Wearables

Por Rodrigo Roddick, para o TechTudo


A Samsung anunciou recentemente a pulseira smart Galaxy Fit 2. A sucessora da smartband Galaxy Fit trouxe melhorias na ficha técnica em relação à geração anterior: vem com tela 3D de 1,1 polegada e bateria que promete durar até 21 dias longe das tomadas. Os dois dispositivos apresentam diversas modalidades de exercícios e também resistência à água. Confira a seguir o que muda nas especificações dos aparelhos.

A primeira geração da Galaxy Fit foi apresentada no Brasil em junho de 2019 pelo preço sugerido de R$ 699, mas não está mais disponível no site oficial da gigante sul-coreana. Já o Galaxy Fit 2 deve chegar em outubro nos países europeus por 47 euros (cerca de R$ 303 em conversão direta), mas a Samsung ainda não revelou o valor oficial.

Galaxy Fit 2 chega para suceder o Galaxy Fit — Foto: Reprodução/Samsung

Tela e design

O Galaxy Fit 2 mudou pouco em aparência e se parece muito com o modelo anterior. A diferença é que a tela teve um salto no tamanho. Agora vem com display AMOLED de 1,1 polegada em 3D – maior e com promessa de mais qualidade que o painel do Galaxy Fit com 0,95 polegada.

Apesar disso, a nova pulseira consegue ser menor que a antiga e ainda traz um visor colorido com até 70 faces diferentes.

Galaxy Fit 2 tem 70 faces diferentes para o display — Foto: Reprodução/Samsung

Sensores e conectividade

Nesse aspecto, o Galaxy Fit 2 não mudou muita coisa. Ele vem com os mesmos sensores que a geração anterior. Ambos possuem a função de medir a frequência cardíaca, bem como conseguem contabilizar os passos e os movimentos distintos de diferentes atividades, incluindo natação.

Galaxy Fit 2 vem com sensor que mede frequência cardíaca — Foto: Reprodução/Samsung

O Bluetooth 5.0 foi mantido para se conectar com sistemas os sistemas de celular Android e iOS. Elas também vêm com entrada e cabo USB-C padrão. No entanto, as duas pulseiras ficam devendo o GPS.

Funcionalidades e durabilidade

Ambas as pulseiras possuem monitores para acompanhar cerca de 90 atividades físicas e frequência cardíaca. Além disso, também exibem notificações e mensagens curtas. Porém, elas não possuem espaço para armazenamento e nem podem reproduzir músicas.

Elas são feitas com acabamento emborrachado ideal para exercícios físicos e são leves. O Galaxy Fit 2 pesa 21 gramas, enquanto o predecessor pesa 15 gramas. Por ser feita de borracha, elas tendem a durar bastante tempo. Outro ponto interessante é que os dispositivos são certificados com durabilidade militar.

Bateria

O Galaxy Fit 2 vem com uma bateria maior, de 159 mAh, que pode fornecer energia entre 15 a 21 dias com apenas uma carga, de acordo com a fabricante. Já a pulseira anterior vinha com 120 mAh que promete oferecer autonomia para até 7 dias de uso constante ou até 11 dias com uso moderado.

Galaxy Fit possui bateria com autonomia de até 11 dias em modo repouso — Foto: Divulgação/Samsung

Resistência à água

Ambos os modelos possuem a classificação IP68, que assegura resistência à água até 5 ATM, ou seja, 50 metros de profundidade. A Samsung afirma que o usuário pode usar ambas as versões do dispositivo sem se preocupar com poeira ou chuva. Apesar das pulseiras virem com modalidade de natação, não é recomendado mergulhar os aparelhos.

Galaxy Fit E é à prova d'água e suporta até 50 metros de profundidade — Foto: Divulgação/Samsung

Preço

O Galaxy Fit chegou por R$ 699, mas atualmente a fabricante comercializa no site oficial apenas um modelo mais barato com tela monocromática (Galaxy Fit E) por R$ 249. Já a segunda geração está prevista para começar a ser comercializada em outubro. Rumores dão conta de que a pulseira será vendida por 47 euros na Europa (R$ 303 em conversão direta), mas a Samsung não confirmou a informação. Não há previsão de chegada do Galaxy Fit 2 ao Brasil.

Galaxy Fit chegou pelo preço sugerido de R$ 699 — Foto: Divulgação/Samsung

Com informações de Phone Arena, Gadgets 360, Sam Mobile e GSM Arena

Galaxy Z Fold 2, Note 20 e mais: veja quatro lançamentos da Samsung

Mais do TechTudo