até 2 GB de memória RAM. O update deve começar a chegar aos usuários na forma de atualização e em celulares novos a partir do mês de outubro.

Android 11 Go chega em outubro como atualização a usuários de aparelhos compatíveis — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Até a edição 11, a linha de corte do Google para o Android Go era de 1,5 GB de memória RAM. Com a nova edição, o total dobra para novos lançamentos. Entre os benefícios, o Google explica que celulares com 2 GB de RAM, rodando Android 11 Go, serão até 20% mais rápidos na hora de abrir apps, se comparados a aparelhos com a edição 10 do Android Go.

Outra novidade do sistema é a navegação por gestos, indicada especialmente para celulares com telas maiores. Da mesma forma que nas edições convencionais do Android, os gestos permitem navegar entre apps abertos, compartilhar, realizar capturas de tela, voltar à tela inicial e acessar a bandeja de aplicativos.

Android 11 Go terá gerenciamento de permissões aprimorado, além de navegação por gestos — Foto: Divulgação/Google

Outra novidade do sistema é o painel de conversas dentro das notificações, recurso que também é novidade no Android 11 comum. A ideia é que essa área permita que o usuário acompanhe a troca de mensagens com vários apps diferentes num único lugar, sem precisar ficar alternando entre cada aplicativo.

Em termos de privacidade, o Android 11 Go passa a contar com o mecanismo de autorização de acesso a recursos do celular concedido conforme o uso de determinado aplicativo. Também parte do Android 11 convencional, a função permite autorizar permissões de acesso a recursos como localização ou câmera apenas uma vez, impedindo que apps tenham acesso a esses dados mesmo quando não são usados. Outro reforço em termos de políticas de privacidade é o fato de que o Android 11 Go irá cancelar as permissões concedidas a aplicativos que não são usados por muito tempo.

Android ou iOS: qual o melhor sistema para celular? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo.

Quatro coisas que você nunca deve fazer no seu celular Android

Quatro coisas que você nunca deve fazer no seu celular Android

Mais do TechTudo