Notebooks

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


MacBooks e iPads lançados futuramente pela Apple podem contar com telas do tipo Mini LED. Pelo menos é o que afirma Ming-Chi Kuo, analista de mercado famoso por acertar tendências de lançamentos da maçã – e que inclusive já levantou a possibilidade em 2019. Segundo ele, a novidade pode aparecer a partir de 2021, ano em que a fabricante já terá computadores com os novos chips Apple Silicon em substituição dos processadores Intel.

O painel Mini LED é uma evolução das telas LCD LED utilizadas atualmente nos laptops da marca. A promessa é por uma melhor qualidade de imagem, assim como maior contraste e ajuste mais fino das zonas de iluminação em que os LEDs atuam.

Mini LED permite telas com maior quantidade de zonas de iluminação, cores mais precisas e contraste mais profundo — Foto: Divulgação/Apple

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Kuo afirma que fornecedores desse tipo de tecnologia estão tendo sucesso em evoluir seus produtos a ponto de que os primeiros dispositivos com tela Mini LED da Apple possam aparecer um ano mais cedo, antes da janela prevista por Kuo para lançamentos apenas em 2022. Vale lembrar que os recém lançados iPad e iPad Mini ainda chegam ao mercado com as telas LCD IPS tradicionais, que usam sistema de iluminação por meio de LEDs convencionais.

Uma tela LCD LED comum usa um conjunto de LEDs ocultos por baixo do display para iluminá-los. Sem a ação do LED, a tela ficaria extremamente escura e seria impossível visualizar seu conteúdo.

Em um modelo tradicional, são apenas alguns LEDs responsáveis pela tarefa de iluminar a tela de forma integral e equilibrada, o que garante a distribuição de brilho uniforme. A grande limitação dessa tecnologia está no efeito negativo que ela causa na qualidade de cor e contraste: a luz do LED impede que tons escuros o sejam de fato, e cores pretas ficam com aspecto lavado. Portanto, o controle preciso de brilho das diferentes áreas da tela pode ser, na verdade, impreciso.

Nova geração de tablets e laptops da Apple poderia abandonar as telas LED em favor da tecnologia Mini LED, afirma analista — Foto: Divulgação/Apple

O Mini LED permite que, em vez de alguns LEDs, a tela use milhares de LEDs microscópicos para um controle muito mais preciso e granular da iluminação do display. O resultado prático são cores com maior qualidade, brilho mais uniforme e intenso, além de contraste e tons de preto muito mais profundos.

Um exemplo dos resultados possíveis com esse tipo de tecnologia pode ser verificado no monitor Pro Display XDR, da própria Apple: embora não use Mini LEDs em si, a tela atinge níveis de contraste e precisão de cor, além de HDR de qualidade, muito por conta de um design que envolve um sistema de 576 LEDs de iluminação. O número ainda fica abaixo de painéis Mini LED, mas traz centenas a mais que um display de LED comum.

Via MacRumors (1 e 2) e GeekyGadgets

Cinco dicas importantes antes de comprar um notebook

Cinco dicas importantes antes de comprar um notebook

Tela do notebook não funciona? Saiba como resolver no Compare TechTudo

Mais do TechTudo