Veículos

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A alemã Volocopter abriu a pré-venda de viagens em seu serviço de táxi voador sem motorista, o VoloCity. Sediada em Berlim, a startup, no entanto, ainda não tem uma data precisa, e tampouco confirma um local onde funcionará em um primeiro momento. De acordo com a marca, o usuário que comprar uma "passagem" vai precisar esperar de dois a três anos para voar.

Interessados terão garantia de acesso ao serviço com direito a uma viagem de 15 minutos dentro dos primeiros 12 meses de disponibilidade comercial da modalidade. Para reservar seu lugar, é necessário desembolsar 300 euros (R$ 1.858, na cotação atual), sendo que 10% precisam ser pagos adiantados.

VoloCity Air Taxi promete voo autônomo e decolagem vertical para o público em dois anos — Foto: Divulgação/Volocopter

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Com experiência no ramo, a Volocopter realizou o primeiro voo tripulado com um helicóptero completamente elétrico em 2011. Em 2017, os alemães registraram sucesso na decolagem vertical de uma aeronave completamente autônoma e elétrica. No ano passado, a marca revelou um drone de carga capaz de levar 200 kg e atingir 100 km/h.

Levando-se em conta o VoloCity de quarta geração, o táxi alemão poderia atingir velocidades de 110 km/h e percorrer até 35 quilômetros antes de precisar recarregar. Equipado com 18 motores elétricos, o VoloCity decola e pousa verticalmente, também chamado de eVTOL.

No momento, Volocopter não sabe dizer quando e onde ocorrerão as viagens reservadas — Foto: Divulgação/Volocopter

Embora o valor seja meio salgado para reservar um passeio de táxi de 15 minutos em uma cidade e data desconhecidas, a startup promete algumas vantagens aos clientes, como certificado e um vídeo com momentos do passeio. Vale lembrar que, ainda este ano, a Volocopter fechou parceria com o app Grab, serviço de transportes rival do Uber na Ásia, para oferecer a modalidade pela plataforma.

Os desafios de mobilidade urbana têm motivado uma série de iniciativas de gigantes da indústria dos transportes e da área aeroespacial na criação de veículos voadores elétricos leves, ágeis e autônomos para uso em cidades. Além da alemã Volocopter, a brasileira Embraer, o uberAirinclusive com testes previstos para o Brasilalém de outras startups participam da corrida pela criação de um serviço de táxi voador.

uberAIR: conheça carro voador da Uber que será testado no Brasil

uberAIR: conheça carro voador da Uber que será testado no Brasil

Como será o carro do futuro? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo