Telefonia

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Google anunciou que a banda larga por fibra ótica Google Fiber passará a oferecer planos com velocidade de 2 Gb/s (gigabits por segundo) nos Estados Unidos. O gigante da internet informou que começará os testes da nova modalidade, que chama a atenção pela rapidez. A transmissão de dados chega a ser quatro vezes mais potente do que num dos serviços de banda larga mais velozes do Brasil.

O acesso sairá pelo preço de US$ 100 ao mês, o que dá por volta de R$ 525. Existente desde 2010, o serviço está disponível em 19 cidades norte-americanas e oferece conectividade com a internet com tecnologia de ponta, usando redes de fibra ótica e planos sem franquias e outras limitações.

Google Fiber terá velocidade de 2 Gb/s — Foto: Reprodução/Google

Para por as coisas em perspectiva, os planos mais rápidos de internet fixa da Claro/NET ficam em 500 megabits por segundo de velocidade (Mb/s) na cidade de São Paulo – quatro vezes menos do que no Fiber. A assinatura na capital paulista custa por volta de R$ 420 mensais.

Já o atual plano de 1 Gb/s do Google Fiber, que é o dobro de velocidade da banda larga de 500 Mb/s da Claro, custa US$ 70 (R$ 366) por mês.

Exemplo de roteador com Wi-Fi 6, necessário para alcançar as altas velocidades do Fiber — Foto: Divulgação/D-Link

Quem aderir ao novo plano terá essa velocidade para download enquanto a taxa de upload seguirá em 1 Gb/s. A empresa irá conceder modens e roteadores mesh com Wi-Fi 6 aos clientes para que eles possam tirar o máximo proveito da alta velocidade em suas redes domésticas.

Segundo o Google, o programa começará nas cidades de Nashville (Tennesee) e Huntsville (Alabama) apenas com clientes que se candidatarem para os testes e forem selecionados. A experimentação começa em outubro.

Com informações, Google Fiber e WCCFTech

Veja também: dicas para organizar seu celular

Mais do TechTudo